quinta-feira, 30 de junho de 2016

Jacob Whitesides dia 25 de Outubro na Aula Magna


O cantor e compositor norte-americano Jacob Whitesides, detentor de um sucesso estrondoso nas redes sociais, traz a Portugal a digressão europeia “Lovesick tour”, com data marcada para dia  25 de Outubro na Aula Magna.


Dono de um talento inegável, de um espírito empreendedor e de um diálogo genuíno com os seus fãs, Jacob Whitesides é hoje um talento independente sem precedentes. As suas redes sociais já contam com números impressionantes que continuam a crescer organicamente de dia para dia. O músico acumulou até à data 1.6 milhões de seguidores no Twitter, 1.4 no Facebook, 972 mil no Instagram e 386 mil subscritores no Youtube.
O EP “A Piece Of Me”, o segundo do artista, apresentado ao público em Fevereiro de 2015, atingiu o #5 no top de melhor álbum  no iTunes norte-americano, tendo ficado em #1 no top de melhor artista, da mesma plataforma. No entanto, a sua base de fãs internacional não se ficou por aqui e espalhou-se pelo mundo conquistando países de todos os continentes.


Apesar da sua curta carreira, Jacob Whitesides já conta com uma digressão totalmente esgotada, em alguns dos países em apenas oito minutos. Os bilhetes para o espectáculo na Aula Magna serão colocados amanhã, dia 1 de Julho.  

Caixa Alfama - Programação Palco Tofa


Um dos espaços que faz parte do Festival desde a primeira edição é o Palco Tofa no Grupo Sportivo Adicense. O grupo de artistas que preencherá o cartaz das duas noites neste palco está confirmado: José da Câmara, Beatriz, João Casanova e Vânia Duarte.


José da Câmara tem quase 30 anos de carreira. Filho de D. Vincente da Câmara e sobrinho-neto de Maria Teresa de Noronha, tem mais de uma dezena de edições: discos em nome próprio ou colaborações que fazem do fadista um dos mais conhecidos da Canção de Lisboa.

Beatriz é uma fadista jovem. Estreou-se o ano passado com o álbum “Fado com cores alegres”. Nele participam os músicos Guilherme Banza, na guitarra portuguesa, Nélson Aleixo, na viola e Gustavo Roriz, no contrabaixo. Os 12 temas que constituem o disco de estreia correm vários estilos - desde o fado-canção, ao tradicional -, e por lá encontramos, entre outros,  "Barco negro", "Foi Deus", "Estranha forma de vida" e "Maria Lisboa", do repertório de Amália Rodrigues.

João Casanova é um veterano mas ainda e sempre em forma. Não tarda faz 50 anos de carreira. Dedicado e um verdadeiro apaixonado, contabilizar os seus clássicos e aparições na rádio seria tarefa impossível.

Vânia Duarte é cantora residente na Casa de Linhares ao lado de nomes como Jorge Fernando, Fábia Rebordão ou André Baptista, o que desde logo revela a sua qualidade. Extraordinária e multifacetada intérprete, tem no Fado o seu maior amor. Tem um disco editado, “Efeito de Fado” com a produção de Custódio Castelo e estará na 4ª Edição do Caixa Alfama.

Estrelas do Cinema, da Música e da Moda em Exposição pela primeira vez em Lisboa


No âmbito das comemorações que assinalam o Ano do Cinema e Audiovisual Português, o Centro Colombo traz à Praça Central, de 30 de Junho a 28 de Setembro, uma Exposição de Fotografias originais de Terry O’ Neill - fotógrafo britânico mundialmente conhecido, que registou os momentos espontâneos mais marcantes nunca antes captados da vida privada das grandes estrelas do Cinema, da Música e da Moda dos anos 60, 70 e da actualidade - marcando assim a 6ª edição do projecto “A Arte Chegou ao Colombo”.
Organizada pela Sonae Sierra em colaboração com o Grupo Arthemisia e com a Iconic Images, a Exposição Terry O’Neill – “Faces of the Stars” reúne, pela primeira vez em Lisboa, uma colecção de 50 fotografias que fazem parte da obra completa do fotógrafo que, desde o início dos anos 60, tem dedicado sua carreira à arte do retrato, registando imagens íntimas e espontâneas de ícones lendários do século XX. As fotografias, feitas com uma câmara de 35 mm e fora do ambiente do estúdio de Terry O’Neill, revolucionaram os retratos formais da época, podendo agora ser apreciadas, no Centro Colombo, numa mostra inédita da qual fazem parte nomes mundialmente conhecidos como os de David Bowie, Bruce Springsteen, Amy Winehouse, Al Pacino, Tina Turner, Frank Sinatra, Brigitte Bardot, Ava Gardner, Jane Fonda, Harrison Ford, Clint Eastwood e, ainda, dos Rolling Stones e dos Beatles, entre outros.

Marco Polo de regresso ao Netflix


A partir de amanhã a epopeia do aventureiro e comerciante veneziano, Marco Polo, continua em exclusivo na Netflix. A segunda temporada da série épica original, Marco Polo é protagonizada pelo actor italiano Lorenzo Richelmy e conta com a participação de Michelle Yeoh.



Os novos episódios de Marco Polo contam uma história repleta de de traições e intrigas na corte do grande Kublai Kan na China do séc. XIII. A nova temporada, composta por 10 episódios, tem no elenco além de Lorenzo Richelmy (Marco Polo) e Michelle Yeoh (The Handmaiden), Benedict Wong (Kublai Khan), Joan Chen (Imperatriz Chabi), Zhu Zhu (Kokachin), Tom Wu (Cem Olhos), Olivia Cheng (Mei Lin), Claudia Kim (Khutulun), Rick Yune (Kaidu), Remy Hii (Príncipe Jingim), Mahesh Jadu (Ahmad), Uli Latukefu (Byamba), entre outros.

John Fusco, autor do galardoado filme Spirit, Stallion of the Cimarron, é o criador e produtor executivo de Marco Polo, juntamente com Dan Minahan, cujos trabalhos anteriores incluem Homeland e Game of Thrones. Patrick Macmanus, Harvey Weinstein, Bob Weinstein e Elizabeth Sarnoff também participam como produtores executivos da segunda temporada. Marco Polo é uma produção da The Weinstein Company para a Netflix.


O Advogado Mafioso de John Grisham chega amanhã às livrarias


John Grisham está de volta com um thriller judicial de leitura absolutamente viciante, no qual o protagonista – Sebastian Rudd – é um advogado pouco comum: «A única alternativa honrosa para um advogado empenhado em salvar um cliente inocente é enganar na defesa». É assim que se apresenta o protagonista de O Advogado Mafioso, o nono romance a ser publicado pela Bertrand Editora da autoria do aclamado escritor best-seller. 
O Advogado Mafioso chega às livrarias no dia 1 de julho. Uma obra que se constrói nas sombras da lei e na zona cinzenta da moral e da ética. «Sou pago pelo Estado para proporcionar uma defesa de primeira classe a um arguido acusado de homicídio, e isso exige que eu lute com todas as forças e arme uma barafunda dos diabos numa sala de audiências onde ninguém me está a ouvir», diz Sebastian Rudd, que para fazer justiça socorre-se de todos os meios necessários, até mesmo fazer batota. Sebastian Rudd é um herói pouco convencional, mas astuto; trapaceiro, porém justo. «Uma espécie de justiceiro solitário» nas palavras de John Grisham. 
John Grisham é o autor mais popular da América e um dos mais populares do mundo, com mais de 300 milhões de exemplares vendidos e traduzido para 40 línguas. Os seus títulos foram por diversas vezes nº 1 do The New York Times. É, igualmente, em Portugal um autor de grande sucesso.

Sobre o autor

John Grisham é autor de quase trinta romances, uma obra de não ficção, uma colecção de contos e cinco livros para jovens. Vive na Virgínia e no Mississippi. 

Mariza, “Mundo 360o”nos Coliseus de Lisboa e Porto


Já estão à venda os bilhetes para os concertos de Mariza, “Mundo 360o”. A artista está de regresso aos Coliseus de Lisboa e Porto para dois espectáculos especiais, que se realizam a 9 de Novembro (Coliseu do Porto) e 11 de Novembro (Coliseu de Lisboa).

Com um registo intimista, mostrando o lado mais pessoal e emocional da artista, Mariza volta a pisar o palco dos Coliseus para dois concertos que prometem envolver o público no mundo da mais internacional artista portuguesa. “Mundo 360o”, mais que uma forma de ver e viver o espectáculo, tem como principal objectivo mostrar ao público o mundo de uma das maiores vozes do Fado.

Nestes dois concertos especiais nos Coliseus, estará em destaque o mais recente álbum de Mariza, sem no entanto esquecer grandes temas como “Ó Gente da Minha Terra”, “Chuva” e “O Tempo Não Para”. Lançado em Outubro de 2015, Mundo, que conta com sucessos como “Paixão” e “Melhor de Mim”, mostra o lado mais maduro da artista, deixando o seu mundo a descoberto. Com mais de 30 discos de platina, vários prémios nacionais e internacionais e duas nomeações para os Grammy Latinos, Mundo valeu, ainda, a Mariza o prémio de “Melhor Artista” nos Songlines Music Awards 2016, atribuídos pela conceituada revista britânica Songlines.

Os concertos “Mundo 360o”, de Mariza, voltam a contar com o apoio da Associação Mutualista Montepio, empenhada em divulgar a música portuguesa.

Um+Um=Três de Dave Trott, nas livrarias a 8 de Julho


A 8 de Julho, chega às livrarias Um+Um=Três, de Dave Trott, pela Pergaminho, e promete um novo olhar sobre a criatividade. Autor de vários livros sobre marketing, publicidade e criatividade, e fundador de quatro agências publicitárias premiadas, Dave Trott explora o impulso criativo e os processos que acontecem no cérebro para a criação de ligações e de novas ideias. 
Recorrendo a inúmeros exemplos e a casos verdadeiros, Dave Trott lança este mês em Portugal esta compilação de histórias que explora o pensamento dos processos criativos. Desde o sonho de John Lasseter de trabalhar na Disney, à destreza de Orson Wells na realização do seu primeiro filme em Hollywood e ainda à criação do programa “Remição pela Leitura”, que permite que os reclusos no Brasil reduzam dias na sua pena sempre que lêem um livro, Dave Trott partilha dezenas de breves histórias que ilustram a forma como o processo criativo acontece no dia-a-dia. 
«Essa foi uma parte da minha intenção ao escrever este livro. Quanto mais variadas forem as contribuições e mais inesperadas as combinações, mais criativas serão as ideias», afirma Dave Trott na introdução de Um+Um=Três. «Por isso, a nossa criatividade está directamente relacionada com a quantidade de ligações que conseguimos criar. E isto está directamente relacionado com a quantidade de coisas novas e invulgares a que expomos as nossas mentes. E é esse o objectivo deste livro.» 

Sobre o autor

Dave Trott é autor de vários livros sobre marketing, publicidade e criatividade. É fundador de quatro agências publicitárias premiadas. Em 2004 foi distinguido com o D&AD President’s Award pela sua carreira em publicidade. 

Taxi de Jafar Panahi no CineConchas


A Midas Filmes volta a associar-se à programação do CineConchas, desta vez para a projecção do filme Taxi de Jafar Panahi. 

O filme é exibido no próximo dia 7 de Julho às 21h45, ao ar livre, no Parque Quinta das Conchas e dos Liláses. A entrada é livre.

Um táxi circula pelas ruas coloridas e vibrantes de Teerão. Vários passageiros entram no táxi e vão falando ingenuamente sobre as suas opiniões com o taxista, que é o próprio realizador Jafar Panahi. A câmara colocada no seu estúdio móvel permite capturar o espírito da sociedade Iraniana através desta viagem divertida e dramática.

7ª Arte - Estreias de cinema de 30-06-2016

Estreias de cinema de 30 de Junho de 2016


Esta semana dentre as várias estreias de cinema nas salas nacionais o "Cultura e não Só" destaca as seguintes:



Fritz Bauer: Agenda Secreta

No final dos anos 1950, Fritz Bauer foi o juiz e advogado que conseguiu levar antigos nazis como Adolf Eichmann à justiça, tendo ajudado na captura e tratado do julgamento e condenação de um dos principais arquitectos do Holocausto, que estava na altura a viver na Argentina. Este thriller de Lars Kraume, que venceu o Prémio do Público no Festival de Locarno, foca-se nessa demanda por levar Eichmann a julgamento em Israel. Isto além das adversidades por que Bauer, que aqui é interpretado por Burghart Klaußner (de Adeus, Lenine!, O Laço Branco e Comboio Nocturno para Lisboa), passou numa Alemanha ainda não completamente livre da mentalidade nazi, em que ainda havia muitos simpatizantes dessa ideologia até em cargos públicos. E, por ter recorrido a alianças com a Mossad para conseguir levar o tenente-coronel à justiça, acabou por ser visto por muitos como um traidor à pátria.



Agora ou Nunca

Depois de vários anos de namoro, os espanhóis Eva e Alex estão decididos a oficializar a sua relação. Para que tudo seja perfeito, combinam a cerimónia numa pequena povoação de Inglaterra, o lugar onde se viram pela primeira vez e se apaixonaram irremediavelmente. Tudo parece correr bem com os preparativos para a festa e todos se sentem felizes com o aproximar da data. Mas quando os controladores de tráfego aéreo decidem fazer greve, impedindo que o noivo e os seus convidados se encontrem com a noiva e o resto da família, Eva e Alex entram numa espiral de aborrecimentos que quase os faz querer partir para o divórcio… antes mesmo de se casarem. Assim, o que à primeira vista parecia saído de um filme romântico depressa se transforma numa espécie de “thriller” psicológico...
Uma comédia de costumes que conta com realização de Maria Ripoll (“Ironia do Destino”, “Utopía”) segundo um argumento de Jorge Lara e Francisco Roncal. O elenco conta com a participação de María Valverde, Clara Lago, Dani Rovira e Alicia Rubio, entre outros. 



A Minha Vaca é uma Estrela

Um agricultor argelino que dedicou a vida a cuidar de Jacqueline, a sua vaca, tem como sonho ir ao Salão Internacional de Agricultura, em Paris (França). Um dia, recebe finalmente o convite e põe-se a caminho, por barco até Marselha e – por ter gasto todo o dinheiro que tinha na viagem – a pé a partir daí, sempre com a vaca ao lado, a cruzar-se com todo o tipo de pessoas da urbanidade francesa que, escusado será dizer, estranham a situação toda. A meio, é descoberto pela imprensa e aparece na televisão, tornando-se um fenómeno junto do público. Eis a premissa desta comédia co-escrita pelos franco-argelinos Mohamed Hamidi, que realizou o filme, e Fatsah Bouyahmed, que o protagonizou. Actores como Lambert Wilson, da trilogia Matrix, e Jamel Debbouze, de O Fabuloso Destino de Amélie Poulain, também aparecem por aqui, além de haver cameos de figuras conhecidas, entre apresentadores e jornalistas, da televisão francesa como Anne-Sophie Lapix, Cyril Hanouna ou Élise Lucet. Os produtores são os mesmos do sucesso de 2011 Amigos Improváveis, pelo que é expectável o mesmo tom de comédia com muito sentimento.

quarta-feira, 29 de junho de 2016

O melhor de Cannes em DVD com o Público em Julho


Nas quartas-feiras de Julho, a Midas Filmes lança com o Público 4 DVD com os melhores FILMES DO MUNDO de Cannes 2015. 

O Filho de Saul, A Assassina, Cemitério do Esplendor e Dheepan- Refúgio serão editados com o jornal e nas lojas de 6 a 27 de Julho. Os filmes mais apreciados pelo público e a crítica e premiados no Festival de Cannes 2015, inéditos em DVD.

Na quarta-feira, 6 de Julho, é editado O Filho de Saul de László Nemes. O filme foi premiado com o Grande Prémio e o Prémio da Crítica Internacional no Festival de Cannes e ganhou o Oscar e o Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro. 

O Filho de Saul é um dos mais impressionantes filmes sobre o holocausto. Saul é um Sonderkommando em Auschwitz-Birkenau, o grupo de prisioneiros judeus isolados do campo de concentração e forçados a dar apoio aos Nazis, que descobre o corpo de um rapaz que reconhece como sendo seu filho e que tudo fará para lhe dar um funeral digno. 

Na quarta-feira, 13 de Julho, é a vez de A Assassina, de Hou Hsiao-Hsien, que recebeu em Cannes o Prémio de Melhor Realizador.
A Assassina é um filme de uma beleza de cortar a respiração. A história de uma jovem mulher que é transformada numa implacável assassina e um dia é enviada pela preceptora para a sua terra natal com ordem para matar o homem a quem tinha sido prometida. 

Na quarta-feira, 20 de Julho, é editado Cemitério do Esplendor, de Apichatpong Weerasethakul. 
Cemitério do Esplendor é um dos mais belos e mágicos filmes do realizador tailandês. Um filme sobre lendas, história, memórias e sonhos. Jen é uma voluntária que cuida de um soldado com uma misteriosa doença de sono, num hospital situado numa região mítica. 

E finalmente na quarta-feira, dia 27 de Julho, é editado Dheepan – Refúgio de Jacques Audiard, Palma de Ouro no Festival de Cannes. 
Dheepan – Refúgio é a história de um antigo soldado, uma jovem mulher e uma menina que para fugir à guerra no Sri Lanka se fazem passar por uma família. Um filme comovente sobre a forma como vão tentar construir uma vida juntos na periferia de Paris.

Cada DVD tem um preço de 10 euros e o custo total da colecção é de 40 euros.

Béla Tarr na Cinemateca Portuguesa e em DVD


Por ocasião da vinda do cineasta Béla Tarr à Cinemateca Portuguesa, a Midas Filmes em parceria com o Cinema Ideal terá nas próximas duas semanas os dois packs com a obra quase integral do realizador à venda por apenas 40 euros.

O primeiro pack tem os filmes: O Tango de Satanás, As Harmonias de Werckmeister, Danação e O Cavalo de Turim. O segundo pack inclui os filmes: O Ninho Familiar, Relações Pré-Fabricadas, Hotel Magnezit, Almanaque de Outono, Macbeth, Viagem pela Planície e Prólogo. Uma oportunidade de comprar as obras-primas do realizador a um preço excepcional, à venda no Cinema e no Salão Ideal. 

O Tango de Satanás é a obra-prima de Béla Tarr. Com a chegada do fim do Comunismo, uma quinta comunitária desagrega-se. Algumas pessoas querem partir com o dinheiro que vão receber. Mas o regresso de Irimias, desaparecido há mais de dois anos e que todos pensavam morto, vai perturbar os acontecimentos. 

Em As Harmonias de Werckmeister, numa pequena cidade de província, centenas de homens esperam, apesar das temperaturas negativas, ver uma baleia embalsamada. Vieram pessoas de todo o país para ver o animal e a presença de estranhos está a destabilizar a vida da pequena cidade. As relações começam a mudar, os mais ambiciosos tentam aproveitar-se da situação, enquanto os restantes se afundam em incertezas. 

Danação é o filme que trouxe o reconhecimento mundial a Tarr. É a história de Karrer, um desgraçado que se apaixona por uma cantora de cabaret casada numa cidade mineira húngara. Sonha com uma vida melhor com ela e acaba por envolver o marido num esquema, para conseguir mais tempo com a mulher, mas o plano corre mal. 

O Cavalo de Turim foi o primeiro filme de Béla Tarr a estrear comercialmente em Portugal de Béla Tarr, um dos nomes mais singulares do cinema europeu contemporâneo e a estreia foi considerada como um dos acontecimentos do ano.

O Ninho Familiar, primeiro filme de Tarr é o retrato puro e duro de uma numerosa família que partilha um pequeno apartamento durante uma crise no mercado nacional de habitação. O excesso de pessoas a viver na mesma casa cria uma pressão no casamento de Laci, um soldado que acaba de ser dispensado do exército, e da sua mulher Irén, que passa os dias à procura de uma casa para ambos. O Ninho Familiar oferece uma pungente crítica ao patriarcado e revela os primeiros indícios da mestria inata de Tarr. 

Relações Pré-Fabricadas é o retrato de um jovem casal de classe média, que nos aproxima das emoções mais cruas que o mistério do amor faz brotar à medida que se vai revelando. Filmado em blocos "pré-fabricados" de bairros de habitação pública, a narrativa é simultâneamente uma visão clara sobre uma relação amorosa e um retrato surrealista de um determinado contexto histórico e social. 

Em Hotel Magnezit, numa casa de operários, um homem é acusado de roubar. É despedido da fábrica onde trabalha e obrigado a sair da propriedade. 

Almanaque de Outono é o retrato de quatro pessoas que partilham o tecto com a proprietária do apartamento e se desdobram em esquemas e manipulações, neste drama caseiro que une a temática do realismo social abordado nos primeiros filmes de Tarr a um posterior brio estilístico. 

Macbeth é a adaptação de Macbeth por Béla Tarr. Preserva a tensão do original reiventando a luz e o espaço cénico. O actor húngaro Gyorgy Cserhalmi interpreta o icónico papel principal, acompanhado por assombrosos close-ups que descobrem o espírito conflituoso e atormentado da personagem. 

Em Viagem pela Planície, Mihály Víg introduz o espectador ao universo dos poemas de Sándor Petöfi, numa homenagem ao poeta húngaro. 

Prólogo é filmado num sublime preto e branco e acompanhado pela música de Mihály Víg. Foi a contribuição de Béla Tarr para o projecto Visions of Europe.

Victoria de Sebastian Schipper


Victoria, de Sebastian Schipper, um filme impressionante, filmado numa única noite, em tempo real, 136 minutos seguidos, sem cortes e numa única sequência, estreia em Portugal a 14 de Julho.

O filme ganhou o Urso de Prata de Contribuição Artística Extraordinária no Festival de Berlim e os seis mais importantes prémios do cinema alemão: Melhor Filme, Melhor Realizador, Melhor Actriz, Melhor Actor, Melhor Fotografia e Melhor Banda-Sonora. 

Victoria, uma jovem espanhola, diverte-se na noite berlinense. Encontra quatro rapazes numa discoteca: Sonne, Boxer, Blinker e Fuß. Começam a falar, Sonne e Victoria sentem-se atraídos um pelo outro, mas o flirt é interrompido pelos outros amigos. Por causa de uma dívida, acabam por arrastar Victoria para conduzir um carro roubado. O que começa como um jogo acaba por se tornar em algo perigoso. Uma noite, um filme filmado num só plano, de cortar a respiração.

Luiz Caracol com novos concertos anunciados


Enquanto Luiz Caracol ultima as gravações do seu novo álbum, "Metade",  pode já preparar-se para ouvir em primeira mão, se não metade, pelos menos parte dos seus novos temas em concerto:

08 Julho – 00h00 -  Almada (Festival de Almada - Escola António Costa)
15 Julho -  21h30 - Bragança (Palco da Praça - Teatro Municipal)
16 Julho – 21h30 - Vila Real (Teatro Municipal)
17 Julho – 21h30  - Ilha de Arousa - Galiza (Festas de Arousa)
19 Julho – 21h30  - Santiago de Compostela (Praça do Toural)

Novo Mercedes-AMG GT R


Directamente da pista automóvel mais exigente do mundo para a estrada. Nunca a Mercedes-AMG equipou tanta tecnologia do desporto automóvel num veículo de produção como no novo AMG GT R. O conceito de motor dianteiro-central com caixa de velocidades no eixo traseiro, o motor V8 biturbo com uma potência máxima de 430 kW/585 CV, a suspensão modificada, a nova aerodinâmica e a construção inteligente de baixo peso, estabelecem as bases para uma experiência de condução particularmente dinâmica. A exclusiva pintura especial "AMG green hell magno" não deixa dúvidas no que diz respeito à origem deste veículo desportivo, que passou a maior parte do tempo do seu desenvolvimento no "Inferno Verde" do circuito de Nurburgring. 

As asas dianteira e traseira inferiores mais largas permitem uma maior largura das vias, resultando num aumento da aderência em curvas mais rápidas. O novo para-choques dianteiro, a asa traseira e o novo para-choques traseiro com duplo difusor melhoram a eficiência aerodinâmica e ajudam a assegurar a aderência. As jantes de baixo peso instaladas em pneus de competição foram igualmente desenhadas para a máxima dinâmica de condução. O mesmo se aplica a outras características, tais como o sistema activo de direcção traseira, o sistema de controlo de tracção ajustável de nove regulações e a suspensão adaptativa com controlo electrónico. Além disso, a nova grelha AMG Panamericana salienta o carácter único do AMG GT R. A sua forma característica com os estabilizadores verticais celebrou a sua estreia mundial nos veículos de competição Mercedes AMG GT3 e agora pela primeira vez é instalada num veículo de produção AMG. 

O terceiro membro da família AMG é o novo ponta-de-lança da gama de modelos AMG. Equipado com tecnologias pioneiras, o AMG GT R foi desenhado tendo em mente a utilização em pista. O seu desenvolvimento foi principalmente baseado na vasta experiência adquirida no AMG GT3 e no campeonato German Touring Car Masters. Os 3.6 segundos para acelerar dos 0 aos 100 km/h e a velocidade máxima de 318 km/h combinados com a excepcional dinâmica de condução, resultam em tempos extremamente baixos. A nova cor exclusiva "AMG green hell magno" estabelece uma ligação visual ao "Inferno Verde", o cognome do lendário "Circuito Norte" de Nurburgring. O desempenho irrepreensível em pista deve-se à construção inteligente de baixo peso que inclui reforços específicos em alumínio e carbono na carroçaria, ao evoluído motor V8 biturbo com a caixa de sete velocidades de dupla embraiagem especificamente adaptada, à aerodinâmica inovadora com componentes activos e à nova suspensão com sistema activo de direcção traseira e juntas esféricas. 

O conceito de motor dianteiro central e a caixa de velocidades instalada no eixo traseiro, uma característica comprovada do AMG GT e do AMG GT S, beneficia a distribuição de peso tendencialmente para o eixo traseiro, na proporção de 47.3 : 52.7. Juntamente com o baixo centro de gravidade do veículo, isto traduz-se num comportamento extremamente ágil e permite a realização de curvas a elevada velocidade. Com uma relação peso/potência de 2.66 quilogramas por cavalo, o Mercedes-AMG GT R conquista o primeiro lugar no seu segmento.


Estreita colaboração entre os especialistas de design e aerodinâmica
Durante o desenvolvimento do novo AMG GT R, os engenheiros de aerodinâmica e os designers trabalharam intensamente em estreita colaboração. O idioma de design da AMG forma a base para a expressiva aparência geral e um visual extremamente distinto. A forma segue a função e a função suporta a forma. Todos os elementos possuem um benefício técnico inerente e contribuem para a melhoria da dinâmica de condução, enquanto os especialistas de aerodinâmica transformaram os desejos dos designers em realidade. Esta ligação resultou inclusivamente numa inovação cuja patente se encontra pendente. 
O design do AMG GT R incorpora pureza sensual. Apesar da carroçaria escultural e dos componentes desportivos, a nova grelha AMG Panamericana é verdadeiramente atraente. Esta característica exclusiva também foi adoptada do desporto automóvel e celebra a sua estreia em veículos de produção em série no AMG GT R: Os 15 estabilizadores verticais cromados conferem um visual semelhante ao do novo veículo de competição AMG GT3. A forma básica da nova grelha do radiador remonta ao veículo de competição Mercedes Benz 300 SL que venceu a lendária prova automobilística Panamericana no México em 1952.

Mercedes-Benz inicia produção do novo GLC Coupé


A produção do novo GLC Coupé foi iniciada na fábrica da Mercedes-Benz em Bremen. Este é o segundo novo modelo a ser lançado na fábrica. Com o SUV de médias dimensões, a Mercedes-Benz aplica a fórmula vencedora do GLE Coupé a um segmento mais compacto. O seu design dinâmico e expressivo, a suspensão desportiva de série com suspensão pneumática opcional e o sistema de tracção integral permanente 4MATIC com caixa de velocidades automática 9G-TRONIC, tornam o GLC Coupé a combinação perfeita entre um SUV e um coupé desportivo.

Produção na fábrica de Bremen em pleno andamento
O alargamento do portfólio de produtos para dez modelos é acompanhado de uma crescente necessidade no que diz respeito a uma elevada flexibilidade de produção na fábrica de Bremen. Consequentemente, o novo SUV é fabricado na mesma linha de montagem que o Classe C Limousine, do Classe C Station e do GLC. Isto significa que dois em cada três pavilhões de montagem na fábrica de Bremen, fabricam quatro modelos na mesma linha de montagem.

Ergonomia e eficiência na produção
O processo de montagem do GLC Coupé marca a utilização pela primeira vez de uma nova fixação do banco, que roda o trabalhador numa posição ergonómica para o interior do veículo, que é mais difícil de aceder devido à típica linha coupé do tejadilho. Isto facilita particularmente a instalação dos componentes de revestimento dianteiros e traseiros.

Os componentes individuais da carroçaria do GLC Coupé são produzidos na própria secção de prensas da fábrica, numa das linhas de prensas mais avançadas do mundo. Na secção da carroçaria, esta é produzida na mesma linha do GLC de uma forma que permite conservar recursos e reduzir custos. A reutilização das instalações de produção do anterior modelo GLK permitiram limitar a necessidade de gastos em novos bens de equipamento. A modernização possibilitou a adaptação das instalações às necessidades de produção dos novos modelos no que diz respeito à interacção e aos tempos de ciclo.

Noite de Fado no Casino Lisboa com Filipa Cardoso


Depois de amanhã a partir das 23 horas Filipa Cardoso reencontra-se com os visitantes do Casino Lisboa. Com um estilo muito próprio, a artista recupera os melhores êxitos da sua carreira, privilegiando as composições do álbum “Cumprir Seu Fado”. A entrada é livre.

Em noite dedicada ao fado, Filipa Cardoso apresenta-se, uma vez mais, no Arena Lounge para interpretar o seu melhor repertório. A fadista será acompanhada por Micael Gomes na guitarra portuguesa, Miguel Ramos na viola de fado e Vasco Sousa na viola baixo.

Recorde-se que, Filipa Cardoso lançou, em 2009, um álbum com 12 temas inéditos intitulado “Cumprir Seu Fado”. A fadista está a gravar um novo registo discográfico que será lançado em breve.

Após ter participado na 1º edição do Festival Caixa Ribeira, Filipa Cardoso esteve na Noruega, no FadoFestivalen, e passou por Luanda, em Angola. Com uma agenda preenchida, a artista viajou, em Novembro, até à Áustria e, em Dezembro, esteve pela primeira vez no Brasil para participar nas celebrações dos 80 Anos da Casa de Portugal de São Paulo.

Flea Market de Verão - Jardim do Passeio Alegre - Já este sábado


Sábado 2 de Julho, das 14h às 19h a Pulga marca encontro com os melhores compradores de fina tralha. No Jardim do Passeio Alegre poderão encontrar mais de 200 vendedores com bancas recheadas das melhores pérolas da segunda mão. Comes, bebes e música não vão faltar em mais uma tarde do Flea Market Porto.

Depois de 2 edições com muito êxito no Passeio Alegre, a União das Freguesias de Aldoar, Foz e Nevogilde volta a convidar o Flea Market – Feira da Pulga para mais uma edição de compra troca e venda no Jardim do Passeio Alegre.

Em tempo quente nada melhor do que um jardim cheio de sombra para acolher os muitos compradores, visitantes e vendedores da Pulga. A mais fina tralha do Norte estará assim a salvo dos raios de sol de Julho e disponível para todos aqueles que por lá quiserem passar.

Depois de uma intensa reabilitação o Jardim do Passeio Alegre está mais bonito do que nunca e será à volta do coreto que cerca de 200 vendedores se vão concentrar para vender todo o tipo de objectos em segunda mão. 
O Flea Market tem vindo a crescer sem parar, contando com uma média de 200 vendedores por edição e, mesmo assim, contando também com uma lista de espera de mais de 300 pessoas. 

Como sempre, o Flea Market trará consigo música e muita animação paralela. Desta vez contaremos com o colectivo Tropicaustica que trará os sons cálidos do tropicalismo sul-americano e africano. Os comes e bebes ficam na mão de La Catrina (gastronomia mexicana), de Chef Tapioca com os seus produtos frescos e saudáveis e por fim o café vem pela já conhecida Combi. 

O Flea Market é já um conhecido evento cultural, representativo da agitada agenda da cidade. O Flea Market é uma iniciativa original de Barcelona e representada em Portugal pela S.P.O.T. (Sociedade Portuense, Outras Tendências, Lda.) 

Casino Lisboa acolhe exposições até ao próximo Domingo 3 de Julho


Os visitantes do Casino Lisboa podem observar, até ao próximo Domingo, dia 3 de Julho, duas originais exposições, no âmbito das comemorações do centenário da Aviação Militar. A Galeria de Arte, localizada no amplo espaço circundante ao Arena Lounge, exibe a exposição “Aviação Militar em Portugal: Ontem e Hoje!”, enquanto a Galeria de Arte Panorâmica, no 3º piso, recebe a exposição de pintura “Aeronáutica, Nas Asas do Vento”, da autoria de António de Lemos Viana. 

Em parceria com a Força Aérea Portuguesa, o Casino Lisboa associa-se, assim, às comemorações do centenário da Aviação Militar em Portugal. A entrada é livre.

Exposição “Aviação Militar em Portugal: Ontem e Hoje!”
A Galeria de Arte, situada no amplo espaço circundante ao Arena Lounge, acolhe a exposição “Aviação Militar em Portugal: Ontem e Hoje!”. Trata-se de uma exposição que reúne uma singular mostra fotográfica e duas emblemáticas aeronaves da Força Aérea Portuguesa: um modelo Tiger Moth e um Blanik.

LET-23 Super Blanik: Foi realizado, em 1988, o primeiro voo dos planadores L-23 Super Blanik. Surgiram devido ao sucesso dos seus antecessores L-13 Blanik - fabricados em 1955. A fábrica LET foi responsável pelas duas construções e pela dinamização destes exemplares pelo mundo, muitos dos quais ainda operacionais. Os planadores L-23 Super Blanik foram escolhidos pela Academia da Força Aérea dos Estados Unidos e pela Academia da Força Aérea Brasileira para treino básico de duplo-comando.

A Força Aérea Portuguesa adquiriu três destas aeronaves em 1996, com o objectivo de substituir os motoplanadores Fournier RF-10. Os Super Blanik foram entregues, em Março desse mesmo ano, ao Centro de Voo do Departamento de Actividades Aéreas da Academia da Força Aérea. Foram utilizados numa fase inicial de aprendizagem dos alunos-pilotos, nomeadamente na prática de descolagem e aterragem, sendo normalmente rebocados pelas aeronaves Chipmunk.

De Havilland DH-82 Tiger Moth: Portugal operou um total de 151 Tiger Moth, tendo a Aeronáutica Militar adquirido os primeiros em 1932 aquando da substituição dos Caudron G-3 e dos Avro-504K. Foram adquiridas várias unidades da versão DH-82A sendo alguns desses modelos com a fuselagem em contraplacado, em vez de tela, e com um motor de 130 hp ao invés dos 120 hp originais. Em 1938, obteve-se a licença de construção, sendo construídos até 1952 nas Oficinas Gerais de Material Aeronáutico 91 aparelhos da versão DH-82A.

A Aviação Naval operou, também, os Tiger Moth, especificamente na versão DH-82A II com algumas modificações: derivas anti-vrille instaladas na traseira da fuselagem e fendas nas asas superiores para aumento de sustentação. Quando a Força Aérea procedeu à sua substituição pelos De Havilland Chipmunk, em 1956, cedeu alguns destes aparelhos a Aeroclubes nacionais, continuando a formar pilotos ao longo dos anos. O Museu do Ar possui vários exemplares, destacando-se o primeiro (matrícula 101) a ser produzido nas OGMA.

Exposição “Aeronáutica, Nas Asas do Vento”, de António de Lemos Viana
A Galeria de Arte Panorâmica, situada no piso 3, exibe a exposição de Pintura “Aeronáutica, Nas Asas do Vento”, de António de Lemos Viana. Nascido, em Lisboa, em 1959, António de Lemos Viana ingressou, aos 18 anos, na Força Aérea Portuguesa onde serviu com a especialidade de operador radarista de deteção em Unidades do Sistema de Defesa Aérea e como operador do simulador de voo Alpha-Jet na Base Aérea nº11, em Beja. Enquanto fez o seu percurso na carreira militar não abandonou a pintura. Frequentou o curso de pintura da Sociedade Nacional de Belas Artes (SNBA), tendo tido como professores Rui Mário Gonçalves e Rolando Sá Nogueira, entre outros.

A qualidade dos seus trabalhos cedo mereceu o apoio e estímulo das chefias e camaradas de armas, tendo desenvolvido a sua actividade de pintor e desenhador, valorizando a temática Aeronáutica. Foi convidado a pintar o exterior de aviões um trabalho em que foi precursor, numa tradição que caracteriza diversas esquadras da Força Aérea Portuguesa. Desenvolveu um vasto trabalho em diversas áreas como o desenho, a pintura a óleo, acrílico, aguarela e a aerógrafo. São exemplo deste último a pintura da fuselagem de dois aviões Alpha-Jet da Força Aérea, Esquadra de voo 301 “Jaguares” e alguns veículos como o VW “carocha”, entre outros. No entanto, é sem dúvida o trabalho a óleo sobre tela o de maior preponderância no seu percurso e aquele que privilegia.

Ambas as exposições estarão patentes ao público até 3 de Julho, de Domingo a Quinta-Feira, das 15h00 às 03h00, e às Sextas-Feiras, Sábados e vésperas de feriado, das 16h00 às 04h00, no Casino Lisboa.

Festival de música de Mafra


A Câmara Municipal de Mafra e a cultur'canto associação cultural co-organizam a II edição do in’Cantate - Festival de Música de Mafra, com o objectivo de dar continuidade à estratégia de divulgação da música de qualidade em diferentes localidades do Concelho.

O in’Cantate é um festival de verão que visa explorar um conceito artístico distinto, ao associar o esplendor da música erudita com a beleza genuína de diferentes espaços emblemáticos do Concelho de Mafra. Através de múltiplas formas de expressão musical, o in’Cantate pretende proporcionar uma experiência musical autêntica dirigida a toda a comunidade, possibilitando o acesso gratuito à música de qualidade, interpretada por artistas e grupos consagrados. A II edição do festival foca a interpretação da música vocal e instrumental com a colaboração da Banda da Escola de Música Juventude de Mafra.

Tem como principais objectivos, valorizar a cultura musical erudita em Mafra, dinamizar essa prática de forma descentralizada para alcançar maior público, apostar na diversidade musical e intercâmbio de experiências entre artistas e intérpretes, fundar uma plataforma relevante dedicada ao desenvolvimento colectivo da música erudita em Portugal posicionando-se como referência do género.

A II edição do in’Cantate integra um programa musical abrangente e diversificado que destaca várias épocas da história da música ocidental, incluindo obras do cancioneiro tradicional português e do mundo. Assista aos concertos a realizar nos dias 1, 2 e 3 de Julho na Malveira, Ericeira e Mafra. Em três dias, irão actuar sete grupos musicais convidados totalizando mais de 220 cantores e 40 instrumentistas.

terça-feira, 28 de junho de 2016

The Cure Tour 2016


A banda britânica The Cure vai realizar 30 espectáculos  em 17 países europeus, com passagem garantida por Portugal no dia 22 de Novembro em Lisboa. Esta será a maior digressão europeia desde 2008. 
Durante os últimos sete anos a banda realizou grandes espectáculos em Londres, tendo também sido headliner de alguns dos maiores festivais europeus entre os quais Roskilde, Werchter, Reading & Leeds, Optimus Alive!, Pinkpop, Hurricane & Southside, Paleo, Vieilles Charrues, BBK, Belfort, Frequency, Electric Picnic e Bestival.

"THE CURE TOUR 2016" irá explorar 37 anos de canções, desde os grandes hits aos temas menos conhecidos, bem como algumas músicas ainda não apresentadas aos fãs. A banda garante uma nova produção de palco que promete fazer deste um dos concertos obrigatórios do ano.
Em palco estarão Robert Smith (voz/guitarra), Simon Gallup (baixo), Jason Cooper (bateria), Roger O'Donnell (teclados) e Reeves Gabrels (guitarra).
The Twilight Sad será a banda de suporte em todos os concertos da digressão.



Ana & Jorge - 10 Anos


Dez anos depois do encontro histórico que reuniu os talentos dos dois grandes artistas, Ana Carolina & Seu Jorge refazem a parceria num novo espectáculo e finalmente agendam pela 1º vez uma aguardada vinda a Portugal juntos!
Os seus caminhos artísticos cruzaram-se pela primeira vez, num projecto com apenas quatro apresentações ao vivo, mas que se transformou num enorme sucesso, com um CD e um DVD que chegaram aos primeiros lugares dos “tops musicais” do Brasil e Portugal e se transformaram num dos maiores recordistas de venda da música popular brasileira. 
Desde 2005 este encontro ainda ecoa por todas as rádios, reflectido através de canções como “É isso aí”, versão de Ana Carolina para o hit de Damien Rice “The Blowers Daughter” escrita para o filme “Closer”, e até hoje um grande sucesso.
Apesar do sucesso deste espectáculo e do lançamento do CD e DVD, Ana e Jorge já tinham projectos a solo que não permitiram que fosse realizada uma tournée de lançamento dos produtos, com a reapresentação do concerto gravado. A decisão confirmou-se como tendo sido a melhor, na época. Durante os anos seguintes, Ana Carolina e Seu Jorge construíram cada um uma sólida carreira, com muitos sucessos, muitos prémios e principalmente, um imenso reconhecimento do público.
Decorridos pouco mais de 10 anos, os artistas decidiram comemorar em grande estilo o seu encontro único, organizando em conjunto a tournée que não foi possível realizar em 2005.
O sentimento, o carinho e a alegria são exactamente os mesmos, prometendo neste novo encontro toda a energia e espontaneidade que marcaram o primeiro encontro da dupla há mais de 10 anos.
Dia 28 de Outubro de 2016, o duo Ana & Jorge finalmente chega pela primeira vez a Portugal! Vai ter valido a pena esperar.
Senhoras e senhores, com vocês e pela 1ª vez em Portugal: Ana & Jorge!




D.A.M.A na MEO Arena em Outubro


Centenas de concertos depois, 2 platinas, dezenas de salas esgotadas...Os D.A.M.A chegam no dia 21 de Outubro à maior e mais importante sala do país - MEO Arena.

D.A.M.A , sigla para a expressão “Deixa-me Aclarar-te a Mente Amigo“, começou por ser um projeto pop/rap, tendo vindo, progressivamente a libertar-se de quaisquer restrições musicais, procurando sempre escrever e compor músicas com que as pessoas se identifiquem, mas acima de tudo músicas que transmitam energia positiva!

Os D.A.M.A., que foram a grande revelação da música portuguesa dos últimos 2 anos, são hoje a grande certeza de carreira com reconhecimento no pop português.

O primeiro álbum “Por uma questão de principio" deu o mote com “Às vezes" , "Luísa", entre outros com milhões de visualizações no Youtube, e assim se deu o fenómeno nacional!

O último disco editado em Outubro de 2015 tem já 3 singles de autênticos hits das rádios e dos concertos ao vivo: “Não Dá”, “Não faço Questão" com Gabriel o Pensador e “Agora é tarde“.

Dia 21 de Outubro, preparam-se para uma grande banda ao vivo e um concerto imperdivel para todos, sem excepção, curtirem e cantarem.

Carlos Santana apresenta "Luminosity 2016" no Meo Arena


O Multi-instrumentista e compositor Carlos Santana vai actuar em Portugal em nome próprio no próximo mês de Julho. A digressão "Luminosity 2016" tem o propósito de apresentar o novo longa duração que será editado no próximo mês de Abril.
O novo disco de estúdio “Santana IV” foi apresentado ao público no dia 15 de Abril, com um regresso ao lineup dos anos 70, de novo ao lado de Gregg Rolie, Neal Schon, Michael Carabello e Michael Shrieve. A capa do novo álbum traz boas memórias aos fãs, uma vez que se trata de um remake da icónica imagem do disco homónimo de 1969.
Santana conquistou uma grande projecção mundial em 1969 após a actuação no festival Woodstock. Hoje conta com uma longa lista de prémios, entre os quais 10 Grammy Awards, três Latin Grammy Awards e um Billboard Century Award (1996). Após 40 anos de carreira o músico conta com uma vasta lista de álbuns editados, tendo vendido mais de 100 milhões de discos e actuado para mais de 100 milhões de fãs em todo o mundo.


Mercedes-Benz com ação de responsabilidade social na Praia Grande


Cerca de 50 Colaboradores da Mercedes-Benz Portugal e da EvoBus Portugal uniram esforços recentemente para proporcionarem aos utentes do Centro de Educação para o Cidadão com Deficiência (C.E.C.D.) de Mira Sintra, um dia muito especial com uma acção de responsabilidade social na Praia Grande, em Sintra.
Foram mais de 100 pessoas, entre Colaboradores da Mercedes-Benz Portugal e EvoBus Portugal, utentes da C.E.C.D., da Associação Empresarial de Sintra e com o apoio da Camara Municipal de Sintra, que efectuaram em conjunto a limpeza da Praia Grande mesmo a tempo do início da época balnear. Esta acção desenvolvida voluntariamente entre as várias áreas combinou ainda com um pequeno curso de pastelaria, desenvolvido no Hotel Arribas, e que irá permitir à C.E.C.D. produzir e comercializar futuramente a partir das suas instalações sobremesas e biscoitos. Após uma manhã bastante atarefada e que reuniu cerca de 30 sacos de lixo do extenso areal da Praia Grande, foi ainda possível proporcionar a todos os participantes um baptismo de surf com uma aula nas areias limpas da praia.



Esta foi mais uma acção de responsabilidade social desenvolvida pela Mercedes-Benz Portugal e EvoBus Portugal, duas empresas do Grupo Daimler, que tiveram a participação entusiástica e solidária de todos os Colaboradores envolvidos.

Novo livro da série "Castle" nas livrarias


Estes dias têm estado muito quentes mas também há emoções a fervilhar No Calor da Noite. Este é já o terceiro livro do protagonista da série de TV Castle. Depois dos volumes anteriores, que têm igualmente como personagens centrais Richard e Kate, No Calor da Noite narra a nova aventura de Nikki Heat, determinada e ousada, tão fascinante e bem-humorada como a série em exibição no AXN. Nikki Heat foi afastada da polícia e embarca sozinha numa investigação. Só James Rook a poderá ajudar a recuperar o seu distintivo, fazendo aumentar a temperatura da sua relação.

Novo livro de Marie Kondo - «Alegria!» - nas livrarias dia 1 de Julho


Marie Kondo é a guru da arrumação mais respeitada em todo o mundo e chega-nos com o seu novo livro: Alegria! Um guia ilustrado da arte de arrumar a sua casa e a sua vida, pois como Marie Kondo diz: «A vida realmente só começa depois de pormos a nossa casa em ordem.» 

Marie Kondo é uma autora best-seller com mais de 6 milhões de livros vendidos tudo graças ao Método KonMari. A autora desde logo passa um grande ensinamento: «Só quando souber escolher as coisas que lhe inspiram alegria poderá alcançar o seu estilo de vida ideal.» Para isso, Marie Kondo alerta que são necessárias duas capacidades para se ser bem-sucedido: «por um lado, a capacidade de manter o que nos inspira alegria e de descartar o resto; por outro, a capacidade de decidir onde manter cada coisa que se elege, devolvendo-a sempre ao seu lugar.» 
Este guia ilustrado é uma compilação exaustiva do know-how do Método KonMari, funcionando como uma «Enciclopédia da Arrumação».

Sobre a Autora

Marie Kondo é a guru de arrumação mais respeitada em todo o mundo. Dirige uma empresa de consultoria de arrumação em Tóqui, onde ajuda os seus clientes a transformar as suas casas desarrumadas em locais de serenidade e inspiração, através do seu método KonMari. É autora de vários best-sellers internacionais e tem sido uma presença constante nos media norte-americanos e europeus. Foi considerada pela revista Time uma das 100 pessoas mais influentes de 2015.

Smart Portugal e BBDO vencem 3 Leões de Bronze em Cannes


Para quem não conduz um smart estacionar na cidade é uma tarefa que se pode revelar bastante complicada. Foi precisamente a pensar nas pessoas que não conduzem um que a Marca decidiu encolher automóveis para ganhar mais espaço na cidade.  Nasceu assim o projecto #smarteffect. O resultado desta acção, três Leões de Bronze em Cannes, o mais importante festival sobre criatividade em todo o mundo.
O projecto #smarteffect criado pela BBDO para a smart em Portugal venceu recentemente 3 Leões de Bronze no Festival Internacional Cannes Lions. Com 6 inscrições em 2016, a smart Portugal, em conjunto com a sua agência BBDO, conquistaram Bronze nas categorias Promo & Activation / Guerrilla Marketing & Stunts, Outdoor / Live Advertising and events e Design / Sculptural Brand Installation & Experience, tendo ainda entrado para a exclusiva shortlist de mais 3 categorias - Promo & Activation e Film / Cars & Automotive Products & Services com #smarteffect e Outdoor / Special build para o Stand Mais Pequeno do Mundo.
Para Bernardo Villa, Diretor de Marketing e Vendas smart: “Para nós é um enorme orgulho ver reconhecido um trabalho de excelência construído em equipa com a BBDO Portugal, e em sintonia com a estratégia da Marca. A smart é mais do que um automóvel, é uma forma diferente de viver a vida nas cidades! Esta diferenciação, este valor acrescentado que damos aos nossos clientes e sobretudo este “amor” pela Marca que fomos construindo ao longo dos últimos anos contribuem claramente para o fortalecimento da imagem da smart em Portugal,  que é percecionada como premium, trendy e sobretudo eclética. É muito comum ver nas nossas ruas um estudante acabado de entrar na universidade como o CEO de uma das maiores empresas Portuguesas a conduzir alegre e confiantemente o seu smart.  O #smarteffect mostra, de uma forma divertida e muito bem conseguida pela BBDO, um dos principais argumentos do smart fortwo, a facilidade de conduzir e estacionar nas cidades.”
Rui Silva, Presidente e CCO da BBDO, considera as distinções obtidas em Cannes um grande motivo de orgulho para todas as equipas envolvidas: “Ter seis finalistas e três vencedores em diferentes categorias em Cannes é um enorme carimbo de qualidade no trabalho desenvolvido e um excecional motivador para os trabalhos que se seguem. É o reconhecer, por parte da indústria publicitária a nível mundial, que no que toca à inovação e eficácia da comunicação criada para a Daimler, Portugal está mais próximo de um centro que inspira, do que de uma periferia de que se esquece. Vamos continuar na mesma senda, procurando esticar resultados e encolher constrangimentos, através do compromisso, do talento, da originalidade, da exigência. Algo a que orgulhosamente, chamamos #smarteffect.”
O #smarteffect nasceu da ideia de proporcionar às pessoas que não têm um smart a sensação de estacionar um smart em cidade. Esta experiência que decorreu nas ruas de Lisboa, no Príncipe Real e na Rua do Quelhas, mostrou através de um divertido vídeo as reações de quem tentava estacionar entre dois automóveis e via em tempo real o seu espaço aumentar. Para tal foram construídos dois automóveis especiais que encolhiam no local. 

O resultado pode ser visto aqui: 



Casa Conveniente apresenta "Rifar o meu Coração"


A Casa Conveniente estreou ontem o espectáculo "Rifar o Meu Coração na Zona J", encenado por Mónica Calle. 

A partir do documentário brasileiro "Vou Rifar Meu Coração", de Ana Rieper, exibido no Festival IndieLisboa 2012 (secção Pulsar do Mundo), este espectáculo é um trabalho sobre o amor e a relação com a música, num constante balanço entre a ficção e a realidade. À volta de uma mesa de bar, 15 actores trabalham sobre a ideia de confissão partindo da casualidade ou do aleatório.

O universo da música romântica brasileira, também conhecida como música "brega", dá o material textual ao espectáculo, que rapidamente se transforma em baile, onde público e actores se encontram. Durante o espectáculo "Rifar o Meu Coração na Zona J", que vai estar em cena até ao dia 2 de Julho, o bar vai estar a funcionar para o público e haverá ainda "barrigada" (expressão usada neste bairro para "churrasco").

Como tem vindo a ser habitual nos projectos da Casa Conveniente, "Rifar o Meu Coração na Zona J" conta com a participação de actores profissionais e amadores, entre os quais vários moradores deste bairro de Chelas.

DJ Kamala no NOS Alive’16


DJ Kamala será o curador do Palco NOS Clubbing no dia 8 de Julho, nesta edição do NOS Alive’16, trazendo a palco um alinhamento de luxo inteiramente dedicado ao melhor que se faz na música nacional,  sob o lema “NOS Alive e os nossos”.

Esta colaboração acabou por acontecer naturalmente depois da bem sucedida actuação do DJ na edição anterior:

“Surgiu como consequência natural da minha participação no festival o ano passado. Levei vários convidados a aparecer de surpresa nas minha actuações (sim, foram duas!), tudo talentos nacionais, e o público aderiu em massa. Embora o Nos Alive seja um festival referência a nível mundial, que conta sempre com algumas das principais bandas internacionais, a aposta no talento nacional sempre existiu (o que me parece gratificante). Este ano juntou-se o útil ao agradável e, graças ao convite da organização do festival, tive a oportunidade de “oferecer” a alguns dos projectos com que mais me identifico no panorama nacional da música urbana, o seu próprio espaço e "tempo de antena”. 

A selecção para esta curadoria tem como base a música nacional urbana e, como ponto de partida, a identidade do festival, assim bem como a coerência na programação e o seu gosto pessoal:

"A base da curadoria assenta em artistas nacionais. Em talentos Portugueses. Independentemente da língua em que cantem ou qual seja o enquadramento musical. Não escondo que o meu gosto pessoal recai muito na música urbana. Mas não se esgota aí! Facto é que estão presentes nomes como Da Chick ou Meu Kamba que de Hip-Hop têm muito pouco ou nada. Antes de mais, eu defendo o que tem qualidade e é nosso! Para mim, as barreiras de estilo cada vez fazem menos sentido. Poder ouvir um tema de Hmb com a Carminho por exemplo. Soul e fado juntos? Porque não? São nossos e são bons."

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Iron Maiden - 11 de Julho - Meo Arena


As lendas do rock Iron Maiden têm passagem garantida por Lisboa no próximo dia 11 de Julho.

Bruce Dickinson explica que “estamos ansiosos por voltar à estrada. Os Iron Maiden alimentam-se das digressões e de estar com os fãs. É isso que gostamos mais. Vai ser fantástico reencontrarmos os nossos fãs portugueses, sempre adorámos actuar em Portugal”, salienta Bruce Dickinson.
O vocalista refere ainda que “claro que ainda não decidimos o alinhamento e só o vamos fazer quando começarmos os ensaios, mas estamos ansiosos por tocar algumas músicas novas, no entanto, já foi há algum tempo que nos vimos, por isso acredito que vamos incluir muitas das músicas mais antigas e preferidas dos fãs. Acreditamos que todos vão ficar encantados com o que temos em mente. Estamos a meio do processo criativo para estes espectáculos e a trabalhar arduamente para vos trazer algo incrível, algo com muita alma! Os fãs merecem".
Os “The Raven Age” serão a banda de suporte da digressão “The Book Of Souls Tour”.

Scorpions passam por Lisboa depois de amanha


No ano em que celebram 50 anos de carreira os Scorpions estão de volta à estrada e passam por Lisboa depois de amanha, com um concerto único no MEO Arena. A banda traz aos palcos “Return to Forever”, o 18.º álbum de estúdio da banda editado em Fevereiro de 2015. 

Os Scorpions tornaram-se ao longo da sua carreira uma das mais bem sucedidas bandas de rock. Exemplo disso são as incontáveis bandas como os Smashing Pumpkins, Green Day, Korn, System Of A Down ou os Queensryche, que realizaram covers dos Scorpions ao longo das últimas décadas. Só a canção “Rock You Like A Hurricane”, contabilizou 150 interpretações de diferentes músicos.
Descrever a carreira dos Scorpions através de números é quase impossível. No entanto, há um que deve continuar a ser mencionado – mais de 100 milhões de discos vendidos até à data. Isto faz com que os Scorpions sejam a mais bem sucedida banda de rock em todo o continente europeu até à data de hoje.
“Wind of Change”, “Rock You Like A Hurricane”, “Send me an Angel” e “Always Somewhere” são alguns dos muitos hinos que tornaram os Scorpions uma das mais bem sucedidas bandas rock de todos os tempos.

Dia 28 de Junho Lisboa vai vibrar com um concerto único que promete ser memorável.


Rod Stewart - From Gasoline Alley to Another Country Hits 2016


Rod Stewart, a lenda viva da música, está de regresso à estrada para uma tournée carregada de êxitos.
Rod Stewart está de regresso a Portugal para apresentar a sua nova tournée ‘From Gasoline Alley to Another Country Hits 2016’, que promete entusiasmar os fãs portugueses com os maiores êxitos de 5 décadas de canções. O concerto no MEO Arena tem data marcada para 6 de Julho.
O cantor já não actua em Portugal há 8 anos – o seu último concerto foi em Junho de 2008 no Rock In Rio-Lisboa, onde actuou perante uma plateia de 35 mil pessoas. No ano passado esgotou uma noite da edição brasileira do evento (100.000 pessoas), tendo sido considerado um dos melhores espectáculos desse ano. Neste novo espectáculo o público pode contar com grandes sucessos como Da Ya Think I’m Sexy, Baby Jane, The First Cut is the Deepest, I Don’t Want To Talk About It, Tonight’s The Night, The Killing of Georgie e Sailing. Incluídos no alinhamento estarão também hits do seu mais recente álbum ‘Time’ e ‘Another Country’.

Rod Stewart é um dos artistas de maior sucesso em todo o mundo – com mais de 200 milhões de álbuns vendidos. A sua voz, estilo e corte de cabelo inconfundíveis tornaram-no num cantor transversal a todos os géneros musicais. Rod Stewart é das poucas estrelas do mundo da música que conseguiu manter reconhecido sucesso ao longo de 5 décadas de carreira. Vencedor de incontáveis prémios, é um artista que faz inquestionavelmente parte da história da música.
O cantor regressa ao MEO Arena a 6 de Julho para o desfile de grandes hits.

Festival das Artes revela programa completo da 8.ª edição


O Festival das Artes apresenta, de 17 a 31 de Julho, a sua 8.ª edição subordinada ao tema Pioneiros. Como José Miguel Júdice, Presidente da Direcção do Festival das Artes, afirma: “O número 8 é o símbolo do infinito e são os Pioneiros que, geração após geração, vão fazendo avançar o Mundo e assegurando o futuro da Humanidade.” E é neste espírito que o Festival das Artes programou para este ano espectáculos de música, cinema, exposições, teatro, gastronomia, e ainda actividades educativas e conferências. Artistas, a seu modo pioneiros, também nos trazem as suas artes e talentos - Diogo Infante, Evgeni Bozhanov, Joana Carneiro, Mário Laginha, entre muitos outros.

Realce para as seis orquestras em palco, entre formações conceituadas e de jovens de altíssimo nível artístico integradas no Ciclo da Música.

O Festival arranca a 17 de Julho, e junta num só dia dois excelentes exemplos destas formações: às 16:00 o público é convidado a acompanhar o concerto “Bombos, um Evento Pioneiro”, uma caminhada liderada pelo agrupamento de jovens Tocá Rufar, até à Quinta das Lágrimas, onde terá lugar, às 17:00, a cerimónia de abertura oficial do Festival.

Quem quiser poderá continuar de seguida a caminhada até ao Convento São Francisco onde decorre, às 19;00, o concerto “Dois Grandes Inovadores” pela Orquestra Metropolitana de Lisboa, dedicado a dois grandes pioneiros da música clássica: Mozart e Beethoven.



Este ano vão ser apresentadas três orquestras de jovens, as melhores de cada país, que vão tocar em três dias consecutivos no Anfiteatro Colina de Camões, na Quinta das Lágrimas: a famosa Orquestra Estágio Gulbenkian, dirigida pela maestrina Joana Carneiro (28 de Julho), com a 5.ª Sinfonia de Chostakovitch, a Orquestra de Jovens da Turquia (29 de Julho), com o Concerto para Orquestra de Bartók e ainda, a Orquestra de Jovens do Canadá (30 de Julho), com a 5.ª Sinfonia de Prokofiev e também uma das mais belas páginas de música de sempre - a abertura de Tannhäuser de Wagner.

Evgeni Bozhanov é um pianista galardoado em algumas das mais relevantes competições internacionais como a Rainha Elisabeth em Bruxelas ou a Van Cliburn,  também foi pioneiro, ao recusar o 4º prémio do reputado Concurso Chopin de Varsóvia. Vai interpretar  Chopin e Debussy, que escreveram obras inesquecíveis para piano, no concerto “Vanguardistas do Piano” (27 de Julho).

Ainda de destacar o Concertino de Primavera para oboé e orquestra de cordas do compositor conimbricense Sérgio Azevedo,  apresentado em estreia absoluta no concerto “O Pai da Sinfonia e Estreias para Oboé” pelo conceituado oboísta Andrew Swinnerton, com a Orquestra Clássica do Centro (21 Julho).

Também em estreia mundial, “Jazz Wonders Suite”, uma obra colectiva tocada por músicos ligados ao Conservatório de Música de Coimbra, o CPJazz Collective, pelo saxofonista João Mortágua com o subtítulo Estórias de jazz em 7 capítulos (25 de Julho).

“Pioneiros Nacionais e a Quinta” é o Concerto para piano de Mário Laginha, tocado pelo próprio pianista e compositor, em simultâneo com a Orquestra Gulbenkian (26 de Julho), a presença dos trios de jazz no barco Basófias, em dois fins-de-semana, e ainda a renovada parceria com o Conservatório de Música de Coimbra, que dedica também uma tarde ao concerto de e para jovens (25 de Julho).

Um ponto alto será, em estreia mundial, a peça “Palavras que Mudaram a Humanidade”, encomendada a Diogo Infante para celebrar o tema Pioneiros. O recital contém excertos de alguns dos discursos mais inspiradores que marcaram de forma indelével o rumo da Humanidade e abre um caminho de reflexão ao peso e ao contributo da palavra.

Ainda no contexto do Ciclo das Artes do Palco, Jorge Calado apresenta “Os Pioneiros do Caos”, uma conferência multimédia,  um passeio aleatório através dos tempos sobre o caos, guiado pelas ciências e pelas artes.



No Ciclo das Artes Plásticas, o Festival das Artes convida à descoberta de três exposições que se debruçam sobre personalidades pioneiras da nossa história: “O Tesouro da Rainha Santa Isabel”, exposição produzida em parceria pelo Museu Nacional de Machado de Castro, a Confraria da Rainha Santa e a Fundação Inês de Castro (até 2 de Outubro), “Bohemia – Vida e Morte no Chelsea Hotel”, da fotógrafa Rita Barros, que fotografou o Chelsea Hotel, em Nova Iorque, entre 1987 e 2014 (com a curadoria de Jorge Calado), uma exposição produzida em parceria pela Câmara Municipal de Coimbra e a Fundação Inês de Castro, e ainda a exposição “Ex- libris Vandelli” que recria os gabinetes de Vandelli, por ocasião dos 200 anos da sua morte, produzida em parceria pela Universidade de Coimbra – Museu da Ciência e a Fundação Inês de Castro (até 26 de Setembro).

No Ciclo de Cinema, comissariado por Pedro Mexia, vão ser exibidos três filmes no Mosteiro de Santa Clara-a- Velha: “La Jetée” de Chris Marker, “O Lírio Quebrado”, de D. W. Griffith e por fim “Aguirre, a Cólera dos Deuses” (1972) de Werner Herzog, nos dias 18, 19 e 20 de Julho, respectivamente.

Maria José Azevedo Santos é a conferencista que vai conversar sobre “Dona Isabel de Aragão, Santa e Pioneira ou o Desígnio de um Nome de Mulher” (21 de Julho), Maria de Lurdes Craveiro abordará o tema “João de Ruão e a ‘vanguarda’ artística em Coimbra” (26 de Julho) e por fim Manuel Antunes e Gonçalo Quadros falarão sobre os “Pioneiros da Ciência”.

O Festival das Artes conta ainda com um divertido e animado Serviço Educativo, onde se incluem “Vandelli e os 4 Pioneiros” (17 e 23 de Julho), no Museu da Ciência, “Robotástica – Criação de Universos Fantásticos com Robots” (19 e 26 de Julho), uma animação multidisciplinar para a infância pela Camaleão, “Ana de Castro Osório – Pioneira da Literatura Infantil em Portugal”, uma oficina de leitura, “A Magia do Cabaz” e “Naná – A Cozinheira de Cheiros e Sons” (28 de Julho), um workshop de Gastronomia para pais e filhos com os Chefs Vítor Dias e Humberto Costa e ainda um conto animado por Joana Rita, Contadora e Ilustradora. De referir também  “Escrita: Profecia e Adivinhação”, o workshop de escrita com o escritor Mário Cláudio (30 de Julho).

O Festival das Artes convida ainda à participação no Jantar Gourmet “2 estrelas Michelin que cruzam o Atlântico”, com gastronomia do Restaurante Eleven de Lisboa e do Restaurante Eleven do Rio de Janeiro.

Artemrede - Candidaturas 2017


A partir de hoje e durante o próximo mês a Artemrede recebe candidaturas para a sua programação de 2017. Serão consideradas propostas, apresentadas por artistas ou entidades profissionais, nas diversas áreas artísticas e podendo corresponder a diferentes formatos - espectáculos, oficinas e actividades de formação, exposições, sessões ou ciclos de cinema, entre outros. 
A programação da Artemrede pode ser apresentada e desenvolvida em teatros, assim como noutros equipamentos culturais, em escolas, em espaços não convencionais ou na rua.
A candidatura é realizada a partir de um formulário online, disponível no site da Artemrede:


Aconselha-se a leitura atenta do texto introdutório.