segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Programação artística e cultural do Casino Lisboa agendada para Março


Aplaudida pelos espectadores do Auditório dos Oceanos, a comédia “GOD” constitui um dos principais destaques da programação cultural do Casino Lisboa. Com a sua habitual irreverência, Joaquim Monchique partilha o palco com Diogo Mesquita e Rui Andrade, proporcionando sucessivos momentos de bom humor.

Deus chega, então, ao Auditório dos Oceanos e, para que o público o possa ver e ouvir, anuncia através de Joaquim Monchique, o estado das coisas no planeta Terra que, como era de esperar, não se encontra de boa saúde.

Isto porque chegou, na realidade, a hora de Deus e dos seus dois anjos, Miguel e Gabriel, mudarem o rumo da Humanidade e tornarem a vida terrena muito mais aprazível.

Escrita por David Javerbaum - vencedor de 13 Emmys e dois Grammys, que é um dos guionistas de eleição de Jon Stewart no "The Daily Show" -, "GOD" ("An Act of God", no original) responde às questões existenciais que têm atormentado o Homem desde a Criação.


Galeria de Arte - “I´M NEITHER HERE NOR THERE”
Os visitantes do Casino Lisboa podem observar a exposição de arte contemporânea “I´M NEITHER HERE NOR THERE”, da autoria da artista plástica Mariana Dias Coutinho. Com uma vasta experiência profissional, Ana Maria Catarino Doria é a curadora desta exposição de pintura e de escultura que está em evidência na Galeria de Arte. A entrada é livre.

“No corpo de trabalho apresentado pode apreender-se quatro momentos onde se procura abordar a relação entre a observação e a contemplação, a reflexão e a imaginação, entre o distinguir e o juntar, o relativo e o absoluto, o particular e o universal, e a incrível capacidade humana para reconhecer formas. Compreendendo a relação entre o informe e a forma, entre aquilo que pode ser visto e a visão, reconheço a minha exigência urgente de dominar e controlar esse informe por meio da produção de formas. As obras apresentadas fundamentam-se no princípio da intuição como programa, onde se perscruta respostas onde residiriam enigmas, lugares comuns e tabus: o gesto, a forma, a superfície, o objecto”, sublinha Mariana Dias Coutinho.

A exposição “I´M NEITHER HERE NOR THERE” terá, ainda, um “desfecho” especial. Reconhecida, também, pelos seus trabalhos de Arte Urbana, Mariana Dias Coutinho inaugura, precisamente a 30 de Março, no último dia da exposição, um Mural no Parque de estacionamento do Casino Lisboa.

A exposição de arte contemporânea “I´M NEITHER HERE NOR THERE”, de Mariana Dias Coutinho, está patente ao público na Galeria de Arte do Casino Lisboa, até 30 de Março, entre as 15 e as três horas da madrugada, excepto às Sextas-Feiras e aos Sábados, cujo horário será das 16 às quatro horas da madrugada.

Arena Lounge - Música ao vivo, Dança e Novo Circo
Com ambiente festivo, o Casino Lisboa propõe, em Março, aos seus visitantes um renovado programa de animação. O amplo espaço do Arena Lounge acolhe, de Quinta-Feira a Domingo, um cartaz, a não perder, no qual pontificam sets de música ao vivo, espectáculos de dança e de Novo Circo. A entrada é livre.

Arena Lounge - Palco central

Banda One Vision homenageia os Queen
Em noite de tributo, a banda portuguesa One Vision homenageia, a 3 de Março, os Queen. Com um percurso musical iniciado em 2006, os One Vision distinguem-se por recriar algumas das memoráveis composições da famosa banda britânica.
Os One Vision recriam, habitualmente, nas suas actuações grandes êxitos como, por exemplo, como "We Will Rock You", "We Are the Champions", "Love of my Life", "Don't Stop Me Now", "Under Pressure", "Radio Ga Ga", "I Want to Break Free" ou "Bohemian Rhapsody". Em palco estarão, Alex VanTrue (voz/piano), Jorge Sousa (guitarra), Zé Fusco (baixo) e Mário Duarte (bateria).

Legacy Dance Company Project
Em destaque no Casino Lisboa, desde 2015, o espectáculo Legacy está de volta ao Arena Lounge a 10 de Março. Trata-se de um projecto de dança inovador em Portugal é composto por bailarinos, professores e coreógrafos promissores. 
Os Legacy nasceram há cerca de 4 anos, após terem chegado à final do programa da SIC, “Achas que Sabes Dançar” (1ª série). A concretização de workshops, aulas, pocket shows, espectáculos e a participação em grandes projectos como coreógrafos, tanto no território nacional como no internacional, tem permitido o seu crescimento e afirmação no meio artístico. 


Noite de fado com Carlos Leitão
Carlos Leitão apresenta-se, a 17 de Março, no Arena Lounge para interpretar as melhores composições do seu primeiro álbum de originais intitulado “Do Quarto”. O fadista convida o público a viajar entre Lisboa e o Alentejo, interpretando temas inspirados na paixão, na melancolia e no amor. 
Músico e intérprete, Carlos Leitão já havia consolidado, em 2013, o seu percurso artístico quando gravou o álbum “Do Quarto” produzido por Custódio Castelo. O registo discográfico reúne 14 temas inteiramente escritos por si, distribuídos pelas suas músicas e por criações de Custódio Castelo e do chamado Fado Tradicional. 

Novo Circo com Tiago Figueiredo
Com um percurso internacional na alta competição de  desportos acrobáticos, Tiago Figueiredo regressa, no próximo dia 24 de Março, ao Casino de Lisboa com a sua mais recente actuação a solo, na disciplina de Equilíbrios/ Handbalancing. O Novo Circo estará, assim, em evidência a partir das 23 horas.
A fluidez dos movimentos com a perícia gímnica e a harmonia do corpo em equilíbrio com as formas na transição de volumes físicos fazem da sua actuação uma dança elegante contra a gravidade.

Banda Redo … Chilli Peppers homenageia os Red Hot Chilli Peppers
Em concerto inédito, agendado para 31 de Março, os Redo … Chilli Peppers apresentam-se no Arena Lounge para prestar um tributo à incontornável banda Red Hot Chilli Peppers. O quarteto recria o genuíno ambiente e energia que se distinguem nas actuações da banda original.
Com um percurso artístico iniciado em 2011, o vocalista Daio partilha o palco com Vasco Finuras na guitarra, Luis Rosa no baixo e João Mousinho na bateria.

Arena Lounge – Palco-multiusos
O Casino Estoril acolhe um renovado programa de animação musical no Lounge D. O público poderá assistir, de Sexta-Feira a Domingo, a partir das 22 horas, vários intérpretes nacionais. Com entrada livre, a proposta musical será reforçada, de Quinta-Feira a Sábado com as actuações conceituados DJ’s que escolhem criteriosamente os ritmos ideais pela noite dentro.

Bandas
- De 4 a 6 de Março - Kilôko
- De 11 a 13 de Março - Pedro Leónidas, Hot Grooves
- De 18 a 20 de Março - Michel William
- De 25 a 27 de Março - Njinjiritane

Arena Lounge - Jukebox
O programa de animação musical propõe, ainda, de Quinta-Feira a Sábado, pouco depois da meia-noite, as dinâmicas sonoridades da Juke Box do Arena Lounge. São diferentes DJ’s que seleccionam as sonoridades ideais para um público predominantemente jovem. A entrada é livre. 

Programa para Março

03 - Ka§par
04 - Diogo Pires
05 - Luís Leite

10 - Mário Valente
11 - Bruno Safara
12 - Johnny Deep

17 - Pan Sorbe
18 - Luís Patraquim
19 - Miguel Kellen

24 - Señor Pelota
25 - John Holmes
26 - Dj Al

31 - Mr. Mute

O amplo espaço do Arena Lounge constitui, assim, um cenário privilegiado para receber um diversificado programa, que se estende pela noite dentro. Por imperativo legal, o acesso aos espaços do Casino Lisboa é reservado a maiores de 18 anos.

Casino Estoril renova Noites de animação musical em Março


O Casino Estoril acolhe, em Março, um diversificado programa de animação que promete surpreender o público no Lounge D. Trata-se de um cartaz muito versátil que propõe, de Quarta-Feira a Sábado, a partir das 22 horas, registos musicais tão distintos como, por exemplo, fado, rock, pop, jazz, soul, r&b e ainda vários dj sets. Com entrada livre, o ambiente festivo estende-se até de madrugada.

Ciclo de Fado às Quartas-Feiras
As noites de fado regressam, em Março, ao Lounge D com um ciclo de actuações intimistas. São diferentes gerações de intérpretes que apresentam composições bem conhecidas da “canção nacional”.

O cartaz renova-se, às Quartas-Feiras, a partir das 22 horas, com um elenco a não perder. 
É já no próximo dia 2 que Maria João Quadros e Salvador Taborda inauguram uma série de cinco espectáculos de fado. Os Marialvas apresentam-se no dia 9, enquanto Teresa Tapadas e Carlos Guedes de Amorim sobem ao palco dia 16. Carolina e Peu Seabra actuam no dia 23, seguindo-se Silvana Peres e Gonçalo Castelbranco a 30 de Março.

Concerto da banda General Cachaça
Pela primeira vez no Casino Estoril, os General Cachaça actuam, no próximo dia 3 de Março, a partir das 22 horas, no Lounge D. A banda propõe um elenco de covers de numerosos êxitos internacionais.

“Kodachrome”, “50 Ways to Leave Your Lover” e “Loves me Like a Rock” de Paul Simon, “Chasing Pirates” de Nora Jones, “Valerie” de Amy Winehouse, “Smooth Operator” de Sade ou “When I Get Famous” de Jamie Cullum, serão, apenas, alguns dos temas em destaque.

Concerto Mimi Froes
Em concerto de estreia no Casino Estoril, Mimi Froes sobe ao palco do Lounge D, no próximo dia 4 de Março, às 22horas, para interpretar um elenco de covers de temas nacionais e internacionais.

A jovem compositora e intérprete revela uma assinalável versatilidade, conciliando alguns temas originais com vários de clássicos do panorama musical. A canção "Love Is Something" será um dos destaques da noite.

Ciclo de dj sets com DJ Escobar
O programa de animação musical oferece, aos Sábados, das 22h00 às 02h00, um ciclo de dj sets protagonizado por DJ Escobar, assegurando os ritmos ideais até de madrugada. A não perder nos dias 5, 19 e 26 de Março.

Concerto de Teresa Rocha e Mello
Com uma proposta revivalista, Teresa Rocha e Mello está de volta ao Lounge D, no próximo dia 10 de Março, a partir das 22h00, para convidar o público a recordar numerosos êxitos que conquistaram diferentes gerações.

Em noite dedicada ao jazz, soul e 80’s, a vocalista Teresa Rocha e Mello apresenta-se, pela segunda vez no Casino Estoril, sendo acompanhada por Luísa Fonseca e Pedro Rodrigues de Castro.

Concerto de Carmo Posser de Andrade
Carmo Posser de Andrade regressa, no próximo dia 17 de Março, pelas 22 horas, ao Lounge D para recriar várias composições que marcaram, nas últimas décadas, o panorama da música internacional.

Concerto de Diana Castro
Com uma proposta renovada, Diana Castro apresenta-se, no próximo dia 18 de Março, a partir das 22h00, no Lounge D, para interpretar um elenco de covers bem conhecidos do público.
Diana Castro será acompanhada por Luís Roquette na guitarra. A vocalista propõe um universo musical muito abrangente, percorrendo o jazz, a bossa nova, o soul e o rock acústico.


Concerto de Natalia Juskiewicz
Com uma proposta surpreendente, Natalia Juskiewicz estreia-se, no próximo dia 24 de Março, pelas 22 horas, no Lounge D para apresentar “Um Violino no Fado”. Residente em Portugal há vários anos, a artista polaca revela, assim, as melhores composições do seu primeiro álbum, editado em 2011. Trata-se de um disco de fado tradicional onde pela primeira vez, a habitual voz é substituída pelo violino.
Com o seu violino, Natalia Juskiewicz partilha o palco com Rodolfo Godinho, na guitarra portuguesa, e Cajé Garcia, na viola de fado. “Com que Voz”, “Canção do Mar”, “Nem às Paredes Confesso” serão, apenas, algumas das composições em destaque.

Concerto de Gino Vitali e João Balula Cid
Num aguardado reencontro com os visitantes do Casino Estoril, Gino Vitali apresenta-se, a 25 de Março, a partir das 22 horas, no Lounge D. para recriar alguns dos grandes êxitos que marcaram, nas últimas décadas, o panorama da música internacional. Em plena noite de Sexta-Feira Santa, o intérprete será acompanhado ao piano pelo compositor e maestro João Balula Cid.

Concerto de Martim Simões de Almeida
Martim Simões de Almeida apresenta-se, no próximo dia 31 de Março, a partir das 22 horas, no Lounge D do Casino Estoril. O jovem músico protagoniza um concerto a não perder, privilegiando diversos covers bem conhecidos do público.
Músico, compositor e intérprete, Martim Simões de Almeida revela, habitualmente, ao vivo, uma energia contagiante, conquistando as diferentes gerações de espectadores que marcam presença nos seus concertos. Com a sua guitarra eléctrica, Martim Simões de Almeida evidência diversas influências musicais. Acompanhado pela sua banda, o intérprete presta homenagem a nomes consagrados como, por exemplo, Bob Marley, B. B. King, Eric Clapton, Dave Mathews, Sting, Ben Harper e Led Zeppelin.


Programação musical no Lounge D em Março

- Ciclo de Fado: Quartas-Feiras - Dias 2, 9, 16, 23 e 30 de Março, das 22h00 às 00h30
- Concerto de General Cachaça: 3 de Março, às 22h00
- Concerto de Mimi Froes: 4 de Março, às 22h00
- Ciclo de dj sets com DJ Escobar: 5, 19 e 26 de Março, das 22h00 às 02h00
- Concerto de Teresa Rocha e Mello: 10 de Março, às 22h00
- Concerto de Carmo Posser de Andrade: 17 de Março, às 22h00
- Concerto de Diana Castro: 18 de Março, às 22h00
- Concerto de Natalia Juskiewicz: 24 de Fevereiro, às 22h00
- Concerto de Gino Vitali e João Balula Cid: 25 de Março, às 22h00
- Concerto de Gino Martim Simões de Almeida: 31 de Março, às 22h00

Programação de Póquer no Lounge D em Março
Com um conceito multidisciplinar, o Casino Estoril concilia, ainda, a vertente de animação cultural com uma diversificada oferta de eventos de Póquer. As noites do Lounge D serão, também, marcadas pelo calendário do “Circuito Ibérico de Póquer”, não havendo, neste caso, programa de animação cultural.

Curar as Energias Negativas, de Anne Jones, chega às livrarias no dia 4 de Março


Anne Jones, terapeuta e autora de vários livros na área da espiritualidade, junta-se à Editora Pergaminho com o livro Curar as Energias Negativas, que chega às livrarias no dia 4 de março. Este livro oferece um conjunto de técnicas de proteção emocional e espiritual, que partem da experiência de mais de 10 anos da autora no decorrer do desenvolvimento do seu trabalho de cura natural das energias. Em Curar as Energias Negativas, Anne Jones partilha algumas das suas experiências com muitos tipos de energias negativas, da mesma forma que partilha as técnicas de proteção e limpeza de energias negativas que aprendeu e desenvolveu. No primeiro capítulo a autora dá a conhecer alguns aspetos em torno do seu próprio processo de «educação» espiritual, bem como as suas experiências de cura. Seguidamente, aborda a autolimpeza, assim como a limpeza de energias negativas dentro das casas de cada um e locais de trabalho. «Prepare-se para a maior operação ‘detox’ da sua vida!», avisa Anne Jones. Banhos de sal, defumações, utilização de cristais para equilibrar os chacras, radiestesia ou hastes divinatórias são apenas algumas das técnicas abordadas. 

Sobre a autora

Anne Jones começou a sua vida profissional na banca e na área de IT, tendo viajado e vivido um pouco por todo o mundo com a sua família. Em meados da década de 1990, descobriu a sua vocação de cura e começou a dedicar-se a organizar workshops e retiros de cura. Presentemente, vive em Inglaterra, onde se dedica por inteiro ao seu trabalho na área da espiritualidade e do desenvolvimento pessoal; para além dos workshops que dirige, é formadora, autora de vários livros de sucesso, bem como de cartas oraculares e CD’s de meditação. Todos os rendimentos provenientes do seu trabalho são doados a instituições de solidariedade social em diversos países africanos.

Walter Ji é o novo Presidente da Huawei Consumer Business Group na Europa Ocidental


A Huawei anuncia que Walter Ji será o novo presidente da Huawei Consumer Business Group na Europa Ocidental. Neste novo cargo, Walter Ji será responsável pela liderança do Consumer Business Group nesta região.

Como presidente da Huawei Consumer BG, Walter Ji continuará responsável por assegurar a oferta de produtos Premium no mercado, e que estes continuem a ser desenvolvidos numa perspetiva centrada no consumidor, construindo uma imagem de confiança e qualidade para a marca e cooperando com os parceiros locais levando adiante um ecossistema que ofereça cada vez mais a melhor experiência para o consumidor.
Richard Yu, CEO da Huawei Consumer BG, acredita que Walter Ji irá ter sucesso neste cargo dada a sua experiência adquirida nos vários cargos que ocupou durante os últimos 14 anos na Huawei: “Walter Ji é uma pessoa incrivelmente talentosa, com um grande conhecimento sobre a indústria, que irá conduzir o nosso Consumer Busines Group na Europa Ocidental. Walter Ji não só ganhou experiência em dois dos mercados da Huawei com mais sucesso na Europa, como também percorreu a gestão e operação de negócios a nível internacional. Sendo a Europa Ocidental um dos nossos mercados chave, temos a certeza que ele será essencial na construção do nosso sucesso, ao aumentar significativamente a nossa quota de mercado e aprofundar a percepção da marca”.
“Eu estou muito orgulhoso de ter este papel no desenvolvimento da Huawei como uma marca verdadeiramente Premium” afirma Walter Ji. “Na Huawei, focamo-nos em criar produtos inovadores, num perspectiva centrada no consumidor, com perícia tecnológica e em estabelecer as parcerias certas”. Com a nova linha de produtos Premium da Huawei, como a série P ou a série M, a empresa tem procurado sempre inovar a experiência do utilizador. Inovações como o Knuckle Control ou o serviço VIP ao consumidor são prova do compromisso da Huawei em colocar o consumidor em primeiro lugar. “Acreditamos que o conhecimento especializado, a tecnologia e a inovação são pontos verdadeiramente positivos que os consumidores retiram dos nossos produtos. Estamos contentes em ver que o reconhecimento da nossa marca tem crescido significativamente nos últimos anos, mais de 80% em 5 países, e estamos ansiosos por atingir ainda mais sucesso” adiciona Walter Ji.
Walter começou a sua carreira com a Huawei em 2001 quando se juntou ao departamento de I&D. Foi nomeado CEO da Huawei Nigéria em 2007. Em 2011, tornou-se CEO da Huawei Technologies em Espanha e Portugal. Após este cargo Walter Ji foi nomeado vice-presidente da região Europa Ocidental da Huawei Technologies Co Ltd, e mais recentemente, presidente da Carrier Network Business Group na Europa Ocidental para gerir o crescimento da região.

A Poética dos Movimentos de Miriam Biencard composta por instalações ecológicas e por tapeçarias


No dia 3 de Março é inaugurada na Galeria Beltrão Coelho a exposição “A poética dos movimentos” de Miriam Biencard, composta por instalações ecológicas e por tapeçarias. O que atrai na sua obra, mais do que a sua singularidade, é o espírito ecológico que a assiste. A sua arte sustentável baseia-se, em grande parte, na utilização de objectos que já perderam a sua função original ou que se encontram em estado descontinuado, sendo facilmente descartáveis e que, por ação das suas mãos criativas, renascem para uma nova vida em estado diferente.

Sobre a Autora

Miriam Biencard nasceu a 17 de maio de 1985, na cidade de Lisboa.
 O seu percurso académico não se cinge à área de formação.  Pelo contrário, passou pela pintura, teve aulas no IADE, num curso pós-laboral, depois aprendeu com uma mestra no seu atelier, e posteriormente, ingressou no curso livre de pintura da Sociedade Nacional de Belas Artes, onde completou os 3 níveis. No entanto, a sua vocação falou mais alto e foi estudar Design de Comunicação e Multimédia para a ETIC Quando terminou sentiu a necessidade de fazer uma licenciatura e ingressou na ESTAL, onde estudou Design de Comunicação, com término desta na FBAUL.
É designer de comunicação de formação.  No entanto, tem diversas paixões, com especial enfoque nas artes plásticas, sejam elas mais conceptuais ou “somente” visuais. Gosta de explorar e proporcionar ao público diversos estímulos sensoriais e, claro, de despertar consciências.

As Asas do Perdão, de Kyle Gray, chega às livrarias dia 4 de Março


«O perdão é milagroso.» Quem o afirma é Kyle Gray, autor de O Encantador de Anjos e Orações aos Anjos, e que nos chega agora com um novo título, com o selo da Editora Pergaminho: As Asas do Perdão. É no dia 4 de Março que chega às livrarias o mais recente livro deste médium e guia espiritual, no qual aborda a questão da importância do perdão. «O texto metafísico Um Curso em Milagres define um milagre como uma ‘mudança de percepção’, e o perdão é justamente o momento em que mudamos a forma como vemos uma experiência, uma situação, uma pessoa ou, mais importante, nós próprios. O perdão gera uma onda de mudança. Ele desvia-nos da raiva, do ressentimento e dos medos mais enraizados, e guia-nos com as suas asas na direcção da paz, do amor e da calma», declara Kyle Gray no seu livro, que é uma ‘viagem’ ao interior de todos nós. São 12 os capítulos que compõem As Asas do Perdão, que funcionam como um guia através do reino angelical no caminho do perdão. O primeiro capítulo arranca com a resposta à pergunta «O que é o perdão?» e o livro termina com «Aceitar o milagre» que é o perdão, pois é isso que conduz à paz interior. 

Sobre o autor

Kyle Gray é um dos médiuns e conferencistas inspiracionais de maior sucesso e renome no Reino Unido. É uma presença constante nos media de destaque, e viaja por todo o mundo para partilhar a mensagem de amor e de esperança dos anjos com milhares de pessoas. 

Jornalista João Paulo Guerra lança novo romance


Em Corações Irritáveis, a partir de hoje nas livrarias, o jornalista João Paulo Guerra infiltra-se nos bastidores da mais recente guerra da história militar portuguesa, decorridos que estão 55 anos desde o início da Guerra do Ultramar. Corações Irritáveis é um romance sobre os mistérios da Guerra Colonial e uma viagem a um tempo que não tem fim. 

Sinopse 

Ou foi a guerra que o fez a ele? Adélia levanta a dúvida. Certo é que décadas após terminarem as guerras coloniais, Henrique, como muitos dos outros 800 mil homens que combateram, ainda não assinou o cessar-fogo consigo próprio nem conseguiu apagar as tatuagens da memória. E é assim que para eles – e são milhares – a guerra ainda não acabou. Quando Henrique fez a guerra colonial, o Ultramar não se discutia. A guerra envolveu muitos segredos e ainda hoje há mistérios por explicar. E quando Adélia começou a perscrutar os segredos de Henrique, no mundo caótico dos papéis que ele escrevia, riscava, rasgava e reescrevia, em busca de uma verdade, era tarde para salvar o seu homem e ela própria já mergulhara nos infernos que há para além do inferno. – Que fizemos de nós, Henrique? Que fizemos nós?

Sobre o Autor

João Paulo Guerra é jornalista profissional. Trabalhou na rádio (Rádio Clube Português, TSF,
Antena 1) e em jornais (Diário de Lisboa, A Capital, O Diário, Público, O Jornal, Diário Económico).
Conquistou diversos prémios e é autor de vários livros de pesquisa jornalística e histórica. Assinou
a adaptação para teatro do romance Clarabóia, de José Saramago, em 2015. 

Huawei lança MateBook no MWC 2016


A Huawei lançou no Mobile World Congress 2016 o novo Huawei MateBook, um dispositivo 2 em 1 desenhado para corresponder às necessidades actuais dos utilizadores empresariais. Construído com base no reconhecido sucesso da Huawei em oferecer ao consumidor dispositivos bonitos, poderosos e de alta tecnologia, o MateBook define-se como uma ferramenta de produtividade móvel que integra mobilidade e alta eficiência com negócios e lazer. 
Com um PVP a iniciar em 799€, o MateBook corresponde às necessidades de um dispositivo portátil, com estilo e inteligente, que permite ao utilizador estar ligado em qualquer altura. Concebido com uma solução completa, para consumidores que apreciam a flexibilidade de um dispositivo conversível, o MateBook é um produto premium que interliga a mobilidade, a produtividade e o design.
“Com este dispositivo como referência, a Huawei está a demonstrar a sua liderança no sector, a nível de design e do conhecimento especializado de conceção, ao trazer para o mercado um produto que está a redefinir o novo estilo de negócio – ligação a sistemas em todos os dispositivos em quase todos os cenários” diz Richard Yu, CEO Huawei Consumer BG. “A Huawei tem, com sucesso, canalizado a sua experiência e excelência em construir produtos móveis premium, para o mundo dos negócios ao introduzir um dispositivo altamente eficiente, que é facilmente capaz de integrar funções de trabalho e de entretenimento”.
Com o MateBook, a Huawei está a manter a sua contínua estratégia de estabelecer parcerias com os líderes de mercado mais inovadores. Este dispositivo inclui um processador de 6ª geração Intel® Core™ série M, que consegue corresponder a praticamente qualquer necessidade de negócio com um design de estilo, fino e leve.

“Esta é uma altura de orgulho para a Huawei, ao entrar no mercado com o poderoso MateBook“, diz Kirk Skaugen, Vice-Presidente Sénior e Gestor Geral, do Client Computing Group da Intel Corporation. “Ao desenvolvê-lo com o processador Intel Core da série M, a Huawei está a tornar possível uma experiência premium 2 em 1, que oferece uma atrativa combinação de mobilidade com a performance e produtividade de um computador. Estamos muito entusiasmados para aumentar a parceria que temos com a Huawei, para este crescente mercado dos 2 em 1”.
Construído para operar com Windows 10, o MateBook oferece desta maneira as mais recentes ferramentas de produtividade da Microsoft Windows incluindo o browser, Microsoft Edge e o assistente pessoal Cortana.
“A nossa colaboração com a Huawei oferece aos consumidores uma nova forma de experienciar o Windows 10 num dispositivo perfeitamente desenhado” diz Peter Han, Vice-Presidente da Worldwide OEM Marketing, Microsoft Corp. “A Huawei aprecia a forma como os consumidores querem interagir com os dispositivos, o que traz uma nova perspetiva  nesta área. A nossa relação com a Huawei é um grande exemplo do crescente ecossistema dos dispositivos portáteis premium com Windows 10”.

Ultra Fino – Um dispositivo único com um design inovador
Combinando a mobilidade de um smartphone com o poder e a produtividade de um portátil, o MateBook é desenhado com simplicidade. Com uma decoração minimalista e uma aparência atrativa, o dispositivo é feito com alumínio de alta qualidade que é ao mesmo tempo elegante e sofisticado. O MateBook apresenta uma estrutura forte para aguentar o rigor e os desafios de uma vida em movimento, mas com um perfil fino e leve com apenas 640g, tornando-o o parceiro ideal para levar para qualquer lado.

Capa-Teclado, Teclado e Touchpad – Fusão de moda com utilidade
A capa-teclado do MateBook é feita de materiais amigos do ambiente, como um couro macio é  a perfeita escolha para combinar estilo com funcionalidade. A durabilidade da capa teclado também providência o nível perfeito de proteção. O teclado tem um keystroke de apenas 1.5mm e uma capa com teclas de design chiclet, que permite uma maior superfície de tecla para minimizar os erros de escrita. O touchpad embutido utiliza tecnologia multi-toque que suporta movimentos leves e precisos com os dedos, combinando conforto e utilidade.

Cores realistas – Vívidas, uma experiência imersiva
O ecrã IPS Multi-toque de 12 polegadas do MateBook é potenciado pela moldura ultra estreita e pela relação ecrã-corpo de 84 por cento. O ecrã conta com uma resolução de 2160x1440 e um largo ângulo de 160 graus para uma experiência imersiva. A gama de cores atinge uns impressionantes 85 por cento do corpo do equipamento), capazes de disponibilizar cores realistas.

Bateria de longa duração – Feita a pensar em mobilidade
Para assegurar a performance do MateBook como dispositivo móvel, a vida útil da bateria e a sua potência tornaram-se numa prioridade no processo de criação. É uma bateria lítio de alta densidade (33.7Wh) que oferece energia suficiente para 9 horas de trabalho, 9 horas consecutivas de utilização da internet e 29 horas de reprodução de música. O dispositivo conta também com a tecnologia exclusiva da Huawei de poupança de energia, para corresponder às necessidades dos utilizadores empresariais. A bateria do MateBook recarrega completamente numa média de tempo de duas horas e meia. E se não houver tempo para uma carga completa, em apenas uma hora a sua bateria pode atingir 60 por cento. 

Alta eficiência e agilidade - Construído para a produtividade 
O MateBook opera com Windows 10 e funciona com um processador de 6ª geração Intel Core série M, disponibilizando um processamento rápido e as ferramentas de produtividade mais essenciais, incluindo Microsoft Office, na ponta dos dedos dos utilizadores. O dispositivo oferece até 8GB de memória LPDDR3 e um disco rígido com capacidade até 512GB. Utilizando um processo único de empilhamento de hardware, a Huawei conseguiu criar um dispositivo sem ventoinha, assegurando a ausência de barulho durante a sua utilização. 

MatePen - Mais do que uma stylus
Quando apenas uma anotação manuscrita faz sentido, a sytlus MatePen oferece 2,048 níveis de sensibilidade, capturando perfeitamente as mais subtis e diversas acções realizadas com a ponta da stylus sem atrasos. Para funções avançadas de negócio, a MatePen suporta funções gráficas e matemáticas, e pode ser usada como ponteiro laser para apresentações.
Um sistema de toque único para desbloqueio– o mais rápido reconhecimento de impressões digitais da indústria 
O MateBook oferece segurança mantendo um acesso rápido através do reconhecimento de impressões digitais que suporta um reconhecimento sensível a 360º para reduzir o número de falhas de reconhecimento. Basta um toque para desbloquear o ecrã do MateBook – é em nosso conhecimento, o reconhecimento de impressões digitais mais rápido da indústria.

A melhor conectividade – Verdadeiramente conveniente 
Adicionalmente, o MateBook contém um Wi-fi Hotspot para que os utilizadores possam estar conectados sempre que não esteja disponível uma ligação tradicional à internet. Outras características asseguram uma experiência móvel eficiente incluindo a capacidade de transferência de ficheiros contínua, que permite arrastar e largar documentos entre smartphones Android. 
O MateBook vai estar disponível na Ásia, Europa e América do Norte nos próximos meses em duas elegantes cores: Cinzento e Dourado.

Traces of a Diary, de André Príncipe e Marco Martins, vai ser editado em DVD


Traces of a Diary, de André Príncipe e Marco Martins, vai ser editado em DVD pela Midas Filmes a 25 de Março. 
Apresentado no Festival Indie Lisboa 2010, o filme é um retrato sobre o trabalho de alguns dos mais importantes fotógrafos japoneses contemporâneos, entre os quais Daido Moriyama e Nobuyoshi Araki. 

O DVD terá o preço de 10€ e estará disponível nas lojas Fnac, El Corte Inglés e locais habituais.

Traces of a Diary é uma espécie de diário de viagem. Através duma série de encontros com alguns dos mais significativos fotógrafos japoneses, os realizadores reflectem sobre o acto de fazer imagens, contar histórias, e o processo diarístico. Ao filmarem com duas câmaras 16mm de corda, as Krasnogork3, Martins e Príncipe valorizam a crueza do espontâneo e do contigente, acima do tratamento estudado. Ao mesmo tempo diário e reflexão sobre o género diarístico, Traces of a Diary é uma visão pessoal sobre alguns dos mais importantes fotógrafos actuais e a cidade que eles fotografam.

A Fossa e Três Irmãs em DVD


A Fossa e Três Irmãs, duas obras-primas do premiado realizador Wang Bing, serão lançadas em DVD pela Midas Filmes, amanhã, dia 1 de Março, numa edição dulpa.

A Fossa, estreado internacionalmente no Festival de Veneza, é a incursão pela ficção de Wang Bing para retratar o período do final dos anos 50, em que o Governo chinês condenou milhares de cidadãos, dissidentes ou críticos do regime, a campos de trabalhos forçados. Deportados para re-educação no deserto Gobi, a milhares de quilómetros das suas famílias, viveram nas condições mais extremas, em que aos trabalhos forçados se somavam as condições climatéricas agrestes. 

Três Irmãs, venceu em Veneza o Prémio de Melhor filme na secção Horizontes e o Grande Prémio no DocLisboa. Três irmãs vivem sozinhas numa pequena aldeia nas altas montanhas da região de Yunan. Passam os dias a trabalhar a terra ou a deambular pela aldeia. O pai regressa à aldeia. Veio para levar as raparigas consigo para a cidade mas depois concorda em deixar a mais velha com o avô.

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Montanha, a primeira longa-metragem de João Salaviza em DVD


Montanha, a primeira longa-metragem de João Salaviza, lançado em DVD pela Midas Filmes, hoje com o jornal Público e nas lojas, por apenas 5€.

Montanha venceu dois prémios no Festival Caminhos do Cinema Português: Prémio Revelação (David Mourato) e Prémio Melhor Actor Secundário (Carloto Cotta). 

O filme estreou internacionalmente no Festival de Veneza, na Semana da Crítica e foi também já apresentado no Festival de San Sebastian. Venceu o prémio Antigone d’Or, galardão mais importante do Festival de Montpellier. João Salaviza com as curtas Arena e Rafa conquistou a Palma de Ouro e o Urso de Ouro nos festivais de Cannes e Berlim. 

Um Verão quente em Lisboa. David, 14 anos, aguarda a morte iminente do avô, mas recusa-se a visitá-lo, temendo esta perda terrível. A mãe, Mónica, passa as noites no hospital. O vazio pela falta do avô obriga David a tornar-se o homem da casa. David não se sente pronto para assumir este novo papel, mas o fim da infância aproxima-se sem que ele se aperceba… 

Montanha é produzido pela Filmes do Tejo II e pela les films de l’après-midi com o apoio da ZDF, arte, ICA, RTP, Câmara Municipal de Lisboa e do programa Eurimages.

A Assassina de Hou Hsiao-Hsien estreia a 17 de Março


A Assassina de Hou Hsiao-Hsien estreia a 17 de Março. O filme foi considerado o Melhor Filme Estrangeiro de 2015 pela FIPRESCI, a federação internacional da crítica de cinema e teve antestreia em Portugal na Festa do Cinema Chinês.

No festival de Cannes, conquistou o Prémio de Melhor Realizador para Hou Hsiao-Hsien. 

China, Século IX. Nie Yinniang, a filha de 10 anos de um general, é raptada por uma freira, que a inicia nas artes marciais, transformando-a numa implacável assassina, responsável por matar cruéis e corruptos governadores locais. Um dia, após falhar uma missão, é enviada pela preceptora para a sua terra natal, com ordem para matar o homem a quem tinha sido prometida – um primo que agora lidera uma grande região militar no Norte da China. 
Depois de 13 anos de exílio, a jovem mulher terá de confrontar os pais, as suas memórias e os sentimentos que, durante tanto tempo, reprimiu. 

O Filho de Saul de László Nemes


O Filho de Saul de László Nemes, filme nomeado para o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro, estreou ontem em Lisboa (Ideal, Monumental,  UCI El Corte Inglés), Porto (UCI Arrábida, Dolce Vita Porto), Aveiro (Fórum Aveiro), Cascais (Cinema da Villa) e Coimbra (Dolce Vita Coimbra).

O filme tem também já sessões agendadas em Beja (Cinema Pax Julia, 1 de Março), Castelo Branco (Cineteatro Avenida, 1 de Março), Figueira da Foz (Centro de Artes e Espectáculo, 3 de Março), Setúbal (Charlot, 3 e 4 de Março), Évora (Auditório Soror Mariana, 16 de Março), Olival Basto (Malaposta, 18 de Março), Braga (Theatro Circo, 21 de Março), Faro (IPDJ, 22 de Março), Santarém (Teatro Sá da Bandeira, 29 de Março) e Cartaxo (Centro Cultural do Cartaxo, 15 de Abril). 

O Filho de Saul ganhou já o Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro e foi o grande acontecimento do festival de Cannes, onde ganhou o Grande Prémio e o Prémio da Crítica Internacional. Venceu ainda o prémio da CST (Comissão Superior Técnica) francesa, atribuído a Tamas Zanyi responsável pelo som do filme, sendo que o som é um dos elementos mais avassaladores neste retrato de dois dias da vida de um Sonderkommando no campo de concentração de Auschwitz/Birkenau.

Outubro de 1944, Auschwitz-Birkenau. 
Saul Ausländer é um membro húngaro do Sonderkommando, o grupo de prisioneiros judeus isolados do campo de concentração e forçados a dar apoio aos Nazis no processo de extermínio em larga escala. Durante os trabalhos num dos crematórios, Saul descobre o corpo de um rapaz que ele reconhece como sendo o seu filho.
Enquanto os Sonderkommando planeiam uma revolta, Saul fica obcecado com uma missão impossível: salvar o corpo do rapaz de uma autopsia e encontrar  um rabino para lhe recitar as orações Kaddish e realizar o funeral.

A Bicicleta do Ourives Ambulante de Silvério Manata


A Bicicleta do Ourives Ambulante de Silvério Manata é um romance que tem o Alentejo na memória, mas calcorreia outros lugares de lembrança nem sempre feliz, por um Portugal de outros tempos, conduzindo os leitores para um mundo também ele de recordação ou, não sendo o caso, de aprendizagem, de encontro com as raízes, de desencontro com a correria dos novos tempos, percebendo-se que vidas intensas não têm de ser sinónimo de velocidade nos afazeres.

Contada a duas vozes, a do gandarês que se tornou ourives e a da alentejana que se tornou professora primária, nesta história cruzam-se vidas, unem-se destinos e aproximam-se geografias. Aqui se narram desafios de quem se negou a receber a sina sem luta e conseguiu superar o que aos olhos da tradição e do conformismo pareceria uma impossibilidade.

Excerto

«O maior afastamento entre dois lugares é o tempo, e muitos anos me separam dessas paredes caiadas de pasmaceira onde me ia fazendo mulherzinha — paredes de taipa em ruínas, imagem de mim que nenhum atalho poderá recuperar. Se a infância mora a uma lonjura enorme, a sua recordação nem tanto. Guardei perus; para que as não percam, afoito-me a guardar memórias do Alentejo.»

«Sentado no tempo vazio da soleira da porta, via as horas escorrerem devagar. Na dormência em que me encompridava resvalava para a saudade dos dias e das gentes dos Montes que batia a correr em ânsias de governar a vida. Depois, a vida rural migrou para a vila e para a margem sul da cidade grande.»

Sobre o Autor

Silvério de Jesus Manata nasceu em 1959 em Carapelhos - Mira, em terras da Gândara, onde cresceu até concluir, na Universidade de Coimbra, o curso de Línguas e Literaturas Modernas.
Foi professor efectivo do ensino secundário até 1993, ano em que optou definitivamente pela actividade empresarial.

007 Spectre


Uma mensagem enigmática do passado, leva James Bond numa missão independente à Cidade do México, passando por Roma, onde conhece Lucia Sciarra (Monica Bellucci), a bela e proibida viúva de um criminoso infame. Bond infiltra-se numa reunião secreta e descobre a existência de uma sinistra organização conhecida como SPECTRE.

Entretanto, em Londres, Max Denbigh (Andrew Scott), o novo chefe do Centro para a Segurança Nacional, questiona as ações de Bond e a relevância do MI6, liderado por M (Ralph Fiennes). Bond pede secretamente a Moneypenny (Naomie Harris) e a Q (Ben Whishaw) para o ajudarem a procurar Madeleine Swann (Léa Seydoux), filha do seu velho inimigo Mr. White (Jesper Christensen), que pode ser a pista para desmantelar a teia de SPECTRE. Como filha de um assassino, Swann entende Bond de uma forma que mais ninguém consegue.

Quando Bond se aventura até ao coração da SPECTRE, descobre uma terrível ligação entre ele próprio e o inimigo que procura, interpretado por Christoph Waltz. Em DVD e Blu-ray a 2 de Março.


Volkswagen Touran vence categoria “Best in Class” no prémio atribuído pelo Euro NCAP


O novo Volkswagen Touran venceu o prémio, atribuído pela entidade independente Euro NCAP (European New Car Assessment Programme), como o melhor MPV familiar de 2015. O Touran destaca-se no capítulo da segurança, como sendo um dos veículos mais robustos nos testes anti-colisão realizados em 2015. A mais recente geração do popular MPV familiar passou com distinção nos vários testes de colisão do Euro NCAP, em Setembro passado, tendo-lhe sido atribuído a classificação máxima de cinco estrelas. A avaliação compreende os resultados de quatro testes: a protecção dos ocupantes (crianças e adultos), protecção dos peões e sistemas de assistência ao condutor. 
As especificações dos testes do Euro NCAP tornaram-se mais exigentes em 2015, nomeadamente com a introdução de um teste de uma colisão frontal adicional de toda a parte dianteira do veículo contra um obstáculo sólido, que se traduz numa atenção acrescida à segurança dos ocupantes. O Touran mostrou estar bem equipado para enfrentar este teste, sendo considerado um dos carros mais seguros da Europa graças à estrutura optimizada da carroçaria do veículo e ao equipamento de série do modelo - tais como o controlo electrónico de estabilidade (ESC) com assistência à contrabrecagem, incluindo o ABS e sistema automático de travagem anti-colisão. O sistema pro-activo de protecção dos ocupantes “PreCrash” também desempenha um papel especial. Antes de uma possível colisão este sistema, de natureza preventiva, é activado a fim de minimizar gravidade do acidente. Além de accionar automaticamente a retenção dos cintos de segurança, o sistema reconhece se o veículo se encontra em perigo de derrapagem, fechando automaticamente as janelas e o tecto de abrir. Deste modo, é garantido um melhor apoio aos airbags de cabeça e laterais. O Euro NCAP publica anualmente uma lista dos veículos mais bem classificados nos seus testes. Em 2015, um total de 40 modelos de vários construtores foram submetidos aos exigentes testes do Euro NCAP. 

Renault lider de LCV


O Grupo Renault teve, em 2015, um excelente desempenho no mercado de Veículos Comerciais Ligeiros (LCV) com um crescimento das vendas de 12,4 % a que correspondeu uma quota de mercado global de 3,76%.Este resultado confirma a passagem de marca líder regional a uma marca com estatuto mundial. 
Na Europa o crescimento foi de 16,9 % para uma quota de mercado de 15% (+0,71 pontos face a 2014). A marca Renault é líder Europeia no mercado dos veículos comerciais ligeiros pelo décimo-oitavo ano consecutivo.

De líder regional a actor mundial
À escala mundial o Grupo Renault regista um notável resultado no mercado de veículos comerciais ligeiros com 387 000 unidades vendidas. A quota de mercado global do Grupo foi de 3,76 %, com um ganho de 0,63 pontos em comparação com 2014.
Em 2015, 92 400 automóveis foram vendidos fora do mercado Europeu e as vendas do Grupo cresceram em todas as regiões do globo. 
A gama de LCV do Grupo Renault é comercializada em 112 países e os seus modelos figuram no TOP 3 de vários mercados.


Uma história de sucesso com dezoito anos na Europa
A Renault é líder no mercado Europeu de Veículos Comerciais Ligeiros pelo décimo-oitavo ano consecutivo segundo a ACEA (Associação dos Construtores Europeus de Automóveis) devido aos resultados de toda a sua gama onde pontificam o Kangoo, Master e Novo Trafic.


O know-how nos Comerciais Ligeiros
A Renault possui uma notável experiência no domínio dos veículos comercias e, nomeadamente, graças ao seu centro de Villiers-saint-Frédéric que agrupa todas as equipas de engenheiros e as instalações dedicadas ao desenvolvimento dos comerciais ligeiros: estudos e concepção dos produtos, protótipos, maquetagem, ensaios e validações. As equipas de engenharia acompanham os projectos em todas as fábricas em França e nos mercados internacionais.
A excelência da Renault é reconhecida por outras marcas através das parcerias existentes com a GM, Daimler, Renault Trucks, mais recentemente com a Fiat e, claro, com a Nissan, parceira da Aliança. 

Fados de Coimbra em Lisboa


Há na cidade de Coimbra um monumento do séc. XIV que se transformou, não num museu, mas numa catedral dedicada à música, o Centro Cultural e Casa de Fados àCapella.

Foi nesta emblemática casa de fados que um grupo de amigos,  músicos e amantes deste género musical, se reuniu com o objectivo de levar além-fronteiras, quer da cidade, quer do país, a beleza e sonoridade do Fado de Coimbra.

O Grupo de Fados àCapella conta com alguns dos melhores intérpretes e músicos da cidade dos estudantes, somando já inúmeras actuações em Portugal, no estrangeiro e, claro, na sua casa mãe, àCapella.

Com viola de Luis Ferreirinha, a guitarra portuguesa de Ricardo Dias, o acordeão de Ricardo J. Dias e as melodiosas vozes de José Vilhena e Nuno Correia da Silva, o Grupo de Fados àCapella transporta o seu público numa viagem no tempo e nas melodias que fazem do Fado de Coimbra um símbolo nacional, emocionando quem o escuta.

De Coimbra para Lisboa, uma experiência inesquecível!

Teatro Tivoli BBVA
16 de Março - 21h30

Novo Renault Mégane Sport Tourer em estreia mundial no salão de Genebra 2016


No Salão de Genebra de 2016, a Renault apresenta o Novo Mégane Sport Tourer, na sua versão GT. Elegante e desportiva, a nova break é, também, modular, com destaque para a bagageira facilmente configurável, que proporciona um comprimento de carga líder do segmento.

O design do Novo MEGANE Sport Tourer alia o dinamismo à elegância. As linhas são realçadas pelas molduras cromadas dos vidros laterais. A linha do tejadilho é sublinhada pelas barras em alumínio anodizado (cor Dark Metal na versão GT). A exemplo da berlina, o Novo MEGANE Sport Tourer apresenta a distintiva assinatura luminosa dianteira, em forma de C.


A versão GT herda os genes da Renault Sport: um pára-choques dianteiro desenhado de acordo com o carácter desportivo e uma grelha dianteira específica com design em «ninho de abelha». Na traseira, o Novo MEGANE Sport Tourer GT tem uma saída de escape cromada e um difusor, que realçam o seu carácter dinâmico.

O Novo MEGANE Sport Tourer GT é, igualmente, a primeira break do segmento C a dispor da tecnologia 4CONTROL, que lhe confere um dinamismo e uma precisão de condução sem rival em estradas sinuosas, mas também uma agilidade e uma manobrabilidade em meio urbano excepcionais para uma break.

Audi: a Marca mais premiada no “Carro do Ano 2016” em Portugal


A Audi foi a Marca mais premiada, arrebatando os prémios reservado ao Executivo do Ano (com o Audi A4), Crossover do Ano (com o Audi Q7) e finalmente o Prémio Inovação e Tecnologia, atribuído pela primeira vez e que distinguiu a tecnologia Audi cruise control adaptativo com função stop & go e assistente de trânsito. 


A nova geração do Audi A4 é uma fascinante síntese de tecnologia e design. Toda a tecnologia totalmente desenvolvida no modelo mais vendido da marca para que, mais uma vez, defina a referência no segmento. Por sua vez, com o mais recente geração do Q7, a Audi estabelece inovadores padrões no segmento SUV Premium. A redução do peso em 325 kg e o centro de gravidade mais baixo tornam o novo Q7 extremamente ágil. Ao mesmo tempo, é o veículo mais espaçoso no seu segmento. O Cruise control adaptativo com função Stop & Go, incluindo o assistente de trânsito facilita a condução em condições de trânsito lento. Uma característica especial do assistente de trânsito é a sua estratégia de controlo. Leva em conta um grande número de parâmetros, tais como marcações da estrada e do tráfego que circula à frente do veículo. Nesta 32ª edição dos mais importantes prémios atribuídos a um produto automóvel em Portugal, os 19 jurados deste concurso elegeram dois modelos da Audi e uma tecnologia de vanguarda da marca dos quatro anéis com as referidas distinções. A festa de entrega de prémios decorreu na passada quinta-feira em Lisboa, estando presentes mais de uma centena de personalidades ligadas ao sector automóvel. 

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

A Renault pré-revela o Novo Scénic


Depois da criação na Europa, em 1996, do conceito de monovolume compacto, e depois de três gerações do SCENIC em que se venderam quase 5 milhões de unidades, a Renault prepara o lançamento do Novo SCENIC e faz a pré-revelação alguns dias antes do Salão de Genebra. O Novo SCENIC rompe com os códigos tradicionais e redefine o conceito de monovolume. 
No dia 1 de Março, no Salão de Genebra, Carlos Ghosn Presidente Director-Geral du Grupo Renault e Laurens van den Acker, Director do Design, revelarão o Novo SCENIC.


Dinamizar o conceito do monovolume
O objetivo, com a 4ª geração, é o de propor uma nova interpretação do monovolume compacto. Pela primeira vez no Scénic, o para brisas tríptico, tal como no Novo Espace, oferece uma visão panorâmica e melhora a visibilidade lateral. Vários outros elementos de estilo contribuem para o dinamismo que transparece no Novo SCENIC: face ao Scénic 3, a altura ao solo é mais elevada, as rodas estão colocadas nos 4 cantos da carroçaria e as vias dianteiras e traseiras foram alargadas. O dinamismo é também acentuado pelo trabalho de estilo realizado na silhueta. O Novo SCENIC dispõe também da distinta assinatura luminosa com os faróis em forma de C equipados, em algumas versões, com a tecnologia LED Pure Vision. 

O Novo Scénic será revelado, no próximo dia 1 de Março no Salão de Genebra. 



Stefano Domenicali assume a liderança da Automobili Lamborghini


Stefano Domenicali será o novo Presidente e CEO da Automobili Lamborghini, a partir do dia 15 de Março de 2016. Sucede a Stephan Winkelmann, que assumirá o cargo de CEO da parte desportiva da filial quattro GmbH da Audi. “Ao longo dos últimos onze anos Stephan Winkelmann transformou a Lamborghini num líder global na produção de carros superdesportivos. O seu sucessor, que também possui uma rica e vasta experiência nesta área, vai continuar este sucesso", destaca Rupert Stadler, Presidente do Board da Audi AG e Presidente do Conselho de Administração da Automobili Lamborghini S.p.A. Stefano Domenicali, nascido em 11 de maio 1965 em Imola, formouse em 1991, depois de um percurso académico na área de Administração de Empresas na Universidade de Bolonha, tendo iniciado a sua carreira profissional no Departamento Financeiro da Ferrari. Em 1993, assumiu o cargo de Diretor de Planeamento de Negócios da Scuderia Ferrari. Também foi diretor do circuito de Mugello, que pertence à Ferrari. Em 1996, Domenicali passou a ser responsável por patrocinadores da Scuderia Ferrari, antes de se tornar Diretor Desportivo da equipa de Fórmula 1, em 1998. De 2004 a 2007, chefiou a Direzione Sportiva F1. Em 2008 foi o Director da Scuderia Ferrari F1, que ganhou Campeonato Mundial de Construtores daquele ano. Entre 2009 a 2014, Domenicali representou a Ferrari no Conselho Mundial de Desporto Automóvel na FIA (Federação Internacional do Automóvel), ao qual ainda hoje pertence. Actualmente é Presidente da Comissão “Single Seater” da FIA.

Desde Novembro de 2014, ocupa o cargo de Vice-Presidente de Novas Iniciativas para a Área de Negócios da Audi AG. Em 2002, recebeu a Ordem do Mérito da República Italiana (Ufficiale Ordine al Merito della Repubblica Italiana). Stefano Domenicali salienta: “Estou muito satisfeito para assumir os desafios deste grande legado. Agora é meu dever continuar os sucessos que o meu antecessor, Stephan Winkelmann, alcançou para a Automobili Lamborghini.” Stephan Winkelmann comentou: "Fui responsável pela Lamborghini num período significativo e áureo na sua história. Como objetivo utilizei o potencial da marca para alcançar metas muito ambiciosas e os dados corporativos chave que apresenta hoje a Lamborghini: um crescimento contínuo e rentável como, ainda, concentrar-se no desenvolvimento de novos produtos, novos processos e em muitos outros setores. Juntamente com os meus colegas do Conselho de Administração, foi-me facilitada a tarefa para um novo sucesso, o lançamento de uma terceira série de modelos em 2018. Estes sucessos não teriam sido possíveis sem a paixão, competência, criatividade e coragem que estão enraizadas no ADN da Lamborghini e nos nossos colaboradores. Gostaria de agradecer, desde já, a todos do fundo do meu coração.” Winkelmann nasceu em Berlim, em 18 de Outubro de 1964 e passou a sua infância e adolescência em Roma. Ocupou diversos cargos de relevo no seio do Grupo Fiat, nomeadamente na Alemanha, Áustria e Suíça antes de ser nomeado Presidente e CEO da Automobili Lamborghini em 2005. 


Entre 2004 e 2015 os números de vendas da Lamborghini mais que duplicaram e o volume de negócios mais do que triplicou. A Rede de Concessionários também triplicou, abrangendo agora 135 Concessionários em 50 países. Durante esse período de tempo, o número de empregados também duplicou, sendo hoje em dia de 1.300 colaboradores. Sob a batuta de Winkelmann, foram lançadas algumas variantes do Gallardo até aos V10 Huracán V10 e Aventador V12, bem como algumas séries limitadas, estabelecendo novos recordes de vendas. Em 2015, foi anunciada a produção de um SUV de luxo, o “Urus”, a ser fabricado nas instalações de Sant'Agata Bolognese a partir de 2018, marcando o início de uma nova era para a marca. Elevar o perfil da marca foi outro aspeto de relevo que aconteceu sob a liderança de Winkelmann, com o lançamento de inúmeras iniciativas de sucesso. Estas incluíram actividades na competição automóvel, que engloba o Lamborghini Blancpain Series, o campeonato GT3 e ainda cursos institucionais de condução através da “Accademia and Esperienza”, como ainda o lançamento de uma linha de produtos “Fashion”, a Collezione Automobili Lamborghini. A estratégia da Winkelmann também foi focada em diferentes responsabilidades e éticas corporativas tais como o desenvolvimento sustentável dos negócios e da sociedade, mantendo sempre as questões ecológicas em mente.

Em 2015, a certificação em toda a fábrica da Lamborghini com o estatuto de CO2 neutro na histórica fábrica de Sant'Agata Bolognese, tornou-se o mais recente sucesso da implementação desta estratégia. Sob a liderança de Winkelman, a Lamborghini tornou-se num empregador cada vez mais atraente e recebeu inúmeros prémios, um deles a certificação “Top Employer Italia 2016”. Estes resultados são, em parte devido ao modelo participativo em que um constante diálogo e colaboração formam a base para as relações com os sindicatos. Em maio 2014, o Presidente Giorgio Napolitano galardou Winkelmann com o título de Cavaleiro da Grande Cruz, a mais elevada patente de honra na Ordem de Mérito da República Italiana, pelos serviços prestados como o CEO de uma das empresas mais emblemáticas de Itália. 

João Lum estreia novo single "Luz do Universo"


João Lum estreia um novo single “Luz do Universo”. Produzido e realizado por André e Diogo Piçarra, tendo a participação especial da modelo Kate Kaira, o novo videoclip fala da luz da noite, onde a magia da luminosidade presente, leva-nos a viajar pelo entardecer até de madrugada. O segundo álbum de João Lum,“Atmosfera”, já se encontra disponível nas FNACs e lojas online.


A Noite da Dona Luciana de Copi


MAQUINISTA Até que horas vamos ficar?
AUTOR Que horas são?
MAQUINISTA Três e vinte cinco da manhã.
ACTRIZ Via láctea: reboliço entre as vacas.

A Noite da Dona Luciana (1985) é uma comédia irreverente e florida, ao estilo de Copi. Num teatro acontece um ensaio tardio, onde estão presentes o autor, a actriz e o maquinista. O ensaio é interrompido por uma velha stripper transexual, que se envolve num confronto com a Companhia, lançando o espectador numa espiral entre a verdade e o delírio, a paixão e o humor negro.

No Teatro da Politécnica até 19 de Março


Gata em Telhado de Zinco Quente de Tennessee Williams


Um casamento destruído pelo álcool, a ausência de filhos, mistérios e mentiras. Heranças, valores, filhos, sexo. E a doença, a morte. O que é a propriedade privada?

Gata em Telhado de Zinco Quente é uma tragédia: a passagem do mundo velho a um novo que não há meio de nascer. No trágico Sul de Tennessee Williams tudo se agita em volta do dinheiro. Estreada em Nova Iorque em 1955 com direcção de Elia Kazan, esta peça ficou célebre graças ao belíssimo filme com Elizabeth Taylor, Paul Newman e Burl Ives nos papéis principais. No entanto, que a versão de Kazan, quer filme realizado por Richard Brooks em 1958 evitaram muitos dos problemas da peça original.
Será possível devolver ao teatro aquilo que aparentemente o cinema fixou para sempre? Será possível voltar a fazer estas peças sem as cores esplendorosas de Hollywood? Será possível ver outra vez Maggie, a Gata como uma aventureira que a falta de dinheiro cega? Será possível voltar a pôr no palco estes dilemas, esta ansiedade, esta sofreguidão? Eu aposto que sim. Mas é uma peça de teatro.

Em cena no S. Luiz Teatro Municipal até 28 de Fevereiro de 2016.

Francesco Ruspoli na Colorida Art Gallery


A figura do ser humano presente nas abordagens do artista Francesco Ruspoli tem formas imperfeitas. Ele constrói suas composições a partir das relações sociais e da sua necessidade de perceber as dimensões latentes sobre as quais constroem-se este universo. A representação social pode ser compreendida pelo conteúdo, ao mesmo tempo seu estudo remete a elementos imaginários.

Exposição "FRANCESCO RUSPOLI"
Cocktail de inauguração: Sábado 27 de Fevereiro, pelas 19:00hs.

Colorida Art Gallery
Costa do Castelo, 63, Lisboa 

Caixa Ribeira'16 - Novas confirmações


Em 2016 o Caixa Ribeira regressa ao Porto com um luxuoso cartaz. Os nomes que hoje se anunciam serão certamente razões suficientes para que os dias 3 e 4 de Junho fiquem definitivamente marcados na agenda: António Chainho com Paulo Carvalho e Mafalda Arnauth, Jorge Fernando e Sara Correia.


O Mestre António Chaínho dispensa apresentações. A história deste alentejano de S. Francisco da Serra, Santiago do Cacém, confunde-se com a do Fado. Apresentou-se pela primeira vez em público aos 13 anos. Pouco depois dos 20 (nos anos 60) estreia-se na casa de fados Severa, percorrendo outras como O Faia, O Folclore ou Picadeiro. Tocou com nomes como Maria Teresa de Noronha, Lucília do Carmo, Carlos do Carmo, Francisco José, Tony de Matos, entre outros. Virtuoso guitarrista e compositor, celebrou no ano que passou 50 anos de carreira e para tal apresentou o novo espectáculo “Cumplicidades” que é também o nome do último registo. A edição conta com a participação de Rui Veloso, Pedro Abrunhosa, Paulo de Carvalho, Ana Bacalhau (dos Deolinda), Sara Tavares, Fernando Ribeiro (dos Moonspell), o fadista Hélder Moutinho, o cantor angolano Paulo Flores e a brasileira Vanessa da Mata, que dá voz ao tema “Aprender a sorrir”. No Caixa Ribeira, no dia 3 de Junho será acompanhado por convidados de luxo, Paulo de Carvalho e Mafalda Arnauth. 

Jorge Fernando foi recentemente condecorado como  Comendador da Ordem do Infante D. Henrique. É um nome central do Fado, como produtor, músico e compositor. Tem unido várias gerações do Fado, colaborando com o seu génio e talento. Foi guitarrista e compositor de Amália Rodrigues, com quem dividiu estúdios e palcos por mais de duas décadas, seguindo caminho a solo e como um dos melhores produtores e autores do repertório nacional de Fado que tem ajudado a definir os rumos de uma nova linhagem, escrevendo êxitos e produzindo discos para artistas como Camané e Ana Moura, entre muitos outros. O seu último trabalho “Chamam-lhe Fado”, é esteticamente diversificado, resultando numa sonoridade em que a música tradicional se funde com o gospel, o hip-hop ou a soul music. Dia 4 de Junho vai também ele passar pelo Caixa Ribeira.
  
Sara Correia é muito jovem mas tem corrido o país para cantar e encantar, merecendo sempre grandes elogios. Presença constante no Páteo de Alfama e na Casa De Linhares, canta muitas vezes com artistas conceituados como Jorge Fernando ou Maria da Nazaré. Aos 13 anos, foi vencedora da Grande Noite do Fado e virá à Ribeira do Porto, no dia 4 de Junho para mostrar todo o talento que tem caracterizado o seu percurso.

Olhares Sobre...


O comentador e ex-líder do PSD, Luís Marques Mendes, vai vestir a pele de moderador num debate organizado pela Arquidiocese de Braga que reúne o ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, o ex-sindicalista Carvalho da Silva e o vice-presidente do Conselho Económico e Social Europeu (CESE), Gonçalo Lobo Xavier, numa discussão em torno dos temas que têm marcado a actualidade sobre o Trabalho em Portugal. 

A iniciativa, a realizar na próxima sexta-feira, dia 26, no Auditório Vita (Braga), a partir das 21h00, marca o arranque do II Ciclo de Conferências “Olhares Sobre...”.

De acordo com dados fornecidos pela NOVA ÁGORA, plataforma criada pela Arquidiocese de Braga com o intuito de promover discussões autênticas e abertas a toda a sociedade civil sobre as temáticas que mais influenciam a actualidade, o Auditório Vita vai contar com casa cheia para assistir ao debate inaugural, tendo já sido atingido o número limite de 530 inscrições. 

Face à elevada procura, a NOVA ÁGORA vai disponibilizar a todos os interessados a possibilidade de assistir ao debate, que contará assim com transmissão online, no endereço http://novaagora.pt, onde se manterá depois disponível, para acesso em diferido. 

Recorde-se que na semana seguinte, a 4 de Março, o II Ciclo de Conferências “Olhares Sobre...” regressa ao palco do Auditório Vita, desta vez para uma reflexão sobre Educação, com o ex-primeiro-ministro e actual candidato a secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, o ex-ministro da Justiça, Laborinho Lúcio, e o ex-ministro da Educação, Eduardo Marçal Grilo, a preencherem o lugar de oradores, com a moderação a ficar a cargo da jornalista Fátima Campos Ferreira. 

O II Ciclo de Conferências “Olhares Sobre...” encerra a 11 de Março, novamente no Auditório Vita, com o último debate a incidir sobre o estado da Arte em Portugal, tendo como convidados o escultor Rui Chafes, vencedor do Prémio Pessoa 2015, o escritor Mário Cláudio e Pedro Sobrado, dramaturgista do Teatro Nacional S. João, com moderação de Maria João Costa, jornalista da Rádio Renascença. 

7ª Arte - Estreias de cinema de 25-02-2016

Estreias de cinema de 25 de Fevereiro de 2016


Esta semana dentre as várias estreias de cinema nas salas nacionais o "Cultura e não Só" destaca as seguintes:



Salve, César!

Hollywood (EUA), década de 1950. Edward Mannix é uma das peças fundamentais do negócio do cinema. A sua principal função é proteger as grandes estrelas de escândalos de todos os tipos. A sua vida é um frenesim de acontecimentos e de problemas para resolver. Mas o seu maior desafio surge quando Baird Whitlock, o actor principal de uma superprodução chamada “Salvé, César!”, é raptado a meio das filmagens. O rapto é reclamado por uma organização criminosa autodenominada “Futuro”, que exige uma exorbitante quantia de dinheiro. Gerir os egos de um sem-número de actores, realizadores e produtores, ao mesmo tempo que tenta encontrar o paradeiro de Whitlock, não é tarefa para qualquer um. Mas parece que Mannix consegue estar sempre à altura das circunstâncias…
Escrito e realizado por Joel e Ethan Coen (conhecidos pelos sucessos “Barton Fink”, “Fargo”, “O Grande Lebowski”, “Este País Não É para Velhos” ou “Indomável”), uma comédia ambientada nos anos dourados do cinema. O elenco, de luxo, conta com a participação de Josh Brolin, George Clooney, Alden Ehrenreich, Ralph Fiennes, Jonah Hill, Scarlett Johansson, Frances McDormand, Tilda Swinton e Channing Tatum, entre muitos outros.



Os Deuses do Egipto

Muitas eras se passaram desde que os deuses caminhavam entre a Humanidade. Set, o impiedoso deus das trevas, roubou o trono ao seu irmão Horus e hoje governa o Egipto, sem complacência ou compaixão. O seu povo, outrora habituado à paz e à prosperidade, sobrevive ao caos e à destruição. O medo impera e são poucos os que se atrevem a mostrar descontentamento. Mas Set terá que enfrentar Bek, um jovem e corajoso mortal que, movido pelo amor de uma mulher, decide pedir ajuda ao Deus Horus para que, numa aliança improvável consigam derrotar o senhor do mal. Mas libertar o povo não será fácil, pois Set tem do seu lado um exército de deuses, demónios e feras poderosíssimas...
Um filme de acção e aventura realizado por Alex Proyas (“Cidade Misteriosa”, “Eu, Robot”, “O Corvo”) segundo um argumento de Matt Sazama e Burk Sharpless e que conta com Gerard Butler, Abbey Lee, Nikolaj Coster-Waldau, Geoffrey Rush, Chadwick Boseman e Courtney Eaton nos principais papéis.



Zootrópolis

Como seria o Mundo se a raça humana nunca tivesse existido? Partindo desse pressuposto improvável, encontramos a cidade de Zootrópolis, um lugar moderno e civilizado, povoado por versões antropomórficas de todos os tipos de mamíferos. Todos vivem pacificamente até ao dia em que Nick Wilde, uma raposa esperta e tagarela, é acusado de um crime que não cometeu. É então que é capturado pela coelha Judy Hopps, uma jovem agente da polícia recentemente promovida e a quem ainda ninguém dá crédito. Como bons inimigos naturais que são, Wilde e Judy não se suportam. Mas quando ambos se dão conta de que são vítimas uma conspiração, vêem-se forçados a unir forças para encontrar os seus verdadeiros inimigos e provar a toda a gente a sua honestidade…
Produzida pelos Walt Disney Animation Studios, uma comédia de animação que conta com a realização de Byron Howard (“Entrelaçados”,“Bolt”) e Rich Moore (“Força Ralph”,“Os Simpsons”) e co-realizada por Jared Bush (“Penn Zero: Part-Time Hero”). Na versão original as vozes são de Jason Bateman, Ginnifer Goodwin, Kristen Bell, Idris Elba, Shakira, John DiMaggio e Octavia Spencer, entre outros.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Casino Lisboa propõe noites de música ao vivo, dança e novo circo em Março


Com ambiente festivo, o Casino Lisboa propõe, em Março, aos seus visitantes um renovado programa de animação. O amplo espaço do Arena Lounge acolhe, de Quinta-Feira a Domingo, um cartaz, a não perder, no qual pontificam sets de música ao vivo, espectáculos de dança e de Novo Circo. A entrada é livre.

As noites de Quinta-Feira são especiais no Casino Lisboa. A banda One Vision actua, a 3 de Março, prestando um tributo aos Queen; a Companhia de dança Legacy está de volta no dia 10; Carlos Leitão estreia-se, a 17 de Março, em noite dedicada ao fado; Tiago Figueiredo apresenta, no dia 24, um surpreendente espectáculo de Novo Circo; e os Redo … Chilli Peppers homenageiam, a 31 de Março, a famosa banda Red Hot Chilli Peppers.

Com propostas sempre diferentes, o Casino Lisboa acolhe, ainda, de Sexta-Feira a Domingo, numerosos sets de música ao vivo protagonizados pelos Kiloko; Pedro Leónidas, Hot Grooves; Michel William; e Njinjiritane. A animação musical será reforçada, de Quinta-Feira a Sábado com as performances de conhecidos DJ’s que seleccionaram os ritmos ideais pela noite dentro.


Arena Lounge - Palco central

Banda One Vision homenageia os Queen
Em noite de tributo, a banda portuguesa One Vision homenageia, a 3 de Março, os Queen. Com um percurso musical iniciado em 2006, os One Vision distinguem-se por recriar algumas das memoráveis composições da famosa banda britânica.
Os One Vision recriam, habitualmente, nas suas actuações grandes êxitos como, por exemplo, como "We Will Rock You", "We Are the Champions", "Love of my Life", "Don't Stop Me Now", "Under Pressure", "Radio Ga Ga", "I Want to Break Free" ou "Bohemian Rhapsody". Em palco estarão, Alex VanTrue (voz/piano), Jorge Sousa (guitarra), Zé Fusco (baixo) e Mário Duarte (bateria).

Legacy Dance Company Project
Em destaque no Casino Lisboa, desde 2015, o espectáculo Legacy está de volta ao Arena Lounge a 10 de Março. Trata-se de um projecto de dança inovador em Portugal é composto por bailarinos, professores e coreógrafos promissores. 
Os Legacy nasceram há cerca de 4 anos, após terem chegado à final do programa da SIC, “Achas que Sabes Dançar” (1ª série). A concretização de workshops, aulas, pocket shows, espectáculos e a participação em grandes projectos como coreógrafos, tanto no território nacional como no internacional, tem permitido o seu crescimento e afirmação no meio artístico. 

Noite de fado com Carlos Leitão
Carlos Leitão apresenta-se, a 17 de Março, no Arena Lounge para interpretar as melhores composições do seu primeiro álbum de originais intitulado “Do Quarto”. O fadista convida o público a viajar entre Lisboa e o Alentejo, interpretando temas inspirados na paixão, na melancolia e no amor. 
Músico e intérprete, Carlos Leitão já havia consolidado, em 2013, o seu percurso artístico quando gravou o álbum “Do Quarto” produzido por Custódio Castelo. O registo discográfico reúne 14 temas inteiramente escritos por si, distribuídos pelas suas músicas e por criações de Custódio Castelo e do chamado Fado Tradicional. 

Novo Circo com Tiago Figueiredo
Com um percurso internacional na alta competição de  desportos acrobáticos, Tiago Figueiredo regressa, no próximo dia 24 de Março, ao Casino de Lisboa com a sua mais recente actuação a solo, na disciplina de Equilíbrios/ Handbalancing. O Novo Circo estará, assim, em evidência a partir das 23 horas.
A fluidez dos movimentos com a perícia gímnica e a harmonia do corpo em equilíbrio com as formas na transição de volumes físicos fazem da sua actuação uma dança elegante contra a gravidade.

Banda Redo … Chilli Peppers homenageia os Red Hot Chilli Peppers
Em concerto inédito, agendado para 31 de Março, os Redo … Chilli Peppers apresentam-se no Arena Lounge para prestar um tributo à incontornável banda Red Hot Chilli Peppers. O quarteto recria o genuíno ambiente e energia que se distinguem nas actuações da banda original.
Com um percurso artístico iniciado em 2011, o vocalista Daio partilha o palco com Vasco Finuras na guitarra, Luis Rosa no baixo e João Mousinho na bateria.

Arena Lounge – Palco-multiusos
O Casino Estoril acolhe um renovado programa de animação musical no Lounge D. O público poderá assistir, de Sexta-Feira a Domingo, a partir das 22 horas, vários intérpretes nacionais. Com entrada livre, a proposta musical será reforçada, de Quinta-Feira a Sábado com as actuações conceituados DJ’s que escolhem criteriosamente os ritmos ideais pela noite dentro.

Os Kilôko serão, de 4 a 6 de Março, os grandes protagonistas da animação musical no Arena Lounge. Com a sua viola, o vocalista Michele Mengucci partilha o palco com Luis Bastos no clarinete e Ian Carlo Mendoza na percussão.
Os Kilôko são um trio que transmite uma energia contagiante ao público, apresentando um vasto repertório com interpretações próprias de composições de grandes artistas. 

O Casino Lisboa propõe, de 11 a 13 de Março, Pedro Leónidas, Hot Grooves. Este projecto é liderado pelo guitarrista Pedro Leónidas que revisita, na textura quente e ritmada típica do r&b, vários standards de jazz, soul e blues.
Com um registo intimista, Pedro Leónidas será acompanhado por Elmano Caleiro no contrabaixo, Vasco Gomes na bateria. Vera Feu é a vocalista.

Noutro ciclo de música ao vivo, Michel William apresenta-se, de 18 a 20 de Março, no Arena Lounge. O músico inspira-se nas obras de nomes consagrados como, por exemplo, Tom Jobim, João Gilberto, George Benson, Nat King Kole e Ray Charles.
Michel William (vocalista, guitarrista, compositor e produtor) juntou-se a Ciro Lee (bateria), Rafael Morgado (baixo) e Ruben Almeida (teclado) para criar uma fusão entre reggae, ska, funk, jazz e afro. 

Com um repertório diversificado, os Njinjiritane apresentam, de 25 a 27 de Março, um ciclo de actuações que privilegia um conjunto de sonoridades provenientes do funk, soul, reggae e ritmos africanos. 
Inspirados no nome de um pássaro moçambicano, os Njinjiritane trazem a diversidade das músicas do mundo para temas reconhecidos pelo público. A vocalista Nina Fung será acompanhada por Carlos Elias na guitarra, André Mendes nas teclas, Tiago Martins, no baixo e Vic Duarte, na bateria.

Arena Lounge - Jukebox
O programa de animação musical propõe, ainda, de Quinta-Feira a Sábado, pouco depois da meia-noite, as dinâmicas sonoridades da Juke Box do Arena Lounge. São diferentes DJ’s que seleccionam as sonoridades ideais para um público predominantemente jovem. A entrada é livre. 

Programa:

Março
03 - Ka§par
04 - Diogo Pires
05 - Luís Leite

10 - Mário Valente
11 - Bruno Safara
12 - Johnny Deep

17 - Pan Sorbe
18 - Luís Patraquim
19 - Miguel Kellen

24 - Señor Pelota
25 - John Holmes
26 - Dj Al


31 - Mr. Mute