sexta-feira, 28 de abril de 2017

Exposição Modelismo Ferroviário no Entroncamento


Decorre este fim de semana alargado, no Entroncamento, uma exposição de modelismo ferroviário com uma grande maqueta de comboios de módulos organizada pelo Clube Ibérico de Modulos-H0. A entrada é livre com os seguintes horários:

Museu Nacional Ferroviário Portugal - Entroncamento
Sábado e Domingo 29 e 30 - das 10:00-13:00 e das 16:00-19:00
Segunda dia 1 - 10:00-13:00

Quer saber como falar com raparigas em festas? Neil Gaiman explica-lhe como


Como Falar com Raparigas em Festas, conto premiado com o Hugo Award e Locus Award, de Neil Gaiman, um dos autores mais célebres do nosso tempo, foi adaptado a novela gráfica com ilustrações vibrantes pela dupla brasileira Gabriel Bá e Fábio Moon. Apesar da história se desenrolar na década de 70, o conto de Neil Gaiman retrata ainda hoje um momento da puberdade comum aos jovens. A obra está prevista chegar ainda este ano às salas de cinema com os atores Alex Sharp e Abraham Lewis nos papéis de Enn e Vic respetivamente. Elle Fanning , Ruth Wilson e Nicole Kidman também integram o elenco. A realização é de John Cameron Mitchell.

Sobre os Autores

Neil Gaiman é um aclamado autor britânico de contos, romances, novelas gráficas e filmes, muito premiado ao longo da sua carreira. 
Os irmãos gémeos Fábio Moon e Gabriel Bá nasceram em 1976 no Brasil, onde vivem até hoje. O seu trabalho já se encontra publicado em doze línguas. Em 2007, receberam a sua primeira nomeação para o Prémio Eisner por De: Tales e no ano seguinte venceram três Eisner pelo seu trabalho em 5, The Umbrella Academy, e por Sugarshock!. A sua série limitada de 2010 e obra-prima, Daytripper, venceu os prémios Eisner, Harvey e Eagle, e alcançaram uma grande aclamação internacional através de coleções subsequentes do seu trabalho. 

Mercedes-AMG GLC 63 4MATIC+ e GLC 63 4MATIC+ Coupé


Antes de atingir o seu quinquagésimo ano de existência, a Mercedes-AMG já tinha estabelecido um novo marco logo em 1999 com o ML 55. A combinação de um motor de elevadas prestações com uma carroçaria de um modelo SUV deu origem a um segmento de mercado totalmente novo. Mais uma vez a Mercedes-AMG ocupa agora uma posição exclusiva entre a concorrência ao apresentar o novo SUV desportivo de média dimensão no New York International Auto Show (NYIAS), o Mercedes-AMG GLC 63 4MATIC+ SUV e Coupé (consumo de combustível em ciclo combinado: 10.7-10.3 l/100 km; emissões de CO2 em ciclo combinado: 244-234 g/km) mais o Mercedes-AMG GLC 63 S 4MATIC+ SUV e Coupé (consumo de combustível em ciclo combinado: 10.7 l/100 km; emissões de CO2 em ciclo combinado: 244 g/km). Pela primeira vez, um SUV de média dimensão está agora disponível também com o potente motor de oito cilindros biturbo em duas variantes de potência. Este motor baseia-se no motor AMG V8 de 4.0 litros com 350 kW (476 CV) ou 375 kW (510 CV) de potência nas versões GLC 63 S e GLC 63 S Coupé. A aceleração dos 0 aos 100 km/h em apenas 3.8 segundos também demonstra de forma impressionante a sua capacidade: os novos SUVs ocupam uma posição especial nos seus segmentos de mercado. Os SUVs desportivos também estão equipados com suspensão pneumática com amortecimento adaptativo ajustável, sistema de tração integral AMG Performance 4MATIC+ com distribuição de binário totalmente variável, um diferencial traseiro autoblocante e um sistema de travagem de elevado desempenho. A ligação destes novos modelos aos veículos de competição da Mercedes-AMG é evidenciada pela grelha AMG Panamericana que foi previamente reservada exclusivamente para a família AMG GT. Além disso, os novos modelos oferecem todas as vantagens de um SUV Mercedes: amplo espaço para os passageiros e bagagem, um vasto conjunto de equipamento de segurança e uma tração superior também em condições de estrada molhada ou coberta de neve. 

Os novos Mercedes-AMG GLC 63 4MATIC+ e Mercedes-AMG GLC 63 4MATIC+ Coupé ocupam posições de topo em todas as categorias nos seus respetivos mercados. São os únicos modelos nos seus segmentos equipados com um motor de oito cilindros biturbo. Desta forma, a Mercedes-AMG vai ao encontro das pretensões dos clientes que procuram num SUV desportivo de média dimensão uma combinação de potência superior com um som altamente emotivo e inconfundível do motor.

Oferta exclusiva no seu segmento com o motor V8 biturbo
As carroçarias SUV e Coupé estão disponíveis como versões de modelo base e S: o comprovado motor AMG V8 de 4.0 litros biturbo debita 350 kW (476 CV) ou 375 kW (510 CV) de potência e produz um binário máximo de 650 ou 700 Nm. A aceleração dos 0 aos 100 km/h é completada pelo GLC 63 S 4MATIC+ em apenas 3.8 segundos, enquanto o GLC 63 4MATIC+ necessita de 4.0 segundos para atingir a mesma velocidade. A velocidade máxima é de 250 km/h (limitada eletronicamente). 

V8 biturbo com estreita ligação ao motor do Mercedes-AMG GT 
O motor de oito cilindros de 4.0 litros biturbo já é utilizado em vários modelos AMG Performance. Também está equipado nos modelos de competição AMG GT com lubrificação por cárter seco. Uma característica distintiva deste motor reside no facto dos dois turbocompressores estarem posicionados não no lado exterior dos blocos do motor, mas antes no lado interior entre os dois blocos. As vantagens principais deste conceito estão na construção compacta do motor, numa resposta rápida às solicitações do condutor e ao baixo nível de emissões de gases. De acordo com o princípio "um homem, um motor", cada motor é montado por um único mecânico na linha de montagem de motores em Affalterbach.

Passagens rápidas de caixa, elevada eficiência: a caixa de 9 velocidades AMG SPEEDSHIFT MCT
Os novos GLC 63 4MATIC+ e GLC 63 S 4MATIC+ estão equipados com a caixa de 9 velocidades AMG SPEEDSHIFT MCT, que teve a sua estreia no Mercedes-AMG E 63 4MATIC+. O condutor beneficia de rápidas passagens de caixa e tempos de resposta extremamente curtos. As rápidas múltiplas reduções de caixa e a função de duplo desembraiar tornam o comando da caixa de velocidades uma experiência extremamente emotiva. Uma embraiagem viscosa de arranque substitui o conversor de binário. Esta alteração permitiu reduzir o peso e melhorar o tempo de resposta às solicitações no pedal do acelerador, particularmente durante a aceleração e durante as variações de carga. 


Tração integral variável AMG Performance 4MATIC+ 
Após o Classe E da Mercedes-AMG, o GLC também estará equipado com o sistema de tração integral AMG Performance 4MATIC+. Este sistema tecnologicamente avançado reúne as vantagens de diferentes conceitos de transmissão: a distribuição de binário totalmente variável aos eixos dianteiro e traseiro assegura uma tração ideal até aos limites físicos do modelo. O condutor também poderá contar com uma elevada estabilidade e segurança de condução em todas as condições, independentemente da estrada se encontrar seca, molhada ou coberta de neve. A transição do modo de tração traseira para o modo de tração integral e vice-versa é contínua, pois o controlo inteligente está integrado na arquitetura do sistema do veículo.

Uma embraiagem de controlo eletromecânico liga variavelmente o eixo traseiro de tração permanente ao eixo dianteiro. A melhor distribuição possível de binário é calculada continuamente de acordo com as condições de condução e com as solicitações do condutor. As transições são contínuas e baseadas num mapa de características. Além da tração e da dinâmica lateral, o sistema de tração integral também melhora a dinâmica longitudinal para uma aceleração ainda mais poderosa.

Sistema de escape equipado com borboletas para uma variação do som do motor
O som típico de um motor V8 é proporcionado por um sistema de escape equipado com borboletas. Estas borboletas são controladas de acordo com um mapa de características e operam automaticamente em função do programa de condução AMG DYNAMIC SELECT selecionado, da potência solicitada pelo condutor e da rotação do motor. O sistema de escape Performance está disponível como opção e permite modular o som através do simples pressionar de um botão. Em qualquer dos casos, os sistemas de escape respeitam os limites de ruído independentemente da posição das borboletas de escape.
Suspensão especificamente desenvolvida para a máxima dinâmica lateral e longitudinal
A agilidade, a elevada dinâmica de aceleração lateral e a máxima aderência dos novos modelos, também são proporcionadas pela suspensão AMG totalmente nova com câmaras pneumáticas, que assegura elevados níveis de estabilidade do ângulo de sopé, da dinâmica de condução e da precisão da direção.

A suspensão no eixo dianteiro é caracterizada por quatro braços com rótulas especiais da direção, sinoblocos otimizados e ligações radiais dos travões. Os componentes do controlo independente das rodas e da suspensão permitem uma aceleração lateral superior com um esforço mínimo aplicado ao sistema da direção.

O conceito do eixo traseiro foi adotado do modelo E 63 4MATIC+ e especialmente adaptado aos requisitos do GLC. O conceito multi-link específico do modelo impressiona com a elevada precisão do controlo das rodas e com a maior rigidez. O eixo traseiro específico da AMG permitiu aumentar a dimensão da via traseira comparativamente ao modelo GLC da Mercedes-Benz, enquanto as superfícies de contacto dos rolamentos das rodas também foram deslocadas para o lado exterior. Outras medidas implementadas incluem os suportes das rodas específicos da AMG, uma afinação mais rígida da suspensão e um ângulo de sopé mais negativo.


Diferencial traseiro autoblocante: tração ideal em todas as condições
Para uma maior tração e dinâmica de condução, o GLC 63 4MATIC+ está equipado com um diferencial traseiro autoblocante, enquanto o GLC 63 S 4MATIC+ está equipado com um diferencial traseiro autoblocante, de bloqueio eletrónico, no eixo traseiro. Ambos os diferenciais reduzem o escorregamento da roda interior durante a realização de uma curva, sem intervenções de controlo no sistema de travagem. Como resultado, o condutor pode acelerar mais cedo à saída das curvas graças a uma maior tração. O veículo permanece mais estável durante a travagem a alta velocidade e o diferencial traseiro autoblocante também melhora a tração durante o início da marcha. Em termos gerais, o eixo traseiro foi especificamente adaptado à maior dinâmica de condução dos novos SUVs desportivos. 
A maior vantagem do diferencial eletrónico traseiro autoblocante consiste numa maior sensibilidade e num controlo mais rápido, colocando os limites críticos num patamar mais elevado e permitindo conduzir ainda mais facilmente nos limites físicos do veículo. O ESP® de três níveis com as configurações "ESP ON", "ESP SPORT Handling Mode" e "ESP OFF", funciona em perfeita harmonia com o diferencial traseiro autoblocante e com o sistema de tração integral e está idealmente adaptado à excecional dinâmica do veículo. 

Comportamento preciso e ágil: direção desportiva progressiva
A direção desportiva eletromecânica progressiva permite um comportamento mais preciso, ágil e uma resposta autêntica. O condutor beneficia da transmissão variável da direção e de uma resposta otimizada. 

A direção também está equipada com assistência elétrica variável com os dois modos "Comfort" e "Sport". A direção assistida depende não só da velocidade do veículo mas também da aceleração lateral instantânea, do programa de condução AMG DYNAMIC SELECT selecionado e da regulação do amortecimento ajustável da suspensão.

Com discos de travão de 390 milímetros, perfurados e ventilados internamente nos eixos dianteiro e traseiro, os travões compósitos equipados no GLC 63 4MATIC+ asseguram curtas distâncias de paragem juntamente com uma força de travagem superiormente controlável. 

Interior concebido com foco na dinâmica de condução
O interior realça a ambição de liderança dos novos SUVs desportivos no que à dinâmica de condução diz respeito. O condutor e o passageiro dianteiro são acomodados nos bancos desportivos de série em pele sintética ARTICO combinada com microfibra DINAMICA, que une o excelente apoio lateral com uma irrepreensível ergonomia à medida da elevada qualidade do modelo. 

O painel de instrumentos é revestido em pele sintética ARTICO com pespontos contrastantes. O visual de elevada qualidade é realçado por elementos de revestimento em alumínio. O ecrã tátil é ladeado pelo seletor AMG DYNAMIC SELECT e por vários controlos específicos da AMG, como o botão de controlo dos 3 níveis da suspensão AMG RIDE CONTROL, do ESP® de 3 níveis ou do opcional botão do sistema de escape AMG Performance com controlo das borboletas.
A variante S está equipada com um pack de equipamento ainda mais extenso, que inclui um volante desportivo revestido em pele nappa preta / microfibra DINAMICA, insígnias AMG nos apoios de cabeça dianteiros em combinação com apontamentos em pele e ainda o painel de instrumentos AMG com aplicações em vermelho.

Modelo especial exclusivo "Edition 1" no lançamento de mercado
As variantes SUV e Coupé do Mercedes-AMG GLC 63 4MATIC+ e do GLC 63 S 4MATIC+ também estão disponíveis no lançamento de mercado numa edição especial designada de "Edition 1": a combinação exclusiva de detalhes de equipamento tornam o modelo especial o porta-estandarte da gama de modelos. 

Em ambas as versões de carroçaria, o pack Night com elementos em preto de alto brilho realça o visual inspirado na competição automóvel. As listras desportivas nos painéis laterais do veículo variam entre o amarelo e o cinza grafite mate em função da cor da pintura e da versão do modelo. As jantes forjadas de 21 polegadas, de raios cruzados e acabamento em preto mate incluem as flanges pintadas em amarelo ou com acabamento de alto brilho. O pack Aerodynamics também foi inspirado no mundo do desporto automóvel. 

A sensação de estarmos perante um automóvel de competição também está presente no interior do modelo. Os bancos desportivos são revestidos em pele nappa preta com secções em padrão diamante concebido através de pespontos contrastantes em amarelo. A pele nappa preta com pespontos contrastantes em amarelo também realça os painéis centrais das portas, os apoios de braços e a consola central. O interior do modelo é ainda aperfeiçoado com o adornamento adicional em amarelo de vários elementos, como o painel de instrumentos, os tapetes e o volante revestido em microfibra DINAMICA, com secção inferior achatada e uma marca na posição das 12 horas. O visual de elevada qualidade do interior é continuado com o revestimento AMG em fibra de carbono mate / alumínio com acabamento de alto brilho e grão longitudinal. O modelo especial Edition 1 conta ainda com a exclusividade dos bancos AMG Performance com padrão diamante e pespontos contrastantes em amarelo (de série no Modelo S com um correspondente visual exterior).

Os novos SUVs desportivos de média dimensão celebram a sua estreia a nível mundial em Abril de 2017. As vendas serão iniciadas a 16 de Junho de 2017, enquanto o lançamento de mercado está previsto para Setembro de 2017.




Quem tem uma Mãe tem tudo, quem tem uma Canon também


As mães podem ser chamadas “galinhas”, podem ter sempre a palavra final numa conversa e até serem demasiado protetoras, mas no fundo sabemos que elas têm sempre razão e só querem o nosso melhor. Não deixe o Dia da Mãe passar despercebido e guarde todos os momentos únicos com a sua. Seja uma recém mamã, uma aventureira ou atenta às últimas tendências, a Canon preparou algumas sugestões de prendas para este dia tão especial, para que possam celebrar e gravar os melhores momentos em conjunto.

Para a Recém Mamã – Babete Canon
Quando têm o primeiro filho, as mães precisam de toda a ajuda possível. E porque não presenteá-las com este babete personalizado com diferentes câmaras da Canon? Do design moderno ao mais vintage, escolha o babete que alie o estilo da mãe com o do filho. Partilhe todos os primeiros momentos do seu bebé com a Canon. (Tamanho S/M/L/XL). PVP: 10,49 €

Para a Mãe Aventureira – PowerShot SX720 HS
Se a sua mãe é moderna, criativa e adora de viajar este é o presente ideal. Esta câmara da gama de viagem PowerShot SX é elegante e poderosa, inclui uma objetiva grande angular com zoom ótico de 40x perfeita para fotografias versáteis. Para além disso, a falta de espaço na mala também não será um problema, a espessura da máquina de apenas 39,9 mm significa que pode ser guardada mesmo nas malas mais cheias ou até mesmo no bolso das calças. Pode ainda partilhar os seus melhores momentos com o resto da família, através da conectividade Wi-Fi que possibilita a ligação ao smartphone e partilha instantânea. PVP: 379,99 €

Para a Mãe Digital – EOS M6
O mais recente modelo da família EOS M, a M6 é a uma câmara mirrorless que incorpora funcionalidades de topo da Canon num corpo compacto ideal para as mães que gostam e investem em tecnologia. O novo equipamento oferece a velocidade e a qualidade de uma DSLR num tamanho reduzido que pode levar para todo o lado. Criado para inspirar a expressão criativa, fotografar com o ecrã LCD da EOS M6 desbloqueia ângulos invulgares. Com o design clássico, esta câmara vai acompanhá-la em todas as aventuras. PVP: 959,99 € (kit com objetiva)

Para a Mãe que gosta de memórias à moda antiga – PIXMA TS9050
Se a sua mãe é daquelas que ainda acredita que as memórias sabem melhor guardadas em papel, a nova PIXMA TS9050 é tudo o que ela precisa. Esta impressora fotográfica multifuncional, para além de um design elegante e compacto, permite imprimir fotografias de cartões SD ou partir de qualquer dispositivo com acesso Wi-Fi, Ethernet, Android, iOS, Google Cloud Print e Windows 10 Mobile. Basta instalar a app Canon PRINT e está pronta a imprimir as suas imagens, mesmo diretamente das redes sociais. PVP: 275,00 €

Para a Mãe que ensina, mas também gosta de aprender – EOS 800D
Esta câmara é perfeita para as mães que querem iniciar a sua viagem na fotografia DSLR. A EOS 800D oferece uma interface guiada que ensina como funcionam as diferentes definições, transformando a sua fotografia e ajudando a melhorar as técnicas, que a torna indicada para o tipo de mães que gostam de aprender sempre mais. Para além disso permite partilhar, via wireless, imagens e vídeos com dispositivos inteligentes. PVP: 989,99 € (kit com objetiva)

Para a Mãe Perfecionista - EOS 77D
A EOS 77D oferece desempenho superior e um total controlo, ideal para quem procura fazer um upgrade ao seu kit e aperfeiçoar as suas técnicas. Este é o presente ideal para todas as mães que gostam de aperfeiçoar tudo o que fazem. A máquina apresenta detalhes ricos e uma velocidade que assegura imagens claras e precisas. O Bluetooth integrado permite ligar a câmara ao seu dispositivo móvel e procurar imagens sem a tirar da mala. PVP: 1.029,99 € (kit com objetiva)

Para a Mãe Descomplicada – EOS M10
Para as mães práticas e descomplicadas, este é o primeiro passo no mundo das fotografias com objetivas intermutáveis. Uma câmara simples e compacta que combina o desempenho DSLR num corpo compacto e elegante fácil de transportar. Esta câmara apresenta um funcionamento intuitivo e confortável graças à ergonomia simples e refinada, bem como ao ecrã tátil que se inclina 180° e torna a câmara ideal para selfies. O Modo Autorretrato permite ajustar o brilho e suavizar a pele para obter selfies ainda mais fantásticas. PVP: 429,00 € (kit com objetiva)

The New Power Generation atuam dia 13 de Julho no Palco Super Bock


Um dos momentos mais marcantes da história da música ao vivo em Portugal, foi a atuação de Prince no Super Bock Super Rock. Um ano após o seu desaparecimento, importa mais do que nunca recordar o génio da música pop, e é precisamente essa a proposta que a mítica banda que o acompanhou nos traz. The New Power Generation atuam dia 13 de Julho, no Palco Super Bock, acompanhados na voz pelo norte-americano Bilal.

O sucesso de Prince explica-se pela forma como sempre se desafiava a si próprio, procurando incessantemente novas sonoridades. A química que tinha com os seus músicos era uma parte fundamental desse processo de inovação. Daí a importância de ter ao seu lado uma banda de excelência como a The New Power Generation. Apresentados formalmente em 1990, marcaram uma nova fase da carreira do pequeno génio norte-americano de Minneapolis.
Estrearam-se em grande no disco “Diamonds and Pearls", editado em 1991. Desde “Purple Rain” que Prince não tinha um disco com tantos hits a saltar para o top da Billboard e a crítica rendeu-se à sinergia entre Prince e a sua nova banda. Também com The New Power Generation editou, um ano depois, “Love Symbol Album”, mais um estrondoso sucesso.
Para que a experiência seja completa, a banda vem ao Super Bock Super Rock acompanhada por uma das vozes da soul mais interessantes dos últimos anos: o norte-americano Bilal. Deu nas vistas pela primeira vez em 2001, ao editar o aclamado álbum de estreia “1st Born Second”. Nos seus discos mistura como ninguém jazz e música eletrónica, piscando também o olho ao hip hop e à música contemporânea, procurando sempre ser original (à semelhança de Prince). Bilal é também conhecido pelas inúmeras colaborações de sucesso com alguns dos maiores nomes da música mundial: Beyoncé, Jay-Z, Erykah Badu, The Roots ou Kendrick Lamar.

The New Power Generation feat. Bilal é uma oportunidade única para ouvir os grandes sucessos de Prince interpretados por quem garante a excelência de interpretação que o génio exige. A não perder, dia 13 de Julho no Palco Super Bock.

Silva confirmado no Super Bock Super Rock


A edição deste ano do Super Bock Super Rock está recheada de bons motivos para não sairmos do Parque das Nações, em Lisboa, durante os três dias de Festival. Com o cartaz cada vez mais preenchido, ainda há tempo para reforçar a urgência de participar nesta celebração da música autêntica. No dia 15 de julho, no mesmo dia em que Seu Jorge presta tributo a David Bowie, há outro brasileiro a passar no Palco EDP: o talentoso Silva.

É difícil falar da nova música brasileira sem falar de Silva. Desde 2011 – aquando da edição do EP “Silva” – que este brasileiro de Vitória é um dos nomes mais acarinhados pelo público, pela crítica e pelos seus pares mais sonantes – recordemos, por exemplo, as colaborações com Tom Zé, Gal Costa, Nelson Motta, entre outros.
Depois de um notável disco de estreia, "Claridão”, Silva editou outros dois discos de originais, mostrando assim um fulgor criativo muito acima da média. "Vista Pro Mar" (2014) e "Júpiter" (2015) conquistaram ainda mais adeptos, com elementos eletrónicos a conviver alegremente com a influência da música popular brasileira.
Em 2016 Silva regressa com um disco um pouco diferente, mas que promete a qualidade de sempre. “Silva Canta Marisa Monte” é um registo em que Silva mostra o seu amor pela música de Marisa Monte, dando uma nova roupagem a alguns dos maiores sucessos da cantora. O tema “Beija Eu” resultou num vídeo inspirador para uns, polémico para outros, mas que não deixou ninguém indiferente… No vídeo Silva beija outras pessoas, homens e mulheres, assumindo assim a sua bissexualidade. Este, a par de algumas das músicas mais marcantes da carreira de Silva, como “A Visita” ou “2012”, é certamente um dos temas que se vai poder ouvir dia 15 de Julho, no Palco EDP.




Emir Kusturica e Os Tubarões em concertos no “Beja na Rua”


O realizador e músico sérvio Emir Kusturica e a banda cabo-verdiana Os Tubarões são dois dos nomes de craveira internacional que este ano marcam presença no Festival Beja na Rua.

Emir Kusturica & The No Smoking Orchestra são um fenómeno significativo do movimento anti-globalização e um paradoxo único do ambiente em que surgiram.

Emir Kusturica, apesar do grande êxito internacional que tem obtido como cineasta - repetidamente premiado nos festivais de Berlim, Veneza, Cannes e muitos outros -, tem mantido a carreira paralela como músico da No Smoking Orchestra, cuja música tem utilizado como banda sonora dos seus filmes.

Os Tubarões, um dos grupos mais emblemáticos da história da música cabo-verdiana tornaram-se famosos pela suas mornas, coladeiras e funaná.

Outra das novidades desta edição do Festival é a participação do artista português Bordalo II, conhecido por criar “imagens com o que destrói o mundo”.

Olhos de mocho, a obra que construiu no Wool – Festival de Arte Urbana da Covilhã - está entre as melhores do mundo segundo a página Street Art News, que elegeu em 2014 as 25 obras de arte urbana espalhadas por todo o mundo (desde 2009).

Beja passará a integrar o roteiro do artista que já expôs em várias capitais europeias e nos Estados Unidos da América em Las Vegas.

Em Beja, as artes estarão na rua, de 16 de Junho a 15 de Julho. Para todos.

Sobre o Beja na Rua

De 16 de Junho a 15 de Julho, Beja volta a mostrar Alma Criativa. Está de regresso o Beja na Rua, Festival de arte pública que celebra as artes na rua. Promovido pela Zarcos – Associação de Músicos de Beja, em parceria com associações e entidades do concelho, a iniciativa é uma aposta de Beja na afirmação das indústrias criativas, que fazem desta cidade uma montra para criadores locais e convidados, onde a cultura local se funde com o que de melhor se faz ao nível nacional e internacional.

Depois de anunciar o concerto de abertura do Beja na Rua com Ney Matogrosso, a 16 de Junho, e o encerramento, com Miguel Araújo, a 15 de Julho, a organização do festival apresentou Seu Jorge, a 14 de Julho, no fim-de-semana que encerra 4 semanas de espetáculos musicais, animações de rua, intervenções de arte urbana, exposições, performances de dança e poesia, "workshops", que reúnem em Beja muitos artistas.

O espectáculo de Tango mais famoso da Broadway


O Tango é um sentimento que se dança. Dança-se com um par mas, na verdade, é (um sentimento) tão intrínseco, que se dança connosco próprios. Mais que um estilo, o Tango é música, drama, cultura, um estilo de vida.
Forever Tango no Teatro Tivoli BBVA em Maio.

«A Minha Mãe!» e «O Clube do Pedrito Coelho» são as duas novas aventuras do Pedrito Coelho


A Minha Mãe! e O Clube do Pedrito Coelho são as duas novas aventuras do Pedrito Coelho, uma série juvenil que recria os argumentos de Beatrix Potter, conhecida escritora e ilustradora inglesa de livros infantojuvenis. 
No primeiro domingo de Maio assinala-se o Dia da Mãe e A Minha Mãe! é uma excelente leitura para os petizes viverem ainda com mais emoção este dia tão especial. Nesta aventura, o Pedrito Coelho faz tudo pela mãe, até apanhar morangos no jardim do Senhor Raposa. Em O Clube do Pedrito Coelho, o Pedrito, a Lili e o Casimiro fundam um clube, mas um terrível bando juntou-se para os apanhar. Será que os coelhinhos vão conseguir escapar? Vamos a isto! Os livros da série Pedrito Coelho acompanham o sucesso da série infantil que é transmitida no Canal Panda, em Portugal. Todos os títulos são acompanhados de ilustrações maravilhosas e coloridas numa versão modernizada. Esta série é uma divertida e belíssima homenagem a Beatrix Potter.

Sumol Summer Fest 2017


À medida que as temperaturas aquecem, cresce a vontade de traçar o plano perfeito para o verão que se aproxima e o primeiro ponto de paragem obrigatório é o Sumol Summer Fest. DJ SlimCutz, Deejay Telio / Deedz B e DJ Big são as confirmações que completam o cartaz do Festival, assim como General D e Tribruto que se juntam ao já luxuoso elenco d’A História do Hip Hop Tuga.
As últimas confirmações do Sumol Summer Fest continuam a dar provas de que os ritmos mais contagiantes podem ser oferecidos pelo talento que existe no mundo da lusofonia.

Uma das principais referências do hip­hop nacional, DJ Big é também conhecido como “The Party Rocket”. O nome que dá o mote ao radioshow que assina na Mega Hits, diz-nos muito sobre a potência dos seus sets, autênticas viagens pelo mundo do hip hop e trap, desde o mais old school até àquilo que de mais interessante se vai fazendo na atualidade. Já colaborou com alguns dos principais nomes do hip-hop nacional, seja em disco ou em mixtapes, seja ao vivo. Na lista estão nomes como como Sam The Kid, Regula, Dealema, Valete, DJ Ride, entre muitos outros. DJ Big vai poder mostrar toda a sua arte e experiência no dia 30 de Junho no Sumol Summer Fest.

DJ SlimCutz é um daqueles casos em que o nome parece ter mais idade do que o próprio artista. É, de facto, um jovem, mas conta com um currículo invejável. Começou por brincar com o gira-discos dos pais em miúdo, e essa paixão nunca mais o largou. A sua fama espalhou-se rapidamente, com a presença nas cabines de todo o país. O sucesso foi imediato, sabendo conjugar, como poucos, energia e técnica em cada umas das suas atuações. SlimCutz é também responsável pela editora Monster Jinx, um coletivo que tem sido peregrino em Portugal no cruzamento da música eletrónica com a estética sonora do hip-hop. Sobe ao palco do Sumol Summer Fest dia 1 de Julho.

Deejay Telio é uma das principais revelações do hip hop feito em língua portuguesa. Responsável por alguns dos grandes hits a soar em Angola nos últimos dois anos, a verdade é que Deejay Telio também conquistou o público português com os seus irresistíveis ritmos, presentes em sucessos como “Que Saf…”. Em 2016 editou o disco "Karanganhada 2" e a saga dos sucessos continua. “Ficou”, com um flow irresistível, já conta com mais de quatro milhões de visualizações no YouTube… Para a atuação no Sumol Summer Fest contará com o seu cúmplice Deedz B. Dia 1 de Julho é dia de cantar todos os refrões em uníssono no Ericeira Camping.

General D e Tribruto juntam-se ao já luxuoso elenco que vai contar A História do Hip Hop Tuga. Por motivos de agenda, Valete está impossibilitado de estar presente. Este será então o elenco final deste concerto único e histórico no Sumol Summer Fest:

Ace e Presto, Allen Halloween, Bispo, Black Company, Capicua, Chullage, Dealema, Dengaz, Dillaz, General D, GROGNation, Holly Hood, NBC, NGA, Sam The Kid, Sir Scratch, Tekilla, Tribruto e Nel Assassin.

Completa-se assim um cartaz absolutamente imperdível. 

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Dia da Mãe no Centro Comercial Alegro Alfragide


O Dia da Mãe está já aí e o Centro Comercial Alegro Alfragide tem propostas originais para reunir mães e filhos ao longo do fim de semana. Da arte da costura à troca de cromos, a diversão é garantida nos dias 6 e 7 de Maio.

Este ano, o dia que transforma a mãe numa rainha comemora-se a 7 de Maio. O melhor presente para ela é passar o dia com os filhos. Para ajudar a realizar esse desejo, o Alegro Alfragide preparou atividades imperdíveis para mães e filhos.

Agulhas e dedais, tecidos e linhas, alfinetes e máquina de costura! No sábado, 6 de Maio, o Clube de Costura Mães e Filhos convida a criar uma bolsa de cintura para guardar tudo o que é preciso.

Às 10h30 e às 15h00, a Praça Principal do Alegro Alfragide vai transformar-se num verdadeiro atelier de costura para miúdos e graúdos. Não é preciso experiência. basta ter vontade de aprender. Para participar neste Clube de Costura especial é necessária inscrição prévia (no Balcão de Informações ou através do número 210 457 130).

Domingo, 7 de Maio, é dia de cromos! No evento Trocar Cromos Especial Dia da Mãe, os colecionadores de cromos de palmo e meio que trouxerem as mães ao Alegro Alfragide vão ter surpresas! Às 15h00, na Praça Principal, há que levar as cadernetas completas e incompletas, trocar os cromos repetidos e contagiar as mães com esta paixão.

Com cromos ou com costura, o importante é partilhar bons momentos com a melhor amiga: a mãe!

José Cid apresenta "10.000 anos depois entre Vénus e Marte"


Neste que é também o ano da edição em disco do espetáculo "10.000 anos depois entre Vénus e Marte",  José Cid volta a apresentar ao vivo a obra que lhe valeu a internacionalização, dia 1 de Maio na Aula Magna em Lisboa e 6 de Maio na Casa da Música no Porto. 

Corria o ano de 1978 quando José Cid lançou pela editora Orfeu aquela que viria a tornar-se numa das obras de maior sucesso de Rock Sinfónico do mundo: "10.000 anos depois entre Vénus e Marte". Passados quase 40 anos volta agora a trazer a palco a história ficcional do homem e da mulher que regressam à terra 10.000 anos depois da sua total destruição, para repovoa-la. 

O primeiro álbum de rock espacial português, baseado na ficção cientifica, conta com o mellotron e os sintetizadores para lhe conferir uma sonoridade característica elevando assim o som base de guitarra, baixo e bateria originalmente criado por José com Mike Sergeant, Ramon Galarza e Zé Nabo.

Aclamado pela critica, este foi considerado pela revista Billboard como um dos melhores 100 discos de Rock Progressivo do mundo de todo o sempre. Os muitos fãs da obra concordam e é pelos inúmeros pedidos de mais apresentações, desta que é também uma ópera-rock, que agora José Cid voltará a dar-lhe vida em duas datas únicas em Lisboa e no Porto. 


Ricky Martin convida Tony Carreira para um dueto


Ricky Martin convidou o artista Tony Carreira para interpretar, com ele,  a canção “Perdoname” no próximo dia 9 de Junho, no MEO Arena, em Lisboa. 
Para além da mega da produção que este concerto envolve, parece que vamos poder assistir ao vivo ao encontro destes dois grandes artistas em palco.

Perdidos nos cinemas dia 18 de Maio


A estreia da mais recente produção de Leonel Vieira chega aos cinemas no dia 18 de Maio. Baseado num thriller internacional, Perdidos é realizado por Sérgio Graciano e tem argumento adaptado por Tiago R. Santos. No elenco destacam-se alguns dos mais prestigiados atores nacionais: Dalila Carmo, Dânia Neto, Catarina Gouveia, Lourenço Ortigão, Diogo Amaral e Afonso Pimentel.



Sinopse

Um cruzeiro de fim-de-semana, a bordo de um luxuoso veleiro, sofre um terrível revés quando o grupo de amigos decide nadar em alto mar sem baixar as escadas. O barco revela-se impossível de escalar, deixando-os à deriva, a quilómetros da costa.
Lentamente apercebem-se da dimensão da sua trágica situação e a esperança de escapar com vida começa a desaparecer. A exaustão de se manterem à superfície e a luta para voltar a subir a bordo do barco começam a tomar proporções insuportáveis.
O que começou por ser uma alegre reunião torna-se numa verdadeira luta pela sobrevivência.

Percursos pelo Património de Elvas


A edição de 2017 do Percursos pelo Património inicia no dia 29 de Abril, com o primeiro percurso dedicado às frutas doces, em particular à Ameixa de Elvas.

“Técnicas e Produtores da Ameixa d’Elvas e outras frutas doces” é o tema do percurso que se desenvolverá pelo centro histórico de Elvas com introdução e explicações do guia especializado Mário Cabeças.

A ação tem início às 10.00 horas no Posto de Turismo da Praça da República. Os interessados em participar devem comparecer na hora e local indicado, sem necessidade de inscrição prévia.

O Percursos pelo Património é uma ação de sensibilização e exploração do património cultural elvense, traduzida em visitas guiadas realizadas por investigadores e especialistas na área a desenvolver.

Gastronomia, beleza e bem-estar para celebrar o Dia da Mãe


Para comemorar o Dia da Mãe partilhe momentos sensoriais e gustativos de requinte no The Yeatman. 

O hotel vínico de luxo propõe um almoço, com a assinatura do Chef Ricardo Costa, que promete, como sempre, surpreender. O menu incluirá uma seleção de quatro pratos cuidadosamente pensados. 

Uma experiência gastronómica que pode ser feita durante o fim de semana, nos dias 6 e 7 de Maio. 

Mas os mimos para aquela que é a melhor Mãe do mundo não acabam aqui. O The Yeatman preparou um programa especial no Caudalie Vinothérapie® Spa. O ritual começa com o Facial Resveratrol Lift, um tratamento inovador de efeito antienvelhecimento, que permite uma definição dos contornos faciais para uma pele mais jovem e luminosa.

As três patentes usadas - resveratrol, viniferina e polifenóis - agem diretamente sobre o tônus muscular da pele para fornecer um tratamento facial com resultados visíveis. Depois de cuidar do rosto, terá ainda tempo para tratar das suas mãos e dos seus pés.

Vencedor do “Melhor Hotel-Spa da Europa” em 2013 e eleito o “Melhor Spa de Portugal” nos Wellness Travel Awards em 2015, este é um oásis de tranquilidade e bem-estar, onde poderá relaxar e descontrair em plena serenidade.

Pensar Sentir Viver de Judite Sousa e Diogo Telles Correia


Pensar Sentir Viver, de Judite Sousa e Diogo Telles Correia, chega às livrarias na sexta-feira, dia 5 de Maio, pela Bertrand Editora. 
Em Pensar Sentir Viver, os dois autores conversam, frente a frente, sem rodeios: Judite Sousa, uma jornalista experiente e incisiva, sem medo de perguntar; Diogo Telles Correia, psiquiatra, psicoterapeuta e professor universitário, com vontade de responder. 
Este livro sobre saúde mental, doença mental e cura, ajuda a conhecer e a reconhecer sintomas em nós próprios e nos outros, e a saber como encontrar ajuda. É uma incursão profunda no campo da saúde e da doença mental onde o sofrimento não é uma anomalia, nem um obstáculo insuperável: quem precisa pode sempre encontrar ajuda porque não estamos sozinhos nas nossas dúvidas, nem nas nossas dores. 

«Esta experiência começou por ser uma forma de dar a entender as questões mais básicas da psiquiatria e da saúde mental para o público geral. Senti-me desafiada a dar o meu contributo, porque tenho passado por uma experiência pela qual muitas pessoas estão a passar e não sabem sequer perceber do que se trata. Queria, com as minhas perguntas, que são as de todos os que não trabalham na área mas que se interessam pela saúde mental do mundo, encontrar respostas, soluções para as causas e o tratamento do sofrimento psíquico.» Judite Sousa.

Sobre os Autores

Judite Sousa é uma das jornalistas mais conhecidas e reconhecidas de Portugal, tendo apresentado vários programas de informação e análise política e estado presente, como enviada especial, em alguns dos acontecimentos mais marcantes dos últimos 20 anos. Começou a sua carreira na RTP, onde se destacou como apresentadora da Grande Entrevista, e veio depois a tornar-se um dos rostos da TVI, na qual desempenha o cargo de diretora-adjunta de Informação. Em 1995 recebeu o Prémio Bordalo de Jornalismo e, em 2005, foi-lhe atribuído o grau de Comendadora da Ordem de Mérito. Além de jornalista, foi docente do ISCEM e é autora de sete livros sobre temas vários, desde a reportagem à entrevista e à ficção. Comentadora atenta da atualidade, a sua experiência pessoal fê-la refletir sobre as questões da mente e da saúde mental e perceber a importância de abrir o debate ao público e estimular a sua discussão sem tabus. 

Diogo Telles Correia é médico psiquiatra, psicoterapeuta, professor auxiliar com agregação da Faculdade de Medicina onde leciona Psiquiatria, Psicopatologia e História da Medicina. Dá também aulas de Psiquiatria Forense na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Assistente hospitalar no Hospital de Santa Maria e consultor na unidade de transplantes do Hospital Curry Cabral. Nove livros publicados, dois deles para o público em geral (A Vida num Degrau e Eu Existo) e os outros técnicos, sendo manuais que coordenou recomendados em várias universidades portuguesas, brasileiras e dos PALOP. Mais de meia centena de artigos e capítulos em jornais e livros científicos nacionais e internacionais. Vice-presidente da Associação de Psicopatologia Portuguesa, membro da direção da secção de Psiquiatria de Ligação da Associação Europeia de Psiquiatria, membro da Associação Portuguesa de Terapias Comportamental e Cognitiva (APTCC), bem como de várias outras associações científicas nacionais e internacionais. 

Semana da Juventude e Académica de Elvas


Quim Barreiros, HMB, Virgul, Dengaz e os colombianos Cali e El Dandee são os cabeças de cartaz da Semana da Juventude e Académica de Elvas (SJAE) que vai decorrer no recinto do Parque da Piedade de 16 a 20 de Maio.

O presidente da Câmara Municipal de Elvas (CME), Nuno Mocinha, apresentou o cartaz no passado dia 20, referindo que a escolha dos artistas foi da responsabilidade dos jovens e estudantes do concelho de Elvas.

Segundo o autarca foi tido em “conta a opinião dos jovens, que responderam a um inquérito que a CME fez junto do público-alvo deste evento, que vai desde os estudantes da Escola Secundária D. Sancho II de Elvas, estudantes da Escola Superior Agrária de Elvas, portadores do cartão Smartjovem e associações locais”, justificando que esta cooperação entre autarquia e juventude foi “no sentido de possibilitar aos jovens uma semana diferente, com boa música e muita animação”.

O evento, que na edição de 2016 reuniu mais de 20.000 jovens durante os cinco dias de música e animação, vai decorrer de terça a quinta-feira, das 20.00 às 04.00 horas e, na sexta-feira e no sábado, das 20.00 às 05.00 horas, sendo os concertos realizados nos dois palcos instalados no recinto coberto do Parque da Piedade.

O preço do bilhete diário varia entre os 4€ e os 8€ e a pulseira semanal, que dá acesso a todos os dias, tem o valor de 12,5€. O acesso ao recinto apenas para as atuações dos Dj´s, varia entre os 2€ e 5€. O primeiro dia do evento é gratuito.

7ª Arte - Estreias de cinema de 27-04-2017

Estreias de cinema de 27 de Abril de 2017


Esta semana dentre as várias estreias de cinema nas salas nacionais o "Cultura e não Só" destaca as seguintes:



Fátima

No início de Maio de 2016, um grupo de 11 mulheres – composto pelas actrizes Rita Blanco, Anabela Moreira, Cleia Almeida, Vera Barreto, Teresa Madruga, Ana Bustorff, Teresa Tavares, Alexandra Rosa, Íris Macedo, Sara Norte e Márcia Breia – parte de Vinhais, em Trás-os-Montes, em peregrinação a Fátima. Durante nove dias, e ao longo de quatrocentos quilómetros, fazem o seu caminho individual, superando as adversidades com estoicismo, coragem e fé. 
Com realização de João Canijo – "Ganhar a Vida" (2001), "Noite Escura" (2004), "Mal Nascida" (2007), "Fantasia Lusitana" (2010), "Sangue do Meu Sangue" (2011) ou "É o Amor" (2012) –, um "road movie" semidocumental que tem como pano de fundo a relação entre mulheres e que tenta reflectir sobre as "coisas extremas que se podem fazer por necessidade de fé". Segundo o realizador, o projecto iniciou-se com "um texto que foi construído ao longo de dois anos, porque as actrizes fizeram peregrinações reais que documentaram. E foi a partir dessa informação, dos incidentes e dos acidentes das várias peregrinações, que se chegou ao guião do filme", conta. Canijo explica também que "as actrizes estiveram em Vinhais para serem de Vinhais. As suas personagens têm vidas que elas viveram em Vinhais". 



Guardiões da Galáxia 2

Século XXXI. Peter Quill, o autodenominado "Senhor das Estrelas", volta a unir forças aos seus quatro extravagantes amigos: Rocket, um guaxinim de pensamento rápido e ligeiro no gatilho; o leal Groot, um humanóide bebé com a aparência e força de uma árvore; a implacável e destemida alienígena Gamora; e Drax, um homem marcado pelo sofrimento. Juntos, ao desvendar os mistérios do passado de Quill, vão cruzar-se com Ego, um novo e implacável inimigo que guarda um segredo inesperado…
Com realização de James Gunn – que dirigiu a primeira parte da série –, uma comédia de super-heróis produzida pela Marvel Comics cujo elenco inclui Chris Pratt, Zoe Saldana, Vin Diesel (voz de Groot), Bradley Cooper (voz de Rocket), Sylvester Stallone, Kurt Russell, Dave Bautista e muitos outros. 



O Círculo

The Circle é uma das empresas mais prestigiadas na área da tecnologia. O seu principal foco são os e-mails e as redes sociais, com o objectivo de avaliar a forma como os utilizadores gerem as suas actividades diárias, os seus hábitos de consumo e as suas motivações pessoais. Quando a jovem e ambiciosa Mae é contratada para fazer parte da equipa, não cabe em si de contentamento. Porém, ao aperceber-se de que forma as informações são obtidas e das verdadeiras implicações do conhecimento detalhado da vida privada dos indivíduos, começa a questionar-se até que ponto tudo aquilo pode ser moralmente aceitável…
Com realização e argumento de James Ponsoldt ("The End of the Tour"), um filme dramático que se debruça sobre a evolução tecnológica e as questões éticas a ela associadas. É Protagonizada por Emma Watson, Tom Hanks e John Boyega.

quarta-feira, 26 de abril de 2017

O Homem Mais Inteligente da História de Augusto Cury


Augusto Cury, um dos autores de maior sucesso de Língua Portuguesa, com mais de 25 milhões de livros vendidos em todo o mundo, lança pela Pergaminho o livro: O Homem Mais Inteligente da História. Este livro é uma obra de ficção, que conta a jornada épica de Marco Polo, um cientista ateu, que é desafiado a estudar a inteligência do homem mais fascinante da história – Jesus – à luz das ciências humanas. 
Este livro é o resultado de um processo de escrita de 15 anos e de 20 anos de pesquisas e estudos por parte do autor, que quando iniciou este trabalho era ateu. «Fui um dos maiores ateus que já pisou a Terra. Talvez tenha sido mais ateu do que Nietzsche, que escreveu sobre a morte de Deus, do que Jeal-Paul Sartre, Diderot, Marx, que considerava Deus o ópio que entorpece a humanidade. Como a minha teroria estuda a construção de pensamentos e a formação de pensadores, estudei como é que se liberta o imaginário, como Freud, até chegar a Jesus Cristo. Esperava encontrar alguém de menor valor. Mas fiquei perplexo, porque ele não cabe no imaginário humano. Curvei-me humildemente à inteligência dele», disse o autor em entrevista à jornalista Ana Maria Braga, no programa Mais Você, da Globo. Esta obra está prevista ser adaptada para uma série de televisão internacional, tendo o autor já visitado Israel para definir alguns locais para as gravações. O Homem Mais Inteligente da História é um romance assente na filosofia e na psicologia, na qual a teoria de Augusto Cury sobre o funcionamento da mente promove a formação do homem como pensador e criador de ideias. É um livro que apresenta mais de trinta elementos essenciais para a formação da inteligência humana, através do qual o autor analisa a vida de Jesus Cristo, assim como os sintomas da sociedade em que vivemos. Um livro que proporcionará uma leitura inteligente e rica, capaz de gerar inúmeras reflexões.

Sobre o Autor

O Dr. Augusto Cury é psiquiatra, psicoterapeuta, cientista e escritor. Desenvolveu o conceito de inteligência multifocal, uma perspetiva inovadora do funcionamento da mente e da construção do pensamento. É investigador na área de qualidade de vida e de desenvolvimento da inteligência, abordando a natureza, a construção e a dinâmica da emoção e dos pensamentos. Os seus livros ocupam os lugares cimeiros nas listas de livros mais vendidos em todos os países onde são publicados. É considerado o autor mais lido do Brasil dos últimos anos e um verdadeiro fenómeno editorial, com mais de 30 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo. Dirige o Instituto Academia de Inteligência, que dá formação a executivos, educadores, médicos, psicólogos, advogados, universitários e a qualquer pessoa interessada em expandir os horizontes da sua mente, em educar a sua emoção e em melhorar a sua qualidade de vida. O Dr. Cury é patrono da Universidade da Criança em Portugal e doutor Honoris Causa da universidade Unifil, assim como membro de honra da academia de génios do Instituto da Inteligência, no Porto. 

Kika Cardoso - 1º Álbum Kika Cardoso


Kika Cardoso é o nome artístico de Ana Paula Cardoso, que encantou Portugal, graças à sua participação no programa televisivo “Factor X”, de onde saiu vencedora.

Mais recentemente, Kika participou no Festival da canção, com o tema "Nova Glória" - Viva La Diva : foi o tema mais votado pelo Público.

Com um espírito lutador, uma voz extraordinária e um dom natural para a música, Kika Cardoso, para além dos espetáculos que tem efetuado de norte a sul do país, terminou as gravações do seu primeiro disco, com lançamento a 28 de Abril.
A cantora destaca-se pela sua voz doce e melodiosa, bem como pelo alcance vocal e excelente presença em palco. As suas atuações contagiam, não só pelo seu brilhantismo e profissionalismo, como pela capacidade de Kika em emocionar uma plateia.

As suas influências vão da Pop ao Rock passando, obrigatoriamente, pela Soul music, onde artistas como Tina Turner e Whitney Houston são uma referência e fazem parte do seu ADN musical.

Dos 11 temas que compõem este álbum "Kika Cardoso", destacamos o single de apresentação "I Knew", um tema composto por Mimicat, e novo single "I Will Love Him",  uma parceria de Mikkel Solnado que escreveu a letra e compôs a música com Daniel Lima.

Este álbum, vem confirmar Kika Cardoso como uma das grandes vozes do panorama musical português da atualidade.


Rão Kyao e "Aventuras da Alma" - Edição a 12 de Maio


Algures no Verão, em Portugal, numa aldeia – uma festa e uma banda com a sua típica sonoridade melódica e rítmica, baile com mandador e tudo.
Algo insólito acontece: Gnomos e duendes da floresta decidem penetrar na celebração. Abrem-se as portas para uma nova realidade e entramos no mundo das "Aventuras da Alma", com a visão que só a mesma nos pode proporcionar. Aí, voamos!

Ouvimos, surpreendidos, o canto do Lele, que segundo a tradição romena encarna o espírito feminino da Natureza - Por onde andávamos para nunca o termos ouvido?; Observamos a "Dança das Árvores" de uma maneira nova; Estivemos com Dáfnea - que a Alma grega antiga via como sendo a ninfa do Loureiro; Ouvimos as passadas do gigante mítico do Hindoísmo, Daítia e a sua coreografia; Entramos na "Floresta da Atlântida" (Afinal sempre existe!); Vimos Emére - criança que segundo o povo Iorubá consegue atravessar livremente deste mundo chamado real para o "outro" - embalada por uma canção; Escutamos os Bambus - que transformados em Flautas ganharam Alma - entoarem o seu cântico.

The Black Mamba - Coliseu de Lisboa - 3 de Fevereiro


The Black Mamba, uma das mais energéticas e entusiasmantes bandas a actuar ao vivo, vão subir ao palco do Coliseu de Lisboa dia 3 de Fevereiro de 2018 num concerto que promete ser inesquecível. Os bilhetes já estão à venda nos locais habituais.


A banda traz ao Coliseu a química e a experiência que bem os caracteriza, num concerto onde vão percorrer o universo do blues, soul e funk, numa adaptação ao seu habitat natural. Prometem viajar ao disco de estreia onde ganharam de imediato o reconhecimento e apoio do público português ao atingir o 1.ºlugar de vendas do iTunes, a primeira edição do disco esgotado nas lojas e ainda o airplay nas rádios. O sucesso do primeiro homónimo carimbou-lhes passagem por Londres, Filadélfia, Luanda, Madrid, Sevilha, Rio de Janeiro e São Paulo.
“Dirty Little Brother” produzido entre Lisboa e Nova Iorque é o segundo álbum de sucesso que conta com 11 temas e ainda com participações especiais de Aurea , António Zambujo, Silk (Cais Sodré Funk Connection) e Orlanda Guilande.
Após esgotarem o Coliseu do Porto no início deste ano, rumam ao Coliseu de Lisboa para um concerto único e memorável, nesta que será a consagração dos artistas numa dais mais emblemáticas salas do país.


Pedro Tatanka e Miguel Casais vão ainda marcar presença dia 8 de Julho no NOS Alive’17, dia que já se encontra esgotado, onde vão partilhar o palco com os já anunciados Depeche Mode, Imagine Dragons e Kodaline.

O Capitão Cuecas e a Sensacional Saga do Sr. Fedorovsky


George e Harold e os seus duplos, o George e o Harold de Ontem, têm um belo esquema montado. Dois deles vão para a escola, enquanto os outros dois se escondem na casa da árvore e passam o dia a jogar videojogos — e depois trocam! Mas acontece que há algo de podre no estado do Ohio, e cheira pior do que um monte de meias de desporto pestilentas. O Sr. Mauzão, o malévolo professor de Educação Física dos rapazes, criou um método de controlo da mente que transforma os alunos em crianças atentas, obedientes e perfeitas. Agora, o futuro da Humanidade está nas mãos de George e Harold e de George e Harold de Ontem!

Sobre o Autor

Dav Pilkey escreveu e ilustrou muitos livros premiados para crianças. As Aventuras do Capitão Cuecas, com mais de setenta milhões de exemplares impressos, foi incluído pela American Bookseller na sua lista de títulos mais vendidos e distinguido com o Prémio Cuffie da Publishers Weekly para o livro mais divertido do ano; a Dog Breath, outro dos seus livros, foi atribuída a California Young Reader Medal; The Paperboy foi eleito Caldecott Honour Book; os últimos livros do Capitão Cuecas foram todos campeões de vendas logo nas primeiras semanas após a sua publicação. Foi também Dav Pilkey o  criador dos Dumb Bunnies, os livros vencedores do prémio IRA-CBC Children’s Choice Award, e o autor da coleção «Quico Ricotta», editada pela Gradiva.

Rotas Circulares


Jorge Arrimar é um poeta que não para de escrever, escrever no lugar precário da poesia, mas um escrever enraizado numa terra fértil de amor.

O que se fundamenta como cerne nestes fragmentos poéticos é exatamente o amor: amor a uma cidade da qual o poeta partiu com uma cumplicidade fortemente estabelecida, amor aos instantes fugazes que continuam vivos e vividos nas rotas circulares, amor às pessoas, conhecidas e desconhecidas, mas que constituem todas o rosto da sua memória.

Só Uma Noite, Markovitch


Uma escrita ao mesmo tempo apaixonada e delicada, que chega ao coração do leitor. Para ler sem paragens.

Nas vésperas da Segunda Guerra Mundial, parte de Israel para a Europa um barco com vinte jovens. Do lado de lá do mar esperam-nos vinte mulheres jovens que eles nunca viram. Objectivo: um casamento fictício, que permita às mulheres fugir da Europa e emigrar para Israel. Mas quando Yaakov Markovitch, um homem banal segundo a opinião geral, se vê casado com Bela Zeigerman, a mulher mais bela que jamais viu, o caso complica-se.

Só Uma Noite, Markovitch surpreende pela inteligência da sua estrutura e pela originalidade do estilo. Trata-se de um romance exuberante, rico e colorido, que retrata um dos episódios mais fascinantes da História de Israel. Factos históricos e ficção corrosiva misturam-se sem distinção: dirigentes sionistas fazem amor com mulheres cuja pele exala o aroma da laranja e comandantes arrojados conquistam fortalezas esplêndidas com a ajuda de batoteiros e bêbados. Alguns terão o seu nome numa rua apinhada num bairro ruidoso, outros dormitarão em silêncio por entre as páginas da História. E, entre eles, Yaakov Markovitch agarra-se à linda Bela e não a larga.

«Só Uma Noite, Markovitch tece com o leitor uma teia de relações sedutoras e enganosas. Ora desperta identificação e compaixão, ora é humorístico, cortante e irónico.»

Sobre a Autora

Ayelet Gundar-Goshen nasceu em 1982 em Israel e é psicóloga, docente universitária e argumentista. Foi jornalista e editora no jornal Yediot Aharonot, o diário de maior circulação em Israel. Com os seus contos e argumentos conquistou vários prémios no seu país e no mundo. O romance Só Uma Noite, Markovitch venceu o prestigiante Prémio Sapir.

Francisco: Desafios à Igreja e ao Mundo


Muitos são os desafios que o Papa Francisco enfrenta. E muitos são os desafios que coloca à Igreja e aos cristãos.

O autor refere no texto inicial: «Francisco vai conseguir? Ele sabe que tem muitos opositores e mesmo inimigos, sobretudo entre cardeais e bispos e também sabe que talvez seja mais amado fora do que dentro da Igreja. […] Ele é franciscano por opção, isto é, cristão, seguindo os passos de Jesus, que proclamou o Deus da misericórdia. Mas ele é também o primeiro Papa jesuíta da história, portanto, com visão ampla do mundo e estratégia de organização e eficácia. E a sua formação de base é de químico e, embora latino-americano, os seus pais foram emigrantes italianos e também estudou Teologia na Alemanha e tornou-se o líder político-moral global mais carismático e humano. A síntese de franciscano e jesuíta tornam irreversível o processo que iniciou.»

Esta obra organiza-se em torno de quatro eixos: De Bento XVI a Francisco; Sexualidade e Família; Pessoa, Ética e Política; Para Uma Igreja do Século XXI.

Sobre o Autor

Anselmo Borges é Padre da Sociedade Missionária Portuguesa. Doutorado em Filosofia pela Universidade de Coimbra, em cuja Faculdade de Letras é Professor. Licenciado em Teologia pela Universidade Gregoriana, Roma, tem o Diplôme d’études approfondies (DEA) em Ciências Sociais pela École des Hautes Études en Sciences Sociales, Paris. Leccionou Filosofia e Teologia na Universidade Católica Portuguesa e no Seminário Maior de Maputo. Faz parte do corpo docente do Programa Doutoral em Neurociências Clínicas, Neuropsiquiatria e Saúde Mental da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, ramo clínico do Programa Doutoral em Neurociências da mesma Universidade, e também do Mestrado em Psiquiatria Social e Cultural da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra. Tem várias obras publicadas, como Janela do (In)visível, Janela do (In)finito, Religião e Diálogo Inter-religioso, Corpo e Transcendência, Deus e o Sentido da Existência, Quem Foi/Quem É Jesus Cristo? (Coord.), Deus Ainda Tem Futuro? (Coord.) e Deus, Religiões, (In)Felicidade, todas com várias edições e as quatro últimas na Gradiva. É colunista do Diário de Notícias.

Revista "Egoísta" convida a uma reflexão sobre a "Política"


Referência do meio literário, a revista “Egoísta” acaba de lançar uma nova edição temática, inspirada, desta vez, na “Política”. Trata-se de mais um oportuno convite à reflexão da prestigiada publicação da Estoril Sol, que se distingue-se pela excelência dos seus conteúdos, associando uma criteriosa selecção de textos a um original elenco de imagens.

Porque a Política é indissociável da nossa vida, a nova edição da “Egoísta” promove a participação, antecipa cenários, recorda momentos históricos, despede presidentes por carta dos Recursos Humanos e mostra algumas imagens que fazem já parte do século XXI.

A editora, Patricia Reis, sublinha que “Tudo começa com um poster de grande dimensão que revela o que a Assembleia da República pode ser um dia e um editorial de Mário Assis Ferreira que explana na exactidão o que a política é. Segue-se uma entrevista ao Primeiro-Ministro, António Costa, onde se fala sobre cultura, oposição (“a oposição que se governe”), futuro e não se refere uma única vez a palavra geringonça”.

“O mundo no internacional é visto por Paulo Portas, mas contamos ainda com as ideias de Daniel Oliveira, Ana Placido, Adolfo Mesquita Nunes, Maria Manuel Viana, Eduardo Pitta, Michelle Obama, Rui Patrício, Ana Saragoça e João Gomes de Almeida. Na ficção as cartas são altas: Dulce Maria Cardoso, Bruno Vieira Amaral, Patrícia Portela, José Luís Peixoto, Carlos Domingues e, em destaque, um conto em exclusivo para a Europa da escritora nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie”.

“No ensaio recomendamos Paulo José Miranda e Plínio Fraga. A grande reportagem de memória, recuperando notas de 2006, é de Filipe Santos Costa. O Presidente Marcelo Rebelo de Sousa não faltou à chamada e está presente através de um portfólio de João Porfírio. Recordamos o funeral de Fidel Castro pela mão de João Pina e atravessamos momentos africanos com Ralph Ziman. Entre outras preciosidades destacamos um poema inédito de Manuel António Pina, escrito para uma das filhas no momento em que chegou aos 18 anos, um poema sobre a liberdade e o que isso acarreta. A “Egoísta” a surpreender de novo. Veja se a consegue apanhar”, conclui Patricia Reis.

Mário Assis Ferreira, Director da revista “Egoísta”, escreve no editorial intitulado “Politica e Ilusão”: há palavras que o tempo vai erodindo, que se desgastam no excesso de uso. Na dúvida, fui ao dicionário: “Politica – Arte ou ciência de governar um Estado, conjunto de fenómenos referentes ao Estado, ao poder, ao governo; conjunto de políticos”.

“Afinal não estava enganado! E então olhei à volta… Vi um mundo esquartejado em interesses conflituantes; vi países divididos entre o establishment e a ruptura; vi cânones medievais a justificar carnificinas; vi milhões de refugiados em condições sub-humanas; vi a impopularidade de quem os recebe e o populismo de quem os rejeita; vi a infâmia do fundamentalismo islâmico e o inócuo antidoto de laicismos radicais; vi a decadência das economias demo-liberais e a ascensão de outras, autocraticamente centralizadas; vi uma União Europeia fragmentada em nacionalismos estéreis e a sombra de um renascido poder a pairar sobre os Urais; vi o desemprego crónico, refugiado em quimeras assistenciais, camuflado em encómios às conquistas tecnológicas da robotização. Só não vi sinais da política, nem vislumbrei, em políticos, a visão regeneradora de um mundo feito em cacos que por, inépcia, eles deixaram estilhaçar…”, refere.

Lançada há 17 anos, a Revista “Egoísta” foi já galardoada com 77 prémios nacionais e internacionais na área do jornalismo, design, edição, criatividade e publicidade, o que a torna uma das publicações mais premiadas de Portugal e da Europa.

Em mais uma edição de colecionador, a “Egoísta - Política”, como as restantes, é para guardar. Os leitores da revista “Egoísta” podem encontrá-la à venda no Clube IN do Casino Estoril e do Casino Lisboa. A “Egoísta” tem, ainda, uma campanha de assinaturas e está disponível em www.egoista.pt


A Sony alcança um triplo sucesso nos Prémios TIPA 2017


A altamente prestigiada Technical Image Press Association reconheceu a inovação e o desempenho da Sony na indústria da imagem digital com três prémios TIPA.

Melhor DSLR Profissional: α99 II

A α99 II dispõe de um sensor CMOS Exmor R de 42,4 MP integrado no seu corpo em liga de magnésio, bem como de um buffer otimizado capaz de gerir até 12 fotogramas por segundo com seguimento de AF/AE. A gama ISO é de 100-25 600, sendo expansível até 102 400. O sistema AF de deteção de fases híbrido combina um sensor dedicado de 79 pontos com um sensor de plano focal de 399 pontos, resultando num sistema AF de deteção de fases híbrido de 79 pontos cruzados que oferece uma impressionante focagem com seguimento de alta velocidade e precisão. A α99 II permite ainda gravar vídeos em 4K com uma leitura total de píxeis (sem "binning") no formato XAVC S a 100 Mbps. Além disso, dispõe de estabilização de imagem de 5 eixos (uma vantagem de 4,5 incrementos).

Melhor Câmara Compacta Avamçada: DSC-RX100V

A RX100 V dispõe de um sensor CMOS Exmor RS de 1 polegada e de 20 MP, bem como de um visor eletrónico OLED e um ecrã LCD TFT de 3 polegadas - tudo integrado numa câmara que cabe facilmente no bolso. A sensibilidade ISO está compreendida entre 125 e 12 800, sendo expansível até 25 600 através do disparo contínuo sobreposto. A AF híbrida rápida combina 315 pontos de deteção de fases de plano focal com uma AF de deteção de contraste, oferecendo uma velocidade de focagem AF extremamente rápida de apenas 0,05 segundos. Além disso, oferece uma captação contínua de 24 fps com seguimento de AF/AE, graças ao novo chip LSI frontal. A lente de zoom 24-70mm f/1.8-2.8 ZEISS® Vario-Sonnar T* (equivalente) integrada tem a capacidade de focar a distâncias tão curtas como 0,17 pés (5 cm), no modo de distância focal ampla. Esta câmara oferece vários modos de vídeo e fotogramas, incluindo 4K e um sistema de estabilização de imagem SteadyShot™ integrado.

Melhor ActionCam: FDR-X3000R

A FDR-X3000R com capacidade 4K dispõe de um sensor CMOS Exmor R de 8,2 MP e inclui uma lente ZEISS® Tessar f/2.8 com grande angular. Esta unidade compacta integra um sistema de estabilização de imagem Balanced Optical SteadyShot™ exclusivo, que funciona mesmo nos modos de gravação 4K e de alta velocidade. A FDR-X3000R oferece ainda Wi-Fi integrado, com uma nova versão do telecomando Live-View, GPS e um microfone estéreo, além de uma minitomada estéreo. Os vários efeitos de captação disponíveis incluem a captação "time-lapse", captação de movimentos a alta velocidade e a captação a uma taxa de 120 fps. A FDR-X3000R beneficia de uma estrutura resistente a salpicos, contudo, está também disponível uma caixa estanque para a captação a profundidades de até 60 metros (197 pés).

segunda-feira, 24 de abril de 2017

USS Indianapolis – Homens de Coragem - 8 de Junho nos Cinemas


Nos últimos dias da Segunda Guerra Mundial, o navio de guerra USS Indianapolis entregou secretamente uma das duas bombas atómicas que viriam a pôr fim ao conflito. Porém, foi atacado pelo Japão e naufragou. A missão do USS Indianapolis era tão confidencial que nem foi dado como desaparecido, e apenas se soube do ataque ao navio quatro dias mais tarde. Presos nas águas infestadas de tubarões do Mar das Filipinas, os sobreviventes do USS Indianapolis suportaram a fome, a sede, o calor, o delírio, os ataques incessantes dos tubarões e a morte de inúmeros colegas. Baseado numa história verídica, USS Indianapolis – Homens de Coragem é realizado por Mario Van Peebles e conta com Nicolas Cage no papel do Capitão Charles B. McVay.


Casino Lisboa inaugurou exposição de pintura de Luis Vieira-Baptista


Mais de uma centena de pessoas estiveram, ontem, na Galeria de Arte do Casino Lisboa para assistir à inauguração da exposição de pintura “heArt beats”, da autoria de Luís Vieira-Baptista. Foi um original evento de índole cultural que se estendeu, ainda, ao Arena Lounge, distinguindo-se pelos importantes contributos do músico Silvestre Fonseca e do poeta Luis Filipe Sarmento. 

Num registo informal, Luís Vieira-Baptista convidou Silvestre Fonseca a subir ao palco central do Arena Lounge. Ambos protagonizaram um momento único, partilhando um descomprometido diálogo com o público. “Vamos ouvir uma simbiose muito especial de uma ligação de um autor à minha obra e vice-versa”, sublinhou Luís Vieira-Baptista.

Aplaudidos pelo público, o artista plástico selecionou sete obras (“A Chave perdida”, “Erupção primordial”, “A Catedral submersa”, “O Amor é forte como a Morte”, “E Deus criou a Mulher”, “E=mc2” e “Em sintonia com a Criação”) que foram compostas musicalmente, de forma inédita e original, pelo conceituado compositor e concertista de guitarra clássica, Silvestre Fonseca. 

Noutro momento alto da cerimónia, Luis Filipe Sarmento declamou um poema original intitulado “Um Poema Para o Luís” prestando homenagem aquele artista. O poeta leu, ainda, um texto do catálogo da exposição da autoria da curadora Conceição Vieira Coelho.

Os visitantes do Casino Lisboa podem observar, até 11 de Junho, a exposição de pintura “heArt beats”, da autoria de Luís Vieira-Baptista, que reúne 31 obras na Galeria de Arte.